Coin News

Manhã Cripto: Número de CPFs que declaram criptomoedas triplica no Brasil; Twitter cancela carteira e pode iniciar demissões

4 Nov, 20228 min readBitcoin
Manhã Cripto: Número de CPFs que declaram criptomoedas triplica no Brasil; Twitter cancela carteira e pode iniciar demissões

O mercado de criptomoedas ganha força na manhã desta sexta-feira (4) apesar das persistentes incertezas no front macroeconômico. Os índices acionários globais reduzem as perdas semanais com a expectativa de reabertura da economia da China e investidores aguardam o relatório de emprego nos EUA.

Bitcoin (BTC) sobe 1,5% nas últimas 24 horas, para US$ 20.611,20, segundo dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) avança 2,4% negociado a US$ 1.587,15.

Em reais, o Bitcoin ganha 0,7%, cotado a R$ 106.015,37, conforme o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).

As principais altcoins operam em terreno positivo nesta sexta, entre elas Binance Coin (+2,9%), XRP (+1,7%), Cardano (+3,2%), Solana (+2,8%), Polkadot (+4,4%), Shiba Inu (+3,6%) e Avalanche (2,9%).

Polygon é destaque positivo e dispara 17% nas últimas 24 horas, com valorização de 26% em sete dias na esteira dos planos do Instagram de permitir a emissão e negociação de NFTs baseados na blockchain.

Outro token que surfa na onda cripto da Meta, dona do Instagram e Facebook, é o AR, moeda nativa da plataforma de Web3 Arweave, que será utilizada pelas redes sociais para armazenar colecionáveis digitais, de acordo com o CoinDesk. O token, que chegou a subir 60% com a notícia, agora devolve os ganhos e cai 10%.

E por falar na Meta, representantes da empresa estiveram reunidos na quinta-feira (3) com Renato Dias de Brito Gomes, diretor do Banco Central responsável pela Organização do Sistema Financeiro e Resolução, para tratar “assuntos de organização do sistema financeiro”.

Gala, token nativo da plataforma “play-to-earn” Gala Games, recua quase 13% diante de informações sobre um possível ataque de hackers. A suspeita ocorreu após um único endereço de blockchain emitir mais de US$ 1 bilhão em tokens Gala. Mas a pNetwork – que fornece infraestrutura de roteamento para finanças descentralizadas (DeFi) e tokens de jogos, o que incluiria a Gala – disse que teria coordenado o ataque para testar a segurança do token.

No Brasil, CPFs registrados na Receita Federal que declararam operações com criptomoedas em setembro totalizaram 1.490.618, um crescimento de 14% em relação a agosto, segundo o Valor Investe. A quantidade é mais que o triplo do total registrado em setembro do ano passado, de 424.524. No entanto, o total de criptomoedas negociadas e reportadas à Receita em setembro foi equivalente a R$ 11,3 bilhões, uma queda de 11,8% na comparação anual.

Planos do Twitter

Dogecoin registra desvalorização de 10% nas últimas 24 horas e reduz os ganhos na última semana para 55%. A criptomoeda favorita de Elon Musk, o novo dono do Twitter, reage à notícia de que a plataforma teria suspendido os planos de criar uma carteira cripto, conforme o portal Platformer.

E Musk, que conseguiu arquivar o processo movido pelo Twitter após confirmar a compra da plataforma, agora enfrenta outro. Uma ação coletiva foi aberta em um tribunal federal de São Francisco devido ao plano do empresário de demitir cerca de 3.700 funcionários, ou metade da empresa, de acordo com a Bloomberg.

De acordo com o processo, o Twitter não cumpriu o aviso prévio necessário, o que viola as leis federais e da Califórnia. A rede social pretende iniciar as demissões nesta sexta, segundo e-mail enviado aos funcionários.

Bitcoin hoje

Na quinta-feira (3), Bitcoin e Ethereum passaram a maior parte do dia em território positivo, mesmo com as evidências de que bancos centrais estão determinados a subir os juros para domar a inflação.

No Reino Unido, o Banco da Inglaterra seguiu os passos do Federal Reserve e também elevou a taxa básica em 0,75 ponto percentual, para 3%, o maior nível em 33 anos. Foi o oitavo aumento seguido dos juros, apontou a CNBC.

Nesta sexta-feira, o destaque da agenda macroeconômica fica para o relatório sobre o mercado de trabalho americano em outubro. Os números devem indicar se os juros mais altos nos EUA começam a surtir efeito.

Mesmo com o sobe e desce das bolsas globais e aperto monetário à frente, investidores de criptomoedas sinalizam confiança no mercado, segundo análise do CoinDesk.

André Franco, chefe de pesquisa do MB, destaca em artigo no Valor que dados on-chain mostram acúmulo de mais 4 mil bitcoins por investidores de longo prazo (LTH), estabelecendo um novo recorde nessa métrica.

Outros destaques das criptomoedas

Fundos de investimento com exposição a criptoativos terão de explicitar em seus prospectos, regulamentos e material de divulgação riscos próprios do segmento, como a possibilidade de ataques cibernéticos e gestão de chaves digitais, segundo proposta de autorregulação que a Anbima abre nesta sexta (4) para consulta a players do mercado, informou o Valor.

“O mercado de ativos virtuais é novo, com riscos específicos, e ainda não tem regulamentação no Brasil. Se queremos incentivá-lo a crescer de forma sustentável, o primeiro passo é olhar de forma cuidadosa para o investidor”, disse Zeca Doherty, superintendente-geral da Anbima.

A Zero Hash, que ajuda empresas na oferta de ativos digitais a clientes, estreou no Brasil como o primeiro passo de sua expansão para a América Latina. A empresa agora pode fornecer aos parceiros no país soluções de custódia, execução, liquidação e liquidez, disse o CEO da Zero Hash, Edward Woodford, em comunicado publicado pelo CoinDesk.

E a Cloudwalk, plataforma de pagamentos para empresas conhecida pela maquininha InfinitePay, acaba de obter permissão para atuar como Instituição de Pagamento (IP) junto ao Banco Central, conforme o InfoMoney.

Nos EUA, um pequeno grupo de trabalhadores conta com uma nova opção em seus planos de aposentadoria corporativos, conhecidos como 401(k): a opção de investir suas economias em criptomoedas, apesar da cautela de empresas e reguladores, aponta o Wall Street Journal.

A Fidelity Investments está pronta para lançar uma plataforma de negociação de criptomoedas a investidores de varejo sem taxas para Bitcoin e Ethereum. A corretora abriu uma lista de espera para seu novo serviço, o Fidelity Crypto, de acordo com informações no site da empresa.

O Santander vai na direção contrária no Reino Unido. O banco espanhol anunciou um limite de 1.000 libras esterlinas (US$ 1.120) para transações cripto de clientes, citando alertas de reguladores sobre riscos de fraudes, conforme o The Block.

O UBS lançou um título de 375 milhões de francos suíços (US$ 370 milhões) que o banco de Zurique diz ser o primeiro digital do mundo a ser negociado no mercado aberto e liquidado tanto em bolsas tradicionais quanto em plataformas baseadas em blockchain, segundo a Reuters. O título de três anos e cupom de 2,33% será emitido na plataforma blockchain da SIX Digital Exchange e listado na SDX e também na SIX Swiss Exchange.

O governo da China pode ser uma das principais baleias de Bitcoin do planeta, com volume superior até mesmo às posições de empresas de capital aberto como a MicroStrategy, do evangelista do Bitcoin Michael Saylor, e a Tesla, do bilionário Elon Musk.

Depois de receber mais de 70 mil pessoas em Lisboa, o Web Summit se prepara para atrair 10 mil participantes “ou mais” no Rio de Janeiro em maio, disse o fundador e CEO da conferência, Paddy Cosgrave, ao jornal O Globo. A edição do Rio será a primeira do Web Summit na América Latina. “Espero que seja o evento mais internacional que já houve no Brasil. O sonho da startup do Brasil costumava ser crescer no país ou na América Latina. Agora, elas olham para o mundo”, afirmou.

Regulação, CBDCs e Cibersegurança

A prova que faltava para a prisão de Francisley Valdevino da Silva, o Sheik das Criptomoedas, surgiu de uma outra investigação conduzida pela Polícia Federal no Paraná, de acordo com o Globo. Condenado no mês passado a nove anos de prisão por crime contra o sistema financeiro nacional, o empresário e pastor evangélico Maike Rodrigues disse que montou a TotalX, empresa usada no golpe dos falsos investimentos em criptomoedas, com a expertise e os sistemas digitais fornecidos pelo Sheik.

Em um blog, o “Sheik” conta que começou a trabalhar com “marketing multinível” nos EUA” e conheceu as criptomoedas por acaso. Conheça a trajetória do “cuidador de pets” que virou líder da pirâmide financeira Rental Coins, em reportagem do Portal do Bitcoin.

O influenciador do Instagram Jebara Igbara, de Nova York—que usava o pseudônimo online Jay Mazini—se declarou culpado na quinta-feira (3) por uma série de crimes, incluindo roubar US$ 2,5 milhões em Bitcoin dos seus seguidores.

O diretor de fiscalização do Banco Central, Paulo Souza, disse na quinta-feira (3) que a autoridade monetária deve divulgar novidades em relação ao real digital em 2023, de acordo com o Valor. “Por que estamos trabalhando no real digital? Porque em algum momento você vai ter a tokenização do sistema financeiro e, para comprar o token digitalizado, obrigatoriamente é necessária uma moeda que seja digital”, afirmou.

Nos EUA, Michelle Neal, chefe do Markets Group do Fed de Nova York, afirmou nesta sexta-feira (4) que um dólar digital poderia acelerar o tempo de liquidação nos mercados de câmbio, de acordo com a Reuters.

O membro do Conselho de Padrões de Contabilidade Financeira dos EUA (FASB), Frederick Cannon, disse na quinta-feira que apoia o registro de ganhos e perdas com criptomoedas de empresas como parte do lucro líquido, de acordo a Bloomberg.

Na UE, o Parlamento e o Conselho Europeu provavelmente votarão a regulação para os criptoativos, conhecida como MiCA, em fevereiro de 2023, disse um porta-voz do parlamento ao The Block. A tradução do texto da MiCA deve ser concluída antes que a legislação possa ser adotada oficialmente.

Metaverso, Games e NFTs

Apesar do caráter lúdico de muitas coleções de tokens não fungíveis, os chamados NFTs também podem trazer soluções para problemas reais, na opinião da influencer e artista digital Mari Moon. “O que mais me anima é ouvir sobre como os NFTs podem ser uma alternativa para combater fraudes e corrupção. Afinal, tudo que é registrado no blockchain é transparente, permanente e praticamente impossível de invadir”, afirmou Mari em entrevista à Exame.

À medida que tecnologias como inteligência artificial abrem possibilidades criativas e o metaverso se torna um espaço mais atraente para marcas de luxo, mais joalheiros testam maneiras de transplantar um dos luxos mais antigos para o mundo virtual por meio da arte digital, mostra reportagem do Financial Times.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store