Coin News

Maior VC cripto do mundo amarga prejuízo bilionário em fundo focado no setor

26 Oct, 20223 min readOther
Maior VC cripto do mundo amarga prejuízo bilionário em fundo focado no setor

O principal fundo de criptomoedas da firma de venture capital Andreessen Horowitz (A16z), avaliado em US$ 4,5 bilhões no lançamento, registrou perdas de mais de 40% nos seis primeiros meses do ano. O recuo é muito maior do que as quedas de 10% a 20% registradas por outros fundos de risco, que evitaram a prática de comprar criptomoedas voláteis.

A informação, que não é pública, foi divulgada pelo Wall Street Journal, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

Em 2021, a disparada dos preços das criptomoedas levou milhares de entusiastas e investidores a apostarem alto no ecossistema. E a Andreessen Horowitz foi uma das gigantes que mais acreditaram e arriscaram no setor. Em seu portfólio estão projetos como Maker, OpenSea, Uniswap e Compound.

A empresa de capital de risco desenvolveu uma reputação como o maior VC cripto do Vale do Silício, e em maio do ano passado, estabeleceu seu quarto fundo de criptomoedas – seu maior e o que teve o maior prejuízo. No total, os fundos da empresa contam com mais de US$ 7,6 bilhões arrecadados.

O fundo com perdas de 40% foi formado durante o inverno cripto quando Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) despencaram mais de 70% em relação ao último trimestre de 2021. Ativos mais especulativos focados em finanças descentralizadas (DeFi) e Web3 foram atingidos em cheio, com vários projetos perdendo mais de 90% de suas capitalizações de mercado em menos de um ano.

Leia também

Cripto+

Tokens de renda fixa: como funcionam os ativos digitais imunes ao “inverno cripto”

Tokens do tipo podem entregar um retorno anualizado de 17% a 19% – ou cerca de 1,5% ao mês

O desempenho também reflete o cenário de crise econômica global, com a inflação pós-covid e a guerra na Ucrânia.

De acordo com o portal Pitchbook , a Andreessen Horowitz teve muito menos apetite para investimentos em 2022, fazendo apenas nove aportes em empresas de criptomoedas no terceiro trimestre do ano, em comparação com 26 negociações no último trimestre do ano passado.

Chris Dixon, fundador do braço de criptomoedas da a16z, e um dos primeiros evangelistas da tecnologia blockchain, disse ao Wall Street Journal nesta semana que permanecia calmo em meio à queda nos preços das criptomoedas.

“O que eu olho não são os preços. Eu olho para a atividade empreendedora e desenvolvedora”, disse ao jornal de economia norte-americano antes do rali das criptos que iniciou na tarde de terça-feira (25).

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store