Coin News

Maior mineradora de Bitcoin do mundo pode ficar sem dinheiro até o final do ano

22 Nov, 20223 min readMining
Maior mineradora de Bitcoin do mundo pode ficar sem dinheiro até o final do ano

A Core Scientific, a maior mineradora de Bitcoin de capital aberto do mundo, encerrou outubro com US$ 32,2 milhões em dinheiro e 62 BTC (US$ 975.000) em caixa, mas pode ficar sem dinheiro antes do final do ano.

As informações estão no relatório de lucros do terceiro trimestre da empresa enviado para a Securities and Exchange Commission (SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos) nesta terça-feira (22).

A mineradora alertou pela primeira vez sobre o risco de falência há cerca de um mês, fazendo com que suas ações despencassem 80% na Nasdaq. A mineradora tinha 1.051 BTC e US$ 29,5 milhões em dinheiro no final de setembro.

A Core Scientific é uma das várias mineradoras que lutam para se manter em pé à medida que os preços de energia aumentam e as receitas da mineração diminuem por causa da queda das criptomoedas.

A Compute North entrou com pedido de recuperação judicial no final de setembro, e a Iris Energy recebeu um aviso de inadimplência em seus empréstimos. A Argo Blockchain e a Greenidge Generation também disseram que estão sem dinheiro.

“Prevemos que os recursos de caixa existentes serão esgotados até o final de 2022 ou antes”, disse a Core Scientific no documento enviado à SEC. “Dependendo de nossas suposições sobre o tempo e a capacidade de atingir níveis mais normalizados de receita operacional, as estimativas dos valores de liquidez necessários variam significativamente. Da mesma forma, é muito difícil prever quando ou se os preços do Bitcoin se recuperarão ou os custos de energia diminuirão.”

A mineradora está em negociações com credores para reestruturar sua dívida e levantar capital. Um credor, a BlockFi, foi pego no fogo cruzado do colapso da exchange cripto FTX. A corretora havia prometido resgatar a BlockFi com uma linha de crédito de US$ 400 milhões, e agora não é provável que isso se concretize. A Core Scientific tinha cerca de US$ 54 milhões pendentes para a BlockFi em 30 de setembro.

Leia mais:

A Core Scientific foi afetada pela falência do braço de mineração do credor cripto Celsius, um de seus maiores clientes. A Celsius Mining entrou com pedido de concordata em julho e, em setembro, processou a Core Scientific alegando que a mineradora violou os termos de suspensão automática. A Core Scientific afirma que a Celsius deve US$ 5,2 milhões.

Duas outras empresas processaram a empresa de mineração em novembro: a Sphere 3D e a McCarthy Building Companies. Uma ação coletiva foi movida no mesmo mês nos tribunais do Texas, citando falhas na divulgação de informações importantes aos investidores.

A mineradora estava executando 232.000 máquinas em suas instalações no final do trimestre, respondendo por 13 exahash por segundo (EH/s) de hashrate (poder computacional) e 9,5 EH/s de máquinas hospedadas para outras empresas, de acordo com o relatório. Isso é 8,6% do hashrate global.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store