Coin News

Kraken congela contas da FTX e da Alameda Research para ‘proteger credores’

5 d ago3 min readOther
Kraken congela contas da FTX e da Alameda Research para ‘proteger credores’

A exchange de criptomoedas com sede nos Estados Unidos, a Kraken, informou em sua conta no Twitter que congelou as contas pertencentes ao FTX Group, que recentemente entrou com pedido de recuperação judicial, as contas da Alameda Research, bem como as de seus líderes.

De acordo com a exchange, a decisão ocorreu a pedido das autoridades a fim de proteger os credores das empresas. Além disso, a Kraken informou que o bloqueio não afetou os fundos de outros clientes, afastando os temores dos usuários de que a exchange pode enfrentar problemas de liquidez devido ao congelamento de fundos.

Kraken has spoken with law enforcement regarding a handful of accounts owned by the bankrupt FTX Group, Alameda Research and their executives. Those accounts have been frozen to protect their creditors.Other Kraken clients are not affected. Kraken maintains full reserves.— Kraken Exchange (@krakenfx) November 13, 2022

“A Kraken conversou com a polícia sobre algumas contas de propriedade do falido FTX Group, da Alameda Research e de seus executivos. Essas contas foram congeladas para proteger seus credores, mas outros clientes não foram afetados. A Kraken mantém as reservas completas.”

A exchange destacou que os fundos em questão podem estar relacionados a “fraude, negligência ou má conduta nas operações de FTX”.

Ao Cointelegraph, um porta-voz da Kraken disse que estava monitorando de forma ativa os desenvolvimentos recentes envolvendo a FTX. Além disso, afirmou que a exchange “está em contato com as autoridades”.

“Nós vamos resolver cada conta, caso a caso, e podemos buscar orientação do Tribunal de Falências ou do administrador, conforme apropriado”, acrescentou o porta-voz.

‘Falência’ da FTX

O congelamento das contas por parte da Kraken ocorre depois que a FTX anunciou, no dia 11 de novembro, que o FTX Group, composto por cerca de 130 empresas, incluindo a Alameda Research, entrou com pedido de recuperação judicial do Capítulo 11 nos Estados Unidos. Ao mesmo tempo, o seu fundador, Sam Bankman-Fried, renunciou ao cargo de CEO.

O Capítulo 11 da lei de falências dos EUA permite a uma empresa com dificuldades financeiras continuar funcionando normalmente, dando-lhe um tempo para chegar a um acordo com seus credores. A proteção do Capítulo 11 pode ser requerida tanto pela empresa em dificuldades, quanto por seus credores. Esta ação significa uma vontade de reestruturação da companhia, sob o controle de um tribunal.

Kraken adere ao Proof of Reserve – PoR

A “falência” da FTX e sua suposta má gestão dos fundos dos clientes causou um verdadeiro pânico no mercado de criptomoedas, sobretudo porque o caso pegou a indústria de surpresa. Diante disso, muitas exchanges estão buscando ser mais transparentes sobre suas reservas e a Kraken é uma delas. Assim como a Binance e a OKX, a empresa lançou seu Proof of Reserve (Prova de Reservas, em português).

“Estamos trabalhando para alavancar ao máximo a transparência das blockchains de código aberto em que operam. Nossas auditorias regulares de Prova de Reserva facilitam para os clientes verificarem se os saldos que possuem são lastreados em ativos reais, tudo com apenas alguns cliques em sua conta”, diz a Kraken.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store