Coin News

Justiça determina apreensão de carteiras de bitcoins da ValourInvest

11 Nov, 20223 min readBitcoin
Justiça determina apreensão de carteiras de bitcoins da ValourInvest

A justiça de São Paulo deferiu um pedido de busca e apreensão contra a ValourInvest, empresa que deve ter todas as carteiras de bitcoins confiscadas pelos agentes.

A empresa atuou principalmente em 2019, quando seus rendimentos prometidos ao mês pararam de ser pagos. Muitos investidores não conseguiram sacar dinheiro da plataforma, que logo acabou sendo acusada de golpe.

O caso ficou ainda mais nebuloso quando um dos donos da ValourInvest foi acusado de matar um advogado em São Paulo, que chegou a ter um habeas corpus julgado pelo Ministro do STF, Alexandre de Moraes.

Justiça de São Paulo determina apreensão de carteiras de bitcoins da ValourInvest por dívida de R$ 550 mil

O Livecoins teve acesso a um processo envolvendo a empresa ValourInvest em São Paulo. No caso em questão, um investidor da empresa alega um prejuízo de R$ 500 mil com o golpe sofrido.

Durante o funcionamento do golpe financeiro, a ValourInvest criou um grupo de empresas com a imagem das criptomoedas. A investidores, promessas de lucros fáceis e rápidas eram realizadas.

O descumprimento dos saques levou os clientes a protocolarem na justiça queixas contra empresas do grupo. Entre as principais estão ValourInvest e Matrice Capital.

Ambas as empresas agora serão alvos de buscas e apreensões, após uma decisão judicial deferida nos últimos dias. De acordo com o juiz, a pirâmide tem como sócios suspeitos de fraudes financeiras e suspeitos de homicídio, concordando com o pedido de buscas.

“O autor depositou R$ 500.000,00 nas empresas requeridas, cujos sócios administradores não devolveram o investimento e foram presos, acusados de estelionato, pirâmide financeira, homicídio qualificado etc. Posto isso, com fulcro no art. 300 e ss., CPC, defiro a tutela de urgência para […] 1.4-) decretar a busca e apreensão dos ledger/ token/ prendrive que contêm criptomoedas que estão em posse dos requeridos. 1.5-) determinar a transferência de eventuais ativos financeiros vinculados a tais carteiras para uma conta judicial vinculada a estes autos.”

Várias corretoras e bancos também estão sendo oficiados para responder se os suspeitos possuem valores. Caso qualquer valor seja encontrado, deve ser transferido para a justiça, inclusive carros, navios, entre outros.

Reclamações de clientes nunca foram respondidas

Chama atenção que após o colapso da pirâmide, os clientes do esquema foram abandonados a própria sorte.

Poucas informações foram repassadas, sendo que muitos chegaram a prestar queixas no Reclame Aqui, em vão. O cumprimento de buscas deverá ser realizado em breve após o despacho judicial.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store