Coin News

John McAfee está vivo, afirma ex-namorada em documentário da Netflix

24 Aug, 20223 min readOther
John McAfee está vivo, afirma ex-namorada em documentário da Netflix

Em novo filme lançado pela Netflix nesta quarta-feira (24), o documentário John McAfee: Gênio, Polêmico e Fugitivo revela novas imagens e entrevistas sobre a vida de John McAfee, encontrado morto em junho de 2021 em uma prisão na Espanha.

Enquanto alguns ainda acreditam que McAfee não tenha cometido suicídio, uma ex-namorada de McAfee vai além e afirma que o magnata ainda está vivo, tendo forjado a sua própria morte. Segundo Samantha Herrera, ele estaria morando no Texas.

Além disso, o corpo de McAfee continuou preso em um necrotério da Espanha por meses após a sua morte e não há notícias de que ele tenha sido enviado para os EUA até hoje.

John McAfee está vivo, afirma ex-namorada

Intitulado John McAfee: Gênio, Polêmico e Fugitivo, o filme em destaque na capa da Netflix acompanha seus “caóticos anos como fugitivo”, revelando novas informações sobre a vida conturbada do criador do antivírus que leva seu sobrenome.

Ainda sem nota, já que acabou de ser lançado, o documentário promete competir com o filme de 2016 de nome Gringo: A Perigosa Vida de John McAfee, que acompanhou alguns de seus polêmicos anos em Belize, país da América Central.

Como destaque do novo filme, uma de suas ex-namoradas afirma que McAfee continua vivo. Ao ser questionada sobre a última vez que conversou com John McAfee, Sam Herrara traz revelações espantadoras. Segundo ela, McAfee entrou em contato com ela após sua morte ser divulgada.

“Não se se eu devia falar. Mas, há duas semanas, depois da morte dele, recebi uma ligação do Texas. ‘Sou eu, John. Paguei as pessoas para fingirem que morri, mas não morri. Há somente três pessoas no mundo que sabem que estou vivo.’ E aí me pediu para fugir com ele.”

Curiosamente, tudo indica que seu corpo não tenha sido enviado para os EUA após mais de um ano de sua morte e continua em um necrotério na Espanha. Além disso, muitas pessoas acreditam que McAfee não tenha cometido suicídio, como informado pelas autoridades.

John McAfee e as criptomoedas

Meses antes de sua morte, John McAfee havia sido processado pelos EUA por lavagem de dinheiro e outros crimes. Junto a ele, outro consultor do “McAfee Team” também foi indiciado.

“Como alegado, a McAfee e a Watson exploraram uma plataforma de mídia social amplamente utilizada e o entusiasmo entre os investidores no mercado emergente de criptomoedas para ganhar milhões por meio de mentiras e enganos,” aponta o Departamento de Justiça.

Promovendo dezenas de shitcoins no Twitter, este foi o último legado de um gênio da informática que na década de 80 criou um dos antivírus mais famosos do mundo até hoje.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store