Coin News

Jack Dorsey revela projeto de rede social descentralizada com escolha de algoritmo e portabilidade de conta

6 d ago3 min readOther
Jack Dorsey revela projeto de rede social descentralizada com escolha de algoritmo e portabilidade de conta

O cofundador e ex-CEO do Twitter Jack Dorsey levantou a cortina sobre a mais recente iteração de seu protocolo social ao anunciar o lançamento em versão beta do aplicativo "Bluesky Social". O empreendimento é parte de sua resposta descentralizada ao Twitter.

O anúncio divulgado em 18 de outubro ocorre quase três anos depois que a iniciativa foi anunciada por Dorsey em dezembro de 2019. O objetivo do empreendedor é permitir que os usuários de rede sociais tenham controle sobre seus dados e possam movê-los de plataforma a plataforma sem a necessidade de haver permissão das respectivas empresas controladoras.

O novo protocolo foi renomeado de ADX para Authenticated Transfer Protocol – ou AT Protocol – e é descrito como um “protocolo para aplicativos sociais distribuídos em larga escala” que permitirá portabilidade de contas, escolha algorítmica, interoperabilidade e alto desempenho.

foundational, @at_protocol — jack (@jack) October 18, 2022

fundamental, @at_protocol https://t.co/vMp6VKaxWY

— jack (@jack)

Sob o protocolo, a identidade do usuário será configurada por nomes de domínio no protocolo AT, como “@alice.com”. Estes, então, serão vinculados a URLs criptográficos que protegerão as contas dos usuários e seus dados.

Esses dados também poderão ser transportados de um provedor para outro “sem a perda de nenhum dos seus dados ou gráfico social”.

Outros recursos do protocolo incluem interoperabilidade e desempenho aprimorado, bem como a opção de “escolha algorítmica” – dando aos usuários acesso a “um mercado aberto de algoritmos”, semelhante à maneira como os usuários interagem com os mecanismos de pesquisa da Web são livres para selecionar seus indexadores.

A Bluesky explicou que isso significa que os usuários terão mais controle sobre o que veem e quem alcançam nas plataformas de mídia social usando o protocolo, em vez de esse aspecto ser controlado e manipulado por uma única corporação em busca de engajamento.

A Bluesky descreveu anteriormente seu modelo de moderação de conteúdo como ocorrendo em “várias camadas através do sistema, incluindo algoritmos de agregação, limites baseados em reputação e escolha do usuário final":

“Não há uma empresa que possa decidir o que será publicado; em vez disso, há um mercado de empresas decidindo o que levar para seus públicos.”

Respondendo à pergunta de um usuário no Twitter, Dorsey também confirmou que um usuário poderia escolher a opção “sem algoritmos”.

No entanto, não se tem muitas informações sobre o novo aplicativo social, além de que será "lançado em breve" e que atualmente permite que os usuários se inscrevam em uma lista de espera privada para testar a versão beta antes do lançamento oficial ao público em geral.

A Bluesky observou que atingiu um “limite temporário de inscrições por e-mail” de usuários que se mostraram interessados em testar a versão beta, e que vai mudar o sistema para provedores de lista de e-mail para permitir que as inscrições sejam retomadas.

“Estamos ansiosos para compartilhar mais novidades sobre o aplicativo Bluesky à medida que ele se desenvolve”, disse.

A plataforma social descentralizada pode ser uma resposta à manipulação centralizada de feeds, contas e dados de usuários, que tem sido criticada por ser prejudicial à coesão social.

O CEO da Tesla, Elon Musk, já havia criticado a repressão do Twitter à “desinformação”, ao dizer em abril que, sob sua liderança, o Twitter deveria “relutar em excluir coisas” e banir contas permanentemente. Ele se esforçaria para incentivar a liberdade de expressão de acordo com as leis dos respectivos países.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store