Coin News

Por que investir em tokens de Mecanismo de Solidariedade da FIFA

14 Oct, 20223 min readOther
Por que investir em tokens de Mecanismo de Solidariedade da FIFA

Recentemente,o Cointelegraph publicou com exclusividade a notícia de que a Liqi vai pagar mais de R$ 400 mil para holders do token do Coritiba, um token de Mecanismo de Solidariedade da FIFA.

Com isso, surgiram algumas questões a respeito desse tipo de token e como é o funcionamento do próprio mecanismo em si. Espero sanar as suas principais dúvidas com esse artigo!

Como funciona o Mecanismo de Solidariedade FIFA?

O Mecanismo de Solidariedade FIFA foi uma estratégia desenvolvida para recompensar clubes de futebol que financiaram a formação de um jogador durante os primeiros anos de sua carreira.

Com essa “recompensa” da Fifa, o clube formador no Brasil tem direito a receber uma parte do valor pelo qual é negociada a transferência de jogadores formados por eles. Esse processo é bem básico:

  • O clube formador vende o jogador para outro clube;
  • Já compondo a equipe de outro clube, este jogador pode ser transferido mais uma vez para um terceiro clube;
  • Todas as vezes que o jogador é transferido para um novo clube, o clube formador continua possuindo o direito sobre uma porcentagem do valor das negociações.
  • Assim, o clube que formou os atletas pode receber até 5% da quantia paga pela transferência de jogadores, que pode variar com o tempo em que o jogador esteve no clube de seus 14 aos 23 anos.

    O que é a tokenização do Mecanismo de Solidariedade?

    Quando você realiza a tokenização do Mecanismo de Solidariedade, é criado um token que representa uma fração do valor recebido pelo clube formador no momento da negociação dos jogadores.

    Assim, quem for investir nesse tipo de token, receberá o direito de receber parte dos direitos creditórios que participam do Mecanismo de Solidariedade, relacionados aos atletas formados pelo clube que tokenizou o mecanismo.

    Como funciona o processo de investimento em tokens de Mecanismo de Solidariedade?

    O processo de investimento em um token de Mecanismo de Solidariedade da seguinte forma:

  • o investidor compra uma quantia de tokens;
  • o investidor recebe os direitos;
  • o jogador, que já foi transferido uma vez, é transferido para um novo clube;
  • o clube formador recebe uma porcentagem do valor da transferência de acordo com o mecanismo de solidariedade FIFA;
  • o investidor recebe seu retorno.
  • E qual é o retorno do investimento nesse token?

    Quando pensamos no retorno do investimento em um token de Mecanismo de Solidariedade, existem 3 pontos fundamentais para serem levados em consideração:

  • o retorno do investimento será proporcional ao número de tokens comprados na data de cada pagamento;
  • o mecanismo de solidariedade só passa a valer quando o atleta já está fora do clube formador. Ou seja, no momento em que ele for transferido do clube formador para o primeiro clube, não se enquadra no mecanismo de solidariedade;
  • o retorno irá depender da avaliação e performance do atleta no clube, o que irá influenciar na probabilidade de ele ser transferido para outros clubes e a quantia paga no momento da negociação.
  • Por possuírem um valor baixo, os tokens permitem que mais pessoas tenham acesso ao universo cripto sem precisar desembolsar grandes quantias de dinheiro. É o que eu sempre falo: a tokenização traz a verdadeira democratização dos investimentos e a revolução no mercado.

    As informações contidas neste texto são de responsabilidade do autor e não necessariamente refletem as posições do Cointelegraph Brasil. Esta não pode ser considerada uma recomendação de investimento, cada investidor deve fazer sua própria pesquisa antes de tomar uma decisão.

    Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store