Coin News

“Inútil, sujo e caro”: CEO do JPMorgan volta a criticar o Bitcoin

14 Oct, 20223 min readBitcoin
“Inútil, sujo e caro”: CEO do JPMorgan volta a criticar o Bitcoin

Jamie Dimon, o CEO do JPMorgan, uma das principais instituições financeiras do mundo, voltou a atacar as criptomoedas, classificando o Bitcoin como “caro” e “sujo”, além de chamar mais uma vez os tokens de “Ponzis descentralizados”.

Ao participar de uma conferência do Institute of International Finance (IFF) em Washington na quinta-feira (13), o executivo disse que não entende porque as criptomoedas possuem algum valor, mas elogiou a tecnologia blockchain.

Alegando que o Bitcoin é inútil, Dimon disse que “nunca” comprará criptomoedas e que ninguém se importa com o bitcoin.

“Não entendo porque o bitcoin vale alguma coisa, ele não serve para nada, literalmente ninguém se importa com o Bitcoin.”

Durante sua participação, Dimon repetiu suas várias críticas às criptomoedas e disse que elas são usadas em golpes e esquemas Ponzi descentralizados.

Economia dos EUA

Dimon não prevê uma perspectiva otimista para os EUA, falando sobre a economia do país, o executivo de 66 anos fez um alerta para uma recessão iminente, dizendo que a atual inflação do país pode estimular as taxas de juros a subir mais de 4,5%.

Além disso, ele não vê outra maneira de conter o aumento dos preços dos produtos e expressou sua “plena fé e confiança” nas ações do presidente do Fed, Jerome Powell. Em sua opinião, não há outra maneira de esfriar a economia superaquecida e inchada.

“Essas coisas são enormes turbulências que estão bem na nossa frente – que podem facilmente causar recessão.”

Durante o evento fechado para investidores do JP Morgan, Dimon também criticou duramente o presidente dos EUA, inclusive por tentar atingir metas climáticas absurdas diante da guerra, ou por se humilhar e implorar por petróleo aos sauditas.

“O presidente dos Estados Unidos tem que finalmente se levantar e dizer que podemos não cumprir nossas metas climáticas de 2050 porque esta é uma guerra do c#ralho”, disse Dimon.

Jamie Dimon e criptomoedas

Há menos de um mês, o CEO do banco JPMorgan disse no Congresso dos EUA que as criptomoedas são “esquemas Ponzi descentralizados”. No entanto, ele disse acreditar na blockchain, nas finanças descentralizadas (DeFi), “tokens que fazem alguma coisa” e stablecoins regulamentadas.

“Sou um grande cético de tokens e criptomoedas, o que você chama de moeda, como Bitcoin. São esquemas Ponzi descentralizados. E a noção de que é bom para qualquer um é inacreditável. É perigoso”, afirmou Dimon.

Em outubro do ano passado, Dimon criticou o Bitcoin, dizendo que a criptomoeda era “inútil”. O executivo, no entanto, acrescentou que os clientes do JPMorgan eram “adultos” e ele estava preparado para dar a eles “acesso ao bitcoin”.

Dimon vem criticando as criptomoedas e o Bitcoin repetidas vezes, apesar disso, o banco oferece serviços de criptomoedas para seus clientes institucionais.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store