Coin News

Hacker que roubou R$ 619 milhões em criptos assume crime e aposta que não...

16 Oct, 20223 min readOther
Hacker que roubou R$ 619 milhões em criptos assume crime e aposta que não...

Na última terça-feira (11), a Mango Markets sofria um hack de mais de meio bilhão de reais em criptomoedas. Um dia depois, na quarta-feira (12), a identidade do hacker era revelada em uma investigação, mas Avraham Eisenberg não parece tão preocupado com isso.

Através de suas redes sociais, Eisenberg falou publicamente sobre o assunto pela primeira vez neste sábado (15). Segundo o hacker, suas ações foram legais, não configurando nenhum crime.

Eisenberg está tão confiante que sairá livre dessa que está disposto até mesmo a apostar que não será processado.

“Apostei meus US$ 250 com os US$ 750 de @sarah07144297 que @avi_eisen [Avraham Eisenberg] será acusado de um crime até 31/12/23. Tenho certeza de que paguei demais por isso, mas queria alguma exposição. Vou comprar mais a 15%”, comentou o usuário AG123 no Twitter.

“Quanto você apostaria comigo?”, respondeu o hacker.

How much size would you sell me at 15— Avraham Eisenberg (@avi_eisen) October 14, 2022

Hacker da Mango assume envolvimento no ataque

Sobre sua confissão, Avraham Eisenberg afirmou que estava trabalhando com “uma equipe operou uma estratégia de negociação altamente lucrativa”. Ou seja, o hacker admitiu envolvimento, mas declarou-se inocente das acusações de roubo.

“Acredito que todas as nossas ações foram ações legais de mercado aberto, usando o protocolo conforme projetado, mesmo que a equipe de desenvolvimento não tenha antecipado totalmente todas as consequências de definir os parâmetros do jeito que são”, declarou Avraham Eisenberg.

“Infelizmente, a exchange em que isso ocorreu, a Mango Markets, tornou-se insolvente como resultado.”

Unfortunately, the exchange this took place on, Mango Markets, became insolvent as a result, with the insurance fund being insufficient to cover all liquidations. This led to other users being unable to access their funds.— Avraham Eisenberg (@avi_eisen) October 15, 2022

Seguindo, aponta ter ciência de que os usuários da plataforma ficaram “sem acesso a seus fundos”, mas que estava tentando ajudar o projeto a recuperar tal quantia.

Para isso, Eisenberg fez uma proposta ousada à comunidade da Mango. Ofereceu devolver todo dinheiro de volta caso recebesse US$ 50 milhões (US$ 266 milhões) e tivesse todas acusações liberadas.

Entretanto, a mesma foi rejeitada com 90% dos votos.

Mango recebe R$ 350 milhões de volta

Mesmo com a proposta rejeitada, a Mango afirmou neste sábado (15) que havia recebido US$ 67 milhões (R$ 350 milhões) em várias criptomoedas. Portanto, é possível que o hacker tenha encontrado um acordo para receber os US$ 50 milhões que desejava.

“US$ 67 milhões em várias criptomoedas foram devolvidos à DAO. Vamos nos encontrar na segunda-feira às 15:00 UTC no Discord da Mango para discutir como podemos resolver essa trapalhada.”

$67M in various crypto assets have been returned to the DAO. Let’s meet up on Monday 3 PM UTC on the Mango discord to discuss, how we can sort out this mess.— Mango (@mangomarkets) October 15, 2022

Por fim, ainda não está claro como este acordo está sendo realizado. Afinal, o projeto se intitula uma DAO (Organização Autônoma Descentralizada) e a votação acima mostra uma ampla rejeição à proposta.

Alguns até mesmo supõe que isso seja um “trabalho interno”, ou seja, que os próprios desenvolvedores tenham ligação com o roubo.

“’hack’ ou apenas mais um trabalho interno.”

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store