Coin News

Google investiu mais de R$ 7,7 bilhões em empresas de criptomoedas e blockchain

18 Aug, 20223 min readBlockchain
Google investiu mais de R$ 7,7 bilhões em empresas de criptomoedas e blockchain

Investimentos no criptomercado podem acontecer de maneiras diferentes, de varejistas a corporações, e assim, muitas empresas estão investindo na tecnoloia das criptomoedas, a blockchain.

Várias empresas demonstraram interesse na blockchain e as suas possíveis utilidades nos últimos anos, com o Google sendo o campeão de investimentos, apostando bilhões em empresas que trabalham com blockchain.

A Alphabet, empresa proprietária do Google, foi a grande campeã de investimentos em companhias ligadas ao criptomercado no período entre setembro de 2021 e junho de 2022.

A gigante de tecnologia apoiou 4 empresas do criptomercado com um investimento de mais de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 7,77 bilhões). As companhias que receberam investimentos da empresa foram a Fireblocks, Dapper Labs, Voltage e Digital Currency Group.

40 empresas fizeram investimentos em empresas de blockchain/cripto. Atrás do Google, a empresa que mais investiu foi o fundo BlackRock, com mais de US$ 1,17 bilhão investidos em 3 empresas, a Circle, FTX e Anchorage Digital .

Depois da BlackRock a maior investidora foi a UOB, com 7 investimentos, seguida pelo Citigroup, com 6 e Goldman Sachs com 5 investimentos. Quando consideramos apenas o número de empresas em que foram feitos investimentos, o campeão é a Samsung. A companhia conhecida por seus celulares investiu em um total de 13, com um valor total de US$ 969 milhões

No total, os investimentos durante esses meses em empresas de Blockchain e startups de tecnologia relacionadas a criptomoedas somaram mais de US$ 6 bilhões.

Em termos de onde esses investimentos estavam direcionados, as empresas envolvidas em soluções relacionadas a tokens não fungíveis (NFTs) certamente levaram a maior parte, com um total de 19 empresas do setor.

Bancos também investiram em empresas do criptomercado

O relatório também destaca que, além dessas companhias, houve também um aumento dos investimentos feitos por bancos. Muitas vezes esses investimentos foram feitos diretamente em empresas de criptomoedas, um possível sinal de que o setor bancário não está mais vendo uma situação de rivalidade.

United Overseas Bank foi a segunda empresa a investir em um maior número de empresas de blockchain e de criptomoedas. Mas o banco não foi o único a realizar esse tipo de aposta, outros grandes bancos, como Commonwealth Bank of Australia, BNY Mellon e Morgan Stanley, também aumentaram significativamente suas participações no setor de criptomoedas, enquanto o Citigroup e o Goldman Sachs mantiveram mais ou menos suas posições.

Com isso é possível ver uma maior integração do setor tradicional ao criptomercado, mostrando o interesse dos bancos nessas tecnologias.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store