Coin News

Garota propaganda e acionista da FTX, Gisele Bündchen terá prejuízos com queda da exchange

9 Nov, 20225 min readOther
Garota propaganda e acionista da FTX, Gisele Bündchen terá prejuízos com queda da exchange

O mercado de criptomoedas segue contabilizando os prejuízos da crise de insolvência da exchange de criptomoedas FTX, mesmo após o anúncio de um acordo de aquisição da empresa pela Binance, e uma brasileira ilustre faz parte da lista de investidores prejudicados pela queda do império do ex-bilionário Sam Bankman-Fried (SBF): a modelo Gisele Bündchen.

Em junho do ano passado, durante um breve momento de depressão do ciclo de alta das criptomoedas, Gisele e o agora ex-marido Tom Brady assumiram uma participação acionária na FTX em um acordo que previa o pagamento de bônus em criptomoedas não especificadas na época – alguém pensou no FTX Token (FTT)?

Na ocasião, os dois também tornaram-se embaixadores globais da exchange de SBF, cabendo a Gisele o papel de consultora de iniciativas ambientais e sociais da FTX, com foco em iniciativas para reduzir a pegada de carbono da empresa.

A proximidade de Gisele e Brady com SBF parece ter ido além dos negócios, pura e simplesmente. O então bilionário em ascensão foi responsável por apresentar o universo das criptomoedas ao casal, como declarou Gisele na ocasião, destacando o compromisso assumido em nome da mitigação da pegada de carbono da indústria, um alvo de críticas constantes dos cripto-céticos:

"Foi fascinante conhecer mais sobre o universo cripto! As criptomoedas se tornarão cada vez mais familiares para todos nós com o passar do tempo. O que mais me atraiu nessa parceria foi o potencial de aplicar recursos financeiros para ajudar a regenerar a Terra e permitir que as pessoas levem uma vida melhor, gerando assim uma transformação real em nossa sociedade. Sam e eu somos entusiastas que compartilhamos a crença de que estamos nesta terra por uma razão maior e que todos nós temos um papel na proteção de nosso planeta. Estou ansiosa para trabalhar com a equipe da FTX para criar um impacto positivo em nosso mundo!"

Campanhas publicitárias

Gisele ainda estrelou duas peças publicitárias que obtiveram grande repercussão na época de suas publicações. A primeira foi um comercial em que aparece ao lado do agora ex-marido convocando amigos, conhecidos e outras celebridades a embarcar no universo das criptomoedas através da FTX. A própria Gisele postou o anúncio em seu perfil no Twitter na ocasião.

Hey @kevinolearytv @StephenCurry30 @MiamiHEAT @riotgames @LCSOfficial @TSM, you in? @ftx_official #FTXyouin — Gisele Bündchen (@giseleofficial) September 9, 2021

Em abril deste ano, Gisele esteve ao lado de SBF na conferência Crypto Bahamas, realizada com patrocínio e organização da FTX, em um painel intitulado "Altruísmo Efetivo: Educação, Empoderamento e Meio Ambiente". Na ocasião foi divulgada uma peça publicitária da FTX para divulgação em meios impressos estrelada por Bündchen e SBF.

Gisele Bündchen e Sam Bankman-Fried em peça publicitária da FTX. Fonte: Divulgação

O anúncio que foi veiculado em revistas tradicionais como Vogue, Vanity Fair e The New Yorker mostra a modelo brasileira ao lado de Sam Bankman-Fried e destaca o comprometimento da FTX com iniciativas de impacto social e ambiental.

Em uma das peças, ao lado da imagem de Bündchen, um texto em primeira pessoa afirmava:

"Eu estou dentro com a FTX porque nós compartilhamos a paixão comum de criar uma mudança positiva."

Separação e falência

Pouco mais de um ano depois, todas as ilusões parecem ter se dissipado, com o anúncio do fim do casamento em um divórcio amigável e a redução a pó do valor de mercado da FTX. De acordo com uma avaliação recente da Bloomberg, a FTX atualmente vale apenas US$ 1.

Por sua vez, SBF está prestes a perder a condição de bilionário e menino prodígio da indústria, em uma queda abrupta e inesperada que o obrigou a entregar o seu império – embora já em ruínas – ao seu maior rival para evitar a falência.

Embora o ocaso da FTX não deva abalar sensivelmente a fortuna da modelo estimada em US$ 400 milhões à época do anúncio do divórcio, Gisele vai amargar as perdas ao lado de outros investidores de peso.

De acordo com informações disponíveis no site Dealroom.co, fundos de investimento e de capital de risco que têm participação na exchange insolvente incluem pesos pesados como o SoftBank, a Sequoia Capital, a Pantera Capital, a BlackRock, a Tiger Global Management, a Coinbase Ventures, a Multicoin Capital e os magnatas Alan Howard e Paul Tudor Jones, entre outros.

SBF publica carta aos acionistas

Na quarta-feira, 8, SBF publicou uma carta aberta explicando-se aos acionistas da FTX. Logo no primeiro páragrafo, o executivo pede desculpas por ter estado inacessível diante dos últimos acontecimentos:

"Peço desculpas por ter me mantido inacessível nos últimos dias. Eu gostaria de ter sido mais comunicativo durante este processo, mas infelizmente não consegui; as coisas aconteceram de forma dinâmica."

No restante do texto, SBF afirma que sua prioridade número um no momento é proteger os clientes da exchange e a indústria como um todo. Em segundo lugar, promete focar nos acionistas. Em seguida, afirma que não tem mais detalhes a oferecer no momento, mas diz que "proteger nossos acionistas é nossa prioridade máxima depois das prioridades inegociáveis."

SBF também declara que não tem uma "resposta perfeita" para o significado do acordo de compra e venda fechado com a Binance porque os "detalhes ainda estão sendo negociados."

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, novas teorias sobre a queda da FTX foram levantadas a partir de uma análise de dados on-chain que mostram a emissão e a transferência de 173 milhões de tokens FTT em uma transação realizada em setembro que teria sido motivada para salvar a Alameda Research da insolvência.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store