Coin News

Fundação Ethereum aprova EIP-3475 e possibilita emissão de títulos de dívida no Ethereum

25 Aug, 20223 min readEthereum
Fundação Ethereum aprova EIP-3475 e possibilita emissão de títulos de dívida no Ethereum

Embora o foco atual esteja no lançamento do The Merge em setembro, a Fundação Ethereum aprovou a proposta EIP-3475, em parceria com o protocolo D/Bond. De acordo com o anúncio do D/Bond, a EIP-3475 permitirá a emissão de títulos de dívida na blockchain Ethereum.

A aprovação da proposta cria um novo padrão de tokens no Ethereum, o ERC-3475, que corresponde a tokens representando dívidas. Por meio deste padrão, indivíduos e instituições poderão emitir títulos e derivativos em mercados secundários.

De maneira geral, o padrão ERC-3475 tem o mesmo objetivo que a parceria da Blockstream com o governo de El Salvador: a emissão de títulos em blockchain. O país anunciou planos de emitir títulos de dívida em blockchain e lastreados no Bitcoin (BTC), mas o projeto ainda não saiu do papel.

Fundação Ethereum e D/Bond criam novo padrão

O padrão ERC-3475 não é uma criação da Fundação, mas sim do protocolo D/Bond. Em um anúncio publicado na quarta-feira (24), o protocolo confirmou que a Fundação utilizará o novo padrão. Dessa forma, a Interface de Programação de Aplicativos (API) do Ethereum contará com o novo tipo de token.

“A Fundação avaliou e debateu o padrão de token ERC-3475, considerando-o seguro, completo e pronto para ser apresentado não apenas aos especialistas, mas a todos os entusiastas da Web 3.0 e de finanças descentralizadas (DeFi)”, disse o anúncio.

O padrão ERC-3475 permitirá que qualquer pessoa ou instituição crie títulos personalizados dentro do Ethereum. Nesse sentido, empresas poderão captar empréstimos em Ether (ETH) criando tokens de dívida através da própria blockchain. É provável que governos também consigam fazer isso.

Além disso, o padrão ERC-3475 transformará DeFi e Web 3.0 e aumentará ainda mais sua adoção. O D/Bond prevê que os títulos no Ethereum serão a próxima classe de ativos inovadora no DeFi, superando staking e trocas de ativos.

Inicialmente, a emissão de instrumentos de renda fixa em blockchain não era possível, pois os padrões de token existentes não podiam lidar com títulos. No caso dos Bitcoin Bonds, El Salvador utilizaria uma sidechain chamada Liquid para emitir seus títulos, que já possui a infraestrutura mas não um token específico de títulos.

No Ethereum, o padrão ERC-20 é o mais utilizado por empresas que querem captar recursos e financiar suas atividades. Contudo, ele não é compatível com a emissão de várias classes de títulos, incluindo títulos de dívida. O ERC-20 também não permite o armazenamento da lógica de recompensa e resgate na cadeia, o que eleva a taxas de gas da rede.

Novo padrão reduzirá as taxas de gás

Por falar em taxas, o padrão ERC-3475 também otimiza processos e leva a redução expressiva nas taxas da rede. Isso ocorre porque, ao contrário de outros padrões, o ERC-3475 elimina a necessidade de emitir contratos sempre que um novo par de provedores de liquidez é adicionado.

Assim, o uso do pool de várias camadas ajuda a evitar vetores de ataque comuns, como uma perda temporária. E por não precisar emitir novos contratos com frequência, o custo de uso diminui, tornando o padrão mais atrativo para utilização.

Mesmo com várias inovações, o mercado de criptomoedas carece de veículos ou trocas de investimento em títulos. O D/Bond ajudará a introduzir negociações, investimentos, empréstimos e empréstimos de títulos no Ethereum.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store