Coin News

FTX pode ter pausado saques, apontam dados on-chain

8 Nov, 20223 min readEthereum
FTX pode ter pausado saques, apontam dados on-chain

Informações do The Block apontam que a FTX pode ter pausado os saques de pelo menos três criptomoedas — ETH, SOL e TRX — na manhã desta terça-feira (8). Indo além, isso também pode significar que todos os tokens, incluindo stablecoins, estejam na mesma situação.

Tudo começou após rumores de insolvência da Alameda Research, empresa afiliada da FTX, com vários gigantes atacando a corretora. Um deles foi Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance, principal rival da FTX.

Com isso, muitos clientes começaram a sacar suas criptomoedas da corretora, causando um gigante backlog, fazendo com que os saques de bitcoin demorassem até 6 horas para serem concluídos.

Crise na FTX

Desde a terça-feira passada (1º), o token nativo da corretora já perdeu 43% de seu valor. A maior queda ocorreu nesta terça-feira (8), com o FTX Token (FTT) caindo 32% e atingindo seu menor nível desde janeiro de 2021.

O motivo está relacionado ao medo dos investidores que acreditam que a corretora esteja insolvente, ou seja, incapaz de honrar os saques dos clientes. O pânico aumentou nesta manhã com o The Block afirmando que a FTX pode ter pausado os saques.

“Parece que a FTX parou de processar saques on-chain, pelo menos de suas principais carteiras identificadas no Ethereum, Solana e Tron”, disse Steven Zheng, analista de pesquisa do The Block. “Isso é estranho, pois presumivelmente ainda há pessoas na fila esperando por suas retiradas”.

No momento, a FTX é uma das três maiores corretoras por volume de negociação, ficando atrás apenas da Binance e da americana Coinbase.

Além de não responder ao The Block, tanto a corretora quanto seu CEO, Sam Bankman-Fried, ainda não foram vistos nas redes sociais nesta terça-feira, deixando investidores ainda mais apreensivos.

Bitcoin em queda de 6% nesta terça-feira, culpa pode ser da FTX

Enquanto isso, o Bitcoin acompanhou a queda do FTT e despencou 6% nas últimas 24 horas, voltando a ser negociado abaixo dos US$ 19.500 após duas semanas de recuperação.

Muitos acreditam que isso tenha relação com os problemas da FTX. Afinal, a quebra de uma das maiores corretoras do mercado teria consequências incalculáveis para o mercado.

Por fim, ainda é cedo para saber se a FTX está realmente insolvente. Entretanto, os saques em massa estão sendo um teste de fogo para a corretora que ficou famosa nos últimos meses por adquirir ativos de empresas falidas, como da gigante Voyager.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store