Coin News

FTX deve mais de R$ 16 bilhões aos 50 principais credores, mostram documentos judiciais

2 h ago3 min readOther
FTX deve mais de R$ 16 bilhões aos 50 principais credores, mostram documentos judiciais

A exchange de criptomoedas FTX informou à Justiça, no âmbito de seu processo de recuperação judicial, que deve mais de US$ 3,1 bilhões (R$ 16,6 bilhões) a seus 50 maiores credores.

Em documentos judiciais submetidos ao tribunal de falências de Delaware no dia 19 de novembro, a FTX forneceu uma lista de alguns de seus maiores credores, que não são membros da empresa. Embora os nomes na lista não sejam públicos, o documento dá uma ideia da extensão do colapso da exchange fundada por Sam Bankman-Fried.

Conforme mostra o documento, a FTX deve ao seu maior credor pouco mais de US$ 276 milhões (R$ 1,5 bilhão). Ao segundo, deve cerca de US$ 203 milhões (R$ 1,08 bilhão) e ao terceiro US$ 174 milhões (R$ 932 milhões). Essa terceira reivindicação pode ser do credor cripto Genesis Global Capital. Embora a identidade do credor seja anônima, o número bate com o que divulgou há pouco tempo a Genesis Trading, que controla a plataforma de empréstimos.

As part of our goal in providing transparency around this week’s market events, the Genesis derivatives business currently has ~$175M in locked funds in our FTX trading account. This does not impact our market-making activities.— Genesis (@GenesisTrading) November 10, 2022

“Como parte de nosso objetivo de fornecer transparência em torno dos eventos de mercado desta semana, o negócio de derivativos da Genesis atualmente possui cerca de US$ 175 milhões em fundos bloqueados em nossa conta de negociação FTX. Isso não afeta nossas atividades de criação de mercado”, tuitou a Genesis Trading no dia 10 de novembro.

Credores da FTX

Enquanto isso, ao seu menor credor (entre os 50 principais), a FTX deve US$ 21 milhões (R$ 112 bilhões). Qualquer credor com menos de US$ 21 milhões não entrou na lista. Isso significa que o total que a FTX deve é muito maior. Além disso, vale destacar que na semana passada a empresa informou que a lista de credores pode passar de 1 milhão.

De acordo com o documento, a dívida não envolve nada devido a pessoas de dentro da empresa. Ao mesmo tempo, pode sofrer alterações à medida que mais informações caso haja mais informações. A FTX anexou uma nota à lista, explicando que os fundos não estão atualmente acessíveis à empresa.

“A lista dos 50 principais tem base nas informações de credores atualmente disponíveis dos devedores, incluindo informações de clientes que puderam ser visualizadas, mas não estão acessíveis no momento”, diz o documento, preparado por advogados de falências da FTX.

Antes da submissão deste arquivo com os 50 principais credores da FTX, anexou-se ao processo uma moção para ocultar as reter informações sobre quem são os credores da FTX e seus dados pessoais. Isso porque a divulgação dos nomes das empresas poderia dar aos concorrentes “uma vantagem injusta para contatar e roubar esses clientes”. Consequentemente, isso poderia interferir na capacidade dos devedores de vender seus ativos.

Além disso, a referida moção determinou a produção da lista dos credores da FTX em um único arquivo. De acordo com o documento, essa decisão foi tomada em razão da manutenção desorganizada de registros, bem como tempo e recursos limitados.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store