Coin News

Freiras constrem igreja com ajuda de bitcoin e promovem criptomoeda para fiéis

17 Oct, 20224 min readBitcoin
Freiras constrem igreja com ajuda de bitcoin e promovem criptomoeda para fiéis

Como muitas outras cidades do mundo, Kansas City, no estado de Missouri, EUA, possui muitas igrejas em meio aos seus campos, e uma delas chama atenção não pela construção, mas sim pela forma que foi construída: Financiada com Bitcoin.

De acordo com informações do Bitcoin Magazine a igreja católica foi construída há cerca de três anos graças ao Bitcoin, e agora serve como centro de oração para vinte freiras, que além de cumprirem sua religião católica, aproveitam os benefícios da maior criptomoeda do mundo e tentam mostrar para outros quais são esses benefícios.

A igreja das Beneditinas de Maria, Rainha dos Apóstolos, usou diferentes doações em Bitcoin para a construção e reforma de seu templo, sem ter a necessidade de buscar empréstimo bancário ou acabar com uma grande dívida.

A Igreja do Priorado, como é chamada na comunidade religiosa, foi erguida com ajuda de doações em bitcoin. Desde então a Igreja acolhe eventos litúrgicos e eucarísticos que são registrados e publicados no site oficial da igreja.

Padre apoiador do Bitcoin quer trazer o ‘Padrão Bitcoin’ para outras igrejas

Quando pensamos em padres, a última coisa que vem em mente é alguém que seja orange pilled e que entende sobre o criptomercado e a sua importância para o futuro, mas esse é o caso de Mateo Bartulica, capelão da igreja que promoveu o uso do Bitcoin entre as freiras.

Bartulica acredita que a vida na abadia das freiras equivale a uma cidadela bitcoiner, como Bitcoin Beach, em El Salvador. Ele também disse à Bitcoin Magazine que, com a cidadela, os religiosos “ajudarão a reconstruir a civilização no século 21”, tal como a Ordem de São Bento ajudou a reconstruir a civilização ocidental após a queda de Roma.

O padre emite opiniões similares a de Jimmy Song, maximalista bitcoiner que defendeu que uma das virtudes do Bitcoin é a prudência, traduzida em baixas preferências temporárias, “o que seria planejamento para o futuro.”

“A vida monástica que eles levam na abadia é provavelmente o maior exemplo de baixa preferencial no tempo pois tenta passar tradições para as gerações futuras. Isso também tem um grande impacto na cultura, porque não se trata apenas de satisfazer os desejos imediatos, mas de construir um futuro melhor”, explicou bartulica.

Bartulica ensinou as irmãs a usar carteiras de hardware e as ensinou a enviar, receber e entender mais sobre a ideia do Bitcoin. Ele está em uma missão para converter paróquias católicas locais para o Padrão Bitcoin.

Comunidade do Bitcoin se uniu para a construção da igreja

A construção da igreja veio graças às generosas doações de Bitcoin feitas em 2017, o ano em que o Bitcoin explodiu em popularidade e preço, atingindo pela primeira vez a marca dos US$ 20 mil.

Essas doações permitiram que a ordem das freiras pagasse a construção da igreja sem a necessidade de envolver processos tradicionais, como financiamentos. Uma das freiras, Madre Cecilia descreveu seu primeiro encontro com Bitcoin em 2017:

“Eles [ doadores de Bitcoin] sabiam que precisávamos construir a Igreja e, cara, isso nos ajudou! Quero dizer, uau, que bênção. Sem isso, ainda estaríamos pagando um empréstimo para este belo edifício.”, disse Cecilia.

Com isso, apesar da reputação que os Bitcoiners possuem de serem acumuladores e que não circulam suas moedas, a generosidade brilhou e as freiras conseguiram vender os lucros (livres de impostos) com o objetivo de construir sua igreja.

“Tivemos um sucesso tão bonito com várias doações de bitcoin muito grandes para ajudar a construir esta casa de oração. (…) Algo que vai durar, algo que será passado de geração em geração, para durar mil anos, este belo monumento para a glória de Deus.” concluiu Madre Cecília.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store