Coin News

Foxbit lança token atrelado a royalties de sucessos da música brasileira com rentabilidade anual estimada de 12% a 20%

21 Oct, 20223 min readOther
Foxbit lança token atrelado a royalties de sucessos da música brasileira com rentabilidade anual estimada de 12% a 20%

A exchange de criptomoedas brasileira Foxbit acaba de lançar um token atrelado aos royalties de mais de 1.000 grandes sucessos de artistas da música sertaneja e do pop brasileiro, incluindo faixas de Marília Mendonça, Maiara e Maraísa, Capital Inicial, entre outros.

A partir de um investimento mínimo de R$ 350, os investidores têm assegurada a participação sobre cada execução pública das obras atreladas ao Foxbit Music Token (FXMUSIC-S01), seja em plataformas de streaming ou em veículos de mídia tradicional, como rádio e televisão. Ao todo, serão disponibilizados 1.951 tokens para comercialização.

Democratizando os ativos para além dos tradicionais e buscando sempre inovar a forma como as pessoas investem, a Foxbit trouxe mais um ativo para você investir com facilidade e segurança.Chegou o Foxbit Music Token!Saiba mais: — Foxbit (@foxbit) October 19, 2022

A Foxbit destaca que o mercado fonográfico brasileiro movimentou R$ 2,1 bilhões em 2021 – foi o sexto ano consecutivo de crescimento do setor.

Segundo a Foxbit, obras do gênero sertanejo, que compõem boa parte do catálogo subjacente ao token, respondem atualmente por mais de 30% do mercado musical brasileiro, tornando o ativo bastante atrativo para aqueles investidores em busca de diversificação de seus portfólios de investimento:

"Além de ser uma ótima opção para diversificar sua carteira com um investimento de rentabilidade estimada superior aos investimentos tradicionais, o Music Token é um ativo que apresenta estabilidade nos recebíveis, já que são músicas que estão sempre presentes em shows, streamings e programas de TV."

Os dividendos são distribuídos mensalmente ao longo de um período de 48 meses contados a partir de novembro deste ano. De acordo com as informações divulgadas pela Foxbit, estima-se que a rentabilidade média anual do Foxbit Music Token fique entre 12,09% a 20%, dependendo do número de execuções que as faixas venham a contabilizar no período.

A exchange disponibiliza em sua plataforma um simulador para que os investidores possam projetar potenciais rendimentos a partir da compra do token. Segundo as estimativas da própria Foxbit, a partir de um investimento de R$ 1.000, em um cenário pessimista, em um ano, os investidores teriam um retorno de R$ 357; em um cenário base, R$ 495; e em um cenário otimista, R$ 695.

Projeção de rendimentos do Foxbit Music Token. Fonte: Foxbit

Ainda de acordo com a Foxbit, o token oferece aos investidores uma opção de diversificação do portfólio desvinculada das oscilações dos mercados tradicionais e de criptomoedas. Os riscos seriam restritos a alterações drásticas no cenário econômico brasileiro, capazes de provocar quedas significativas nas receitas dos artistas e uma possível retração do mercado cultural, afetando a produção de shows e eventos. Além disso, a pirataria também pode impactar negativamente o recolhimento dos royalties.

Os valores investidos no Foxbit Music Token não poderão ser resgatados antes do período de 48 meses, a contar de novembro de 2022. No entanto, a exchange informa que permitirá que o token seja negociado no mercado secundário.

Não há cobrança de taxas para o investidor do FXMUSIC-S01, a não ser que ele opte por negociá-lo no mercado secundário nesse caso. Nesse caso, haverá a incidência de uma taxa de 5% sobre o valor a ser resgatado.

A tokenização de royalties musicais amplia a oferta de ativos digitais atrelados a bens e produtos reais no mercado brasileiro. Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, os mercados imobiliário, automobilístico, ambiental e agropecuário, entre outros, estão incorporando a tokenização como um modelo alternativo e complementar de empreendimento comercial.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store