Coin News

Focada em fan tokens, Chiliz aumenta sua equipe profissional em 70% apesar do inverno cripto

17 Oct, 20224 min readOther
Focada em fan tokens, Chiliz aumenta sua equipe profissional em 70% apesar do inverno cripto

Especializada no lançamento e na administração de fan tokens, a Chiliz (CHZ) continuou a expandir sua força de trabalho, apesar do atual ciclo de baixa do mercado, refletindo a tendência de crescimento deste nicho do mercado de criptomoedas.

O mercado de criptomoedas sofreu uma grande liquidação em 2022 – sua capitalização total caiu 60% desde o início do ano. Algumas grandes empresas de criptomoedas, incluindo Coinbase e Gemini tiveram que cortar sua força de trabalho em 10% a 20%, para manter as operações e continuar atendendo seus clientes.

Embora um grande número de empresas de criptomoedas esteja enfrentando desafios em meio ao inverno cripto deste ano, a indústria de fan tokens tem mostrado alguma resiliência.

A Chiliz aumentou o número de funcionários da empresa em mais de 70% este ano, à medida que a empresa continuou a expandir sua presença global , disse o CEO da Chiliz e Socios, Alexandre Dreyfus, ao Cointelegraph.

De acordo com Dreyfus, a força de trabalho da Chiliz agora conta com mais de 300 funcionários em tempo integral operando nos novos escritórios abertos este ano na Suíça e nas cidades de Miami, Londres, Milão e São Paulo. A empresa também está contratando novos talentos para escritórios em Madri, Malta, Lyon e Istambul.

“Ampliamos nossa equipe e nossa presença global de maneira muito significativa”, disse Dreyfus, acrescentando que a Chiliz sobrevivera com sucesso ao grande inverno cripto anterior. “Já passamos por condições de mercado semelhantes a essa no passado”, afirmou, lembrando que a empresa foi fundada em 2018.

A onda de contratações de Chiliz reflete uma tendência crescente na indústria de fan tokens em 2022. De acordo com dados do agregador CryptoSlam, os volumes mensais de vendas globais de fan tokens aumentaram cerca de 200% desde o início do ano, atingindo cerca de US$ 6,4 bilhões em setembro. Em janeiro, esses volumes somaram US$ 2,2 bilhões.

Embora os volumes de vendas de fan tokens de fãs tenham aumentado, a tendência foi exatamente oposta para os tokens não fungíveis (NFTs), de acordo com dados do CryptoSlam. Os volumes mensais de vendas globais de NFT encolheram 88%, de US$ 4,8 bilhões em janeiro para US$ 550 milhões em setembro de 2022, enquanto os volumes de negociação caíram 98% desde o início do ano.

A escalabilidade pode ser uma das possíveis razões por trás do sucesso da indústria de fan tokens, de acordo com Dreyfus. “Os fan tokens são o único ativo digital que pode oferecer escalabilidade acessível para permitir que milhões de usuários acessem essas comunidades”, disse ele.

Ao contrário dos NFTs, os fan tokens são ativos digitais fungíveis, o que significa que são intercambiáveis e todos os tokens têm o mesmo valor a qualquer momento. Dreyfus afirmou:

“Os NFTs foram louvados por seus muitos casos de uso, com a capacidade de formar comunidades em torno de detentores de tokens. A questão é que a cunhagem de alguns milhares de NFTs é uma iniciativa muito cara.”

O CEO apontou que os tokens de fãs não se destinam a competir com os NFTs, pois os dois tipos de tokens se complementam. Dreyfus também mencionou que a Chiliz tem uma estratégia robusta em torno de NFTs, pois eles desempenham um papel importante na visão da empresa:

“Não se trata de superar os NFTs. Fan tokens são um produto e NFTs são uma tecnologia que é parte integrante de nossa oferta de produtos. Eles são uma das maneiras de recompensar os detentores de fan tokens, por exemplo.”

Apesar de ter algumas iniciativas na indústria de NFTs, a Chiliz continua comprometida com os fan tokens como foco principal da empresa. “Ainda estamos com menos de 1% do nosso potencial”, acrescentou Dreyfus.

Fan tokens são um tipo de criptomoeda projetada para fornecer benefícios à comunidade de agremiações esportivas, bandas e outros grupos sociais. A plataforma Chiliz e a plataforma de engajamento de fãs Socios.com estabeleceram parcerias para o lançamento de fan tokens com dezenas de organizações esportivas em todo o mundo, incluindo FC Barcelona, Juventus, Paris Saint-Germain, Flamengo, Corinthians e Internacional, entre outras.

Em março de 2022, a Chiliz lançou a rede de testes para sua nova rede blockchain de camada 1 Chiliz Chain 2.0, também conhecida como CC2. Espera-se que o lançamento completo da CC2 ocorra no quarto trimestre de 2022.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store