Coin News

Fintech Alter anuncia encerramento de atividades e orienta clientes a sacar seus Bitcoins da plataforma

6 d ago3 min readBitcoin
Fintech Alter anuncia encerramento de atividades e orienta clientes a sacar seus Bitcoins da plataforma

A fintech brasileira especializada em serviços de compra, venda e custódia de criptomoedas Alter anunciou que descontinuará seus serviços em 6 de agosto e orientou seus clientes a transferirem seus saldos em Bitcoins (BTC) e reais para outras plataformas.

O Alter havia sido comprado por R$ 25,9 milhões pela Méliuz em julho do ano passado, como parte dos planos de expansão da empresa especializada em programas de fidelidade e serviços de cashback de se tornar um banco digital completo. Assim, clientes do Alter têm a opção de transferir seus reais e criptomoedas para uma conta da Méliuz gratuitamente.

De acordo com informações disponibilizadas no site da Alter, os reais podem ser transferidos mediante a criação de uma nova chave Pix vinculada a uma conta na plataforma da Méliuz. Para transferências de Bitcoins, basta que os usuários aceitem o termo de consentimento disponibilizado pelo Alter em seu aplicativo.

O comunicado do Alter também informa que, a partir de 28 de julho, "qualquer Bitcoin remanescente na conta Alter será transformado em reais com base na cotação do dia". Assim, aqueles que optarem por manter suas posições em BTC precisam realizar a transferência para outra plataforma no máximo até a próxima terça-feira. Após 6 de agosto, "não será possível manter seus reais em sua AlterConta", informa ainda a nota publicada no site.

Ao optarem por transferir seus fundos para uma conta na Méliuz, os clientes do Alter terão direito a todos os benefícios proporcionados pela empresa. Isso inclui serviços de cashback em compras realizadas em lojas físicas ou em estabelecimentos on-line, cartão de crédito sem anuidade, cartão de conta pré-pago, além do serviços de compra e venda de Bitcoin e de uma conta digital 100% gratuita, como o Alter já oferecia.

Alter

A Alter nasceu como Alterbank em 2018 e foi uma das primeiras fintechs de criptomoedas do Brasil a firmar parceria com operadoras de cartão depois que a Visa e a Mastercard encerraram seus serviços para empresas do setor em 2017.

Anunciada em 2019, a parceria com a Visa permitiu à empresa oferecer cartões de crédito que podem ser carregados com criptoativos e usados para gastos cotidianos.

No ano passado, o Alter foi eleito pelo tradicional programa de tv e site da internet Pequenas Empresas & Grandes Negócios como uma das 100 startups mais promissoras do Brasil.

Ao adquirir o Alter, passado a oferecer o serviço de compra e venda de Bitcoin através de seu ecossistema de serviços, a Méliuz se posicionou como outras empresas populares de meios de pagamento, como a 99 e o Mercado Livre. Ambas passaram a oferecer aos seus usuários a possibilidade de comprar Bitcoin através de suas plataformas no final do ano passado, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store