Coin News

Fidelity Crypto, gigante abre lista de espera para novo serviço de Bitcoin e Ethereum

11 min ago3 min readBitcoin
Fidelity Crypto, gigante abre lista de espera para novo serviço de Bitcoin e Ethereum

Em atualização de seu site, a Fidelity anunciou a criação de um serviço de compra e venda de Bitcoin e Ethereum. Chamado Fidelity Crypto, o serviço não cobrará taxas de negociação e estará disponível no seu aplicativo de investimentos.

No passado, a gigante começou a oferecer investimentos em Bitcoin em planos de aposentadoria nos EUA, os chamados 401(k). Portanto, este é mais um passo na direção do Bitcoin, ativo apontado pela própria Fidelity como “sem concorrentes”.

Já na sessão de perguntas e respostas, a Fidelity informa que a escolha das duas criptomoedas, Bitcoin e Ethereum, está relacionado aos seus tamanhos. Entretanto, nota que está avaliando a expansão do serviço para permitir a negociação de outras criptomoedas.

Fidelity apresenta novo serviço para clientes de varejo

Embora investidores institucionais pareçam estar dominando o mercado nos últimos anos, a Fidelity está apostando em clientes de varejo. Através de seu novo serviço, chamado Fidelity Crypto, a gigante permitirá a negociação de Bitcoin e Ethereum dentro de seu app.

“Entre na lista de acesso antecipado para negociar bitcoin e ethereum e descubra recursos educacionais que tornam as criptos muito menos enigmáticas.”

Get on the early-access list to trade bitcoin and ethereum and discover educational resources that make crypto a lot less cryptic. — Fidelity Investments (@Fidelity) November 3, 2022

Ainda sem data de lançamento, o serviço está em um processo de pré-lançamento. Ou seja, investidores interessados podem registrar-se com antecedência e esperar a liberação do mesmo.

Tendo sede nos EUA, vale notar que o serviço só estará disponível para americanos, ao mesmo em um primeiro momento. Contudo, devido à natureza descentralizada das criptomoedas, nada impede que a empresa expanda seus serviços para outros países.

Outro ponto notável são as taxas, afinal elas não existirão. Entretanto, a Fidelity nota que cobrará um spread de até 1%, ou seja, terá taxa, mas com outro nome.

“A Fidelity Digital Assets coletará um spread (avaliado em não mais de 1%) calculado como a diferença entre o preço pelo qual você compra ou vende criptomoedas em sua conta Fidelity Crypto e o preço que a Fidelity Digital Assets preenche seu pedido.”

Gigantes invadem o setor de criptomoedas, mas Binance segue dominante

Além da Fidelity, outras gigantes do mercado tradicional também estão de olho nas criptomoedas. Como exemplo, podemos citar a BlackRock e seu fundo de Bitcoin, bem como o serviço Datonomy do Goldman Sachs, apresentado nesta quinta-feira (3).

Mesmo assim, a Binance ainda segue aumentando sua dominância no mercado. Segundo dados trimestrais do CoinGecko, a corretora ultrapassou a marca de 50% pela primeira vez no último mês de agosto.

Já no Brasil, os números causam ainda mais espanto conforme a Binance já domina 64% do mercado brasileiro, mesmo ainda sem sede em nossas terras.

Portanto, é possível que a entrada de gigantes como a Fidelity possam ameaçar a dominância da Binance no longo prazo. De qualquer forma, quem ganha são os usuários, com cada vez mais opções para negociar Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas, também aumentando a adoção destes ativos.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store