Coin News

FBI pede que plataformas DeFi aumentem medidas de segurança e alerta contra vulnerabilidades

30 Aug, 20222 min readDeFi
FBI pede que plataformas DeFi aumentem medidas de segurança e alerta contra vulnerabilidades

O Federal Bureau of Investigation (FBI) pediu às plataformas de finanças descentralizadas (DeFi) que reforcem as medidas de segurança e alertou os investidores contra possíveis vulnerabilidades nas redes blockchain.

O alerta do FBI ocorre em meio a diversos ataques relevantes em plataformas DeFi, que não usam terceiros para realizar transações financeiras na blockchain, este ano, que incluem o hack da Ronin Network (RON), focada em jogos, de quase US$ 650 milhões.

Entre janeiro e março de 2022, criminosos cibernéticos roubaram US$ 1,3 bilhão em criptomoedas, quase 97% dos quais foram roubados das plataformas DeFi, disse o FBI citando um relatório da empresa de análise de blockchain Chainalysis.

De acordo com o FBI, os criminosos geralmente invadem as plataformas DeFi iniciando uma vulnerabilidade de empréstimo em flash, explorando a verificação de assinatura ou manipulando pares de negociação.

Neste cenário, a agência pede aos investidores que façam suas devidas diligências ao usarem plataformas DeFi, buscando sempre aquelas que realizaram auditorias ou que já existam há algum tempo.

A expectativa, segundo o FBI, é que as plataformas DeFi comecem a instituir análises, monitoramento e testes em tempo real. As plataformas também devem ter um plano para combater ataques cibernéticos e alertar os investidores, acrescentou o escritório.

No início deste ano, o FBI uniu-se ao LinkedIn para combater fraudadores que usavam a plataforma de rede profissional para atrair investidores para esquemas de criptomoedas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store