Coin News

Faraó dos bitcoins declara R$ 60 milhões ao TSE como candidato a Deputado Federal

16 Aug, 20223 min readBitcoin
Faraó dos bitcoins declara R$ 60 milhões ao TSE como candidato a Deputado Federal

O famoso “faraó dos bitcoins” é o mais novo candidato a Deputado Federal pelo Rio de Janeiro e já oficializou junto ao TSE sua intenção a uma vaga na Câmara. Preso durante a Operação Kryptos em 2021, há um ano, ele segue na cadeia.

Apesar de ser conhecido como faraó, Glaidson Acácio dos Santos tenta se desvincilhar dessa imagem em sua candidatura.

Isso porque, ao escolher e ser aceito pelo partido Democracia Cristã (DC), ele tenta passar uma imagem diferente da de um prisioneiro, acusado de vários crimes com organização criminosa, inclusive de ser o líder de um grupo de extermínio e ter ligações com um ex-piloto de Pablo Escobar.

De qualquer forma, a situação do candidato ainda não é definitiva.

Faraó dos bitcoins sai como candidato a Deputado Federal pelo Estado do Rio de Janeiro

Um após ser preso e acusado de vários crimes graves no Brasil, Glaidson protocolou no TSE seu registro como candidato a deputado federal.

Sua situação ainda como aguardando julgamento, o que significa que o “pedido ainda não foi apreciado pela Justiça Eleitoral”.

Como Glaidson ainda não foi condenado em definitivo na justiça, é possível que sua candidatura seja aceita pelo TSE. Contudo, a decisão final deve ocorrer até o dia 12 de setembro, prazo final para que os tribunais regionais publiquem as decisões sobre candidaturas.

Quando Glaidson foi preso em 2021, ele teve vários bens de luxo e imóveis apreendidos pela Polícia Federal, assim como dinheiro em espécie e Bitcoins. Em sua declaração de bens encaminhada ao TSE, chama atenção que ele declarou ter R$ 60.450.000,00, sendo R$ 450 mil em um apartamento e o restante dos milhões em quotas de capital.

Os clientes da GAS Consultoria aguardam um desfecho da situação em busca de receberem seu dinheiro de volta, mas não está claro se esse será um político que vai cumprir o que promete.

É importante lembrar que é vedado aos candidatos receberem criptomoedas como doação. Para o cargo de Deputado Federal, a campanha pode gastar no máximo R$ 3.176.572,53, devendo declarar tudo.

Sócio do Faraó dos Bitcoins também é candidato

Candidato a Deputado Estadual, Vicente Gadelha era um dos sócios do Faraó dos Bitcoins que também é candidato nas eleições de 2022. Também pelo Rio de Janeiro, ele se filiou o mesmo partido Democracia Cristã em busca de uma cadeira no legislativo estadual.

Em sua declaração de bens, que supera os R$ 2 milhões, consta um apartamento de R$ 800 mil, dinheiro em espécie, entre outros.

Na última semana, a PF deflagrou a quarta fase da Operação Kryptos após descobrir mais detalhes da organização criminosa pelos candidatos, devendo tudo ser levado ao conhecimento judicial em breve. Mais carros de luxo foram apreendidos de membros dessa organização e a esposa do Faraó dos Bitcoins segue foragida.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store