Coin News

Ex-marido de Gisele Bündchen será investigado nos EUA por promover a FTX

30 min ago2 min readOther
Ex-marido de Gisele Bündchen será investigado nos EUA por promover a FTX

O Texas State Securities Board abriu uma investigação sobre o caso FTX e busca saber especificamente como Tom Brady, ex-marido de Gisele Bündchen, era pago para promover a empresa.

Além do quarterback do Tampa Bay Buccaneers, também é citado na ação Steph Curry, jogador do Golden State Warriors da NBA. Tanto Brady quanto Curry promoveram a exchange falida fundada por Sam Bankman-Fried (SBF). De acordo com o regulador, ambos teriam violado a lei de valores mobiliários ao incentivar investimentos na referida empresa.

Conforme informou Joe Rotunda, diretor de compliance do regulador, também são alvos da investigação os pagamentos que ambos os atletas receberam bem como a publicidade feita e o alcance no setor de investidores de varejo.

A investigação no Texas acompanha uma denúncia apresentada em Miami pelos escritórios de advocacia Moskowitz Law Firm e Boies Schiller. Ambos os escritórios defendem o investidor Edward Garrison, que teria sido lesado pelo caso da FTX.

FTX

Segundo Garrison, ele investiu na FTX após promoções feitas por Brady, Curry e outras celebridades como o ex-jogador da NBA Shaquille O’Neal.

Além dele, o requerente cita o ex-jogador da liga principal dominicana David Ortiz e a modelo brasileira Gisele Bündchen (na época esposa de Brandy). Também estão na citação a tenista profissional Naomi Osaka e o jogador de beisebol profissional japonês Shohei Ohtani.

Por fim, ação aponta a FTX como um esquema do tipo pirâmide financeira. Além disso, a ação afirma que entidades pertencentes à FTX espalhavam recursos de clientes entre suas afiliadas e usavam dinheiro de novos investidores para pagar juros aos mais antigos.

Como tem noticiado o CriptoFácil, a FTX era uma das maiores empresas de criptomoedas do mundo. No entanto, a companhia usava o dinheiro dos usuários para alavancar posições e isso causou uma crise de liquidez que levou a empresa à falência.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store