Coin News

Ex-CEO da falida credora cripto Celsius saca US$ 1 milhão em criptomoedas

11 Oct, 20223 min readOther
Ex-CEO da falida credora cripto Celsius saca US$ 1 milhão em criptomoedas

O ex-CEO da falida credora cripto Celsius Network, Alex Mashinsky, enviou quase US$ 1 milhão em tokens CEL e USDC para a exchange UniSwap (UNI) e para a carteira cripto MetaMask desde o início de outubro, segundo a plataforma de análise de blockchain Nansen.

De acordo com dados on-chain compilados pela Nansen, os ativos digitais saíram de seis carteiras de criptomoedas pertencentes a Mashinsky.

Coffezilla, um detetive de blockchain que expõe no YouTube fraudes envolvendo criptoativos, afirma ter visto outra wallet controlada por Mashinsky que movimentou aproximadamente US$ 225.376 em CEL e USDC durante o último mês. A propriedade dela, no entanto, não foi confirmada pela Nansen. Por outro lado, os dados da blockchain mostram que os fundos vieram de uma carteira de Mashinsky.

Isso se soma aos US$ 28.242 movimentados por Mashinsky em agosto ao longo de alguns dias, conforme revelado pelo CoinDesk na época, e os milhões que foram retirados neste mês pelos executivos em duas parcelas antes da empresa declarar falência.

Leia mais:

Mashinsky foi procurado pela reportagem, mas não respondeu até a publicação.

De acordo com dados on-chain, a coleção de carteiras de Mashinsky ainda contém US$ 197.301 em criptomoedas, principalmente por CEL e USDC.

Saques

Dada sua forte exposição ao fundo de hedge cripto Three Arrows Capital (3AC), a Celsius enfrentou dificuldades financeiras durante a desaceleração mais ampla do mercado cripto no início deste ano e congelou saques em junho antes de pedir proteção contra falência em 13 de julho.

Mas quando Mashinsky e outros executivos sacam dinheiro, com toda certeza os usuários começam a questionar quando os saques serão retomados. Mas pode ser que eles tenham que esperar um bom tempo ainda.

No início deste mês, o administrador encarregado de supervisionar a falência da empresa disse que reabrir as retiradas seria “prematuro”.

“Neste momento, há muitas perguntas sobre as posses de criptomoedas dos devedores para aprovar qualquer retirada ou venda”, escreveram os advogados do escritório do administrador em um documento. “Essas questões surgem tanto da falta de transparência dos devedores … [e] da falha dos devedores em arquivar cronogramas e declarações de assuntos financeiros.”

No final da semana passada, o juiz de falências dos EUA, Martin Glenn, que está supervisionando o caso, ordenou que um examinador independente produzisse um relatório até meados de novembro detalhando a gestão financeira da Celsius e o manuseio das contas dos clientes.

Esse relatório determinará o cronograma de retirada dos clientes.

Cadastre-se e descubra como surfar o Boom do Metaverso e transformar essa evolução tecnológica em excelentes oportunidades de investimentos

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store