Coin News

EUA tenta extradição de Sam Bankman-Fried das Bahamas

23 min ago2 min readOther
EUA tenta extradição de Sam Bankman-Fried das Bahamas

Após a crise de liquidez e falência da exchange FTX, as autoridades dos Estados Unidos e das Bahamas estão discutindo a possibilidade de extraditar Sam Bankamn-Fried, ex-CEO da empresa, de volta aos EUA para interrogatório.

De acordo com um texto da Bloomberg citando pessoas familiarizadas com o assunto, as conversas entre policiais locais, incluindo o FBI, escalaram nos últimos dias, enquanto investigavam o papel de Bankman-Fried na queda da corretora.

Desde o incidente, sabe-se que o ex-CEO da FTX, o cofundador Gary Wang e o diretor de engenharia Nishad Singh estão nas Bahamas, onde estão “sob supervisão” das autoridades locais.

Inicialmente, surgiram rumores de que Bankman-Fried potencialmente querendo fugir para Dubai. No entanto, devido a um acordo entre os EUA e os Emirados Árabes Unidos, os fugitivos norte-americanos que tentam se mudar para Dubai têm uma grande chance de serem detidos e extraditados.

Atualmente, sabe-se que os reguladores de valores mobiliários e investigadores financeiros das Bahamas abriram uma investigação sobre a situação em torno da queda da FTX por má conduta criminal. As autoridades financeiras da Turquia também iniciaram uma investigação sobre a exchange.

A FTX entrou com pedido de falência em 11 de novembro e, no mesmo dia, Bankman-Fried renunciou ao cargo de CEO da empresa, que foi ocupado pelo executivo de reestruturação John Jay Ray III. Os últimos registros do caso de falência revelaram que a FTX poderia dever a mais de um milhão de credores.

Alguns especulam que o ex-CEO enfrentará poucas consequências por suas ações. No entanto, em 14 de novembro, quase 4.000 pessoas assinaram uma petição exigindo que o Congresso investigasse formalmente as “ações na fraude do FTX” do chefe da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, Gary Gensler.

Nos primeiros dias da crise, o legislador republicano de Minnesota, Tom Emmer, disse que tinha motivos para acreditar que Gensler tinha laços com a FTX para fins de regulamentação. Emmer disse que estava investigando o assunto.

Desde que a exchange entrou em desgraça, os legisladores dos EUA, incluindo a Casa Branca, pediram uma regulamentação mais rigorosa sobre criptomoedas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store