Coin News

Ethereum e Solana sofrem com previsões apocalípticas, baleias seguram o Bitcoin e token pouco conhecido dispara 77%

5 d ago3 min readBitcoin
Ethereum e Solana sofrem com previsões apocalípticas, baleias seguram o Bitcoin e token pouco conhecido dispara 77%

Aparentemente sem força para um rali de curto prazo, os touros do Bitcoin (BTC) viam a principal criptomoeda do mercado caminhar de lado na manhã desta quarta-feira (15), quando o BTC operava estável ao ser trocado de mãos em torno de US$ 16,7 mil e responder por 38,2% de dominância de mercado, cuja capitalização era de US$ 846 bilhões (+0,5%).

A lateralização de preços era acompanhada de um forte movimento das baleias do Bitcoin, já que, diante das águas turbulentas que atingiram o mercado nos últimos dias, a partir da crise de liquidez da exchange de criptomoedas FTX, imprimiam um forte movimento de tranferência de BTC das exchanges para carteiras de autocustódia, mesmo amargando perdas com a baixa da criptomoeda, segundo dados da plataforma de análise on-chain Glassnode.

Em relação ao grupo das dez principais altcoins por capitalização de mercado, tirando as stablecoins, o destaque positivo era o XRP, trocado de mãos por US$ 0,38 (+9%), e o negativo era o BNB, cotado a US$ 275 (-3,6%), já que os outros tokens se alternavam entre leves recuos e ganhos.

No caso das altas de dois dígitos, o QNT estava nivelado em US$ 121 (+18%), o SRM era trocado de mãos por US$ 0,30 (+53,7%), o MDX era transacionado por US$ 0,10 (+27,3%), o SYN estava precificado em US$ 0,68 (+13%), o PEOPLE valia US$ 0,024 (+12%), o CBG representava US$ 2,18 (+38%), o KAS era cotado a US$ 0,0066 (+34%) e o C98 respondia por US$ 0,31 (+21%).

No olho do furacão do crash da última semana, em razão de uma alta concentração de tokens identificados no balanço patrimonial da Alameda Research, empresa irmã da FTX, o SOL, que despencou 150% mais que o Ethereum (ETH), pode estar correndo “risco de morte”, segundo o alerta feito por um analista ouvido pelo Cointelegraph Brasil.

Já o “analista do fim do mundo”, que apontou o tombo de outro rival do Ethereum e previu um futuro sombrio para o Bitcoin, voltou ao Twitter no último dia 14, quando o estrategista de pseudônimo Capo apresentou um gráfico em que o ETH despencaria para US$ 700, valor que representaria uma queda de quase 45% em relação aos US$ 1.259 (+0,3%) pelos quais o token da líder dos contratos inteligentes era trocado de mãos.

$ETH — il Capo Of Crypto (@CryptoCapo_) November 14, 2022

Em relação aos destaques, o AIOZ estava precificado em US$ 0,055 com alta diária de 77%.

Gráfico diário do par AIOZ/USD. Fonte: CoinMarketCap

O AIOZ é o token da rede de distribuição de conteúdo descentralizada (dCDN) Aioz, o que faz com o protocolo funcione com uma plataforma de steaming que utiliza vários nós por meio do aproveitamento descentralizado de armazenamento, poder computacional e largura de banda.

Na última terça-feira, enquanto o cerco se apertava contra Sam Bankman-Fried (SBF), fundador da FTX, AS baleias já acumulavam Bitcoin enquanto as sardinhas impulsionavam a alta de 55% do token de uma wallet, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store