Coin News

Ethereum registra problemas técnicos após atualização inicial da Fusão

7 Sep, 20225 min readEthereum
Ethereum registra problemas técnicos após atualização inicial da Fusão

Os desenvolvedores do Ethereum iniciaram na terça-feira (6) a tão esperada Fusão da rede, com uma última grande atualização antes da mudança: Bellatrix. Mas alguns problemas técnicos iniciais questionam a preparação da rede para a transição.

A Fusão, que combina a Beacon Chain com a rede principal do Ethereum, deve fazer a transição de um sistema de proof of work (PoW) para uma blockchain de proof of Stake (PoS) muito mais eficiente em energia, mudando a forma como o ETH é criado e validado para todos os usuários em todo o mundo.

Depois que a atualização do Bellatrix foi lançada, os desenvolvedores comemoraram sua execução bem-sucedida e declararam estar prontos para atualização da camada de execução final da Fusão, Paris. Vitalik Buterin, criador do Ethereum, disse que ela deve acontecer entre 13 a 15 de setembro.

Houve alguns sinais, no entanto, de que Bellatrix pode não ter sido tão bem-sucedida quanto demonstrada inicialmente pelos desenvolvedores.

Big spike in the missed block rate after Bellatrix update.Hopefully this can get debugged before the merge, we really don’t want to be seeing unexpected issues at this late stage. — Adam Cochran (adamscochran.eth) (@adamscochran) September 6, 2022

Desde que o Bellatrix foi executada, a blockchain Ethereum viu um aumento acentuado em sua taxa de blocos perdidos – a frequência com que a rede falha ao verificar um bloco de transações programado para validação. Esse número saltou cerca de 1.700% depois que Bellatrix entrou em vigor.

Em outras palavras, enquanto normalmente uma fração mínima de todos os blocos programados para validação no Ethereum não são validados na primeira tentativa, após a Bellatrix mais de 9% de todos os blocos experimentaram esse problema.

Por que o Ethereum está com problemas técnicos

Por que? A resposta pode ter a ver com a preparação dos operadores de nós (nodes) da rede.

No período que antecede Paris, a atualização final da Fusão, todos os operadores de nós do Ethereum – os indivíduos e organizações que mantêm o back-end e a infraestrutura da rede em operação – devem atualizar seus clientes para o software mais recente, pronto para a Fusão.

Qualquer operador que não fizer isso – se e quando a Fusão for executada na próxima semana – “ficará preso em uma cadeia de blocos incompatível e não poderá enviar Ether ou operar na rede Ethereum após a Fusão”, de acordo com o Ethereum Foundation.

Vários desenvolvedores da rede da Ethereum, ao falar com o Decrypt, afirmaram que o aumento desta quarta (7) na taxa de blocos perdidos pode ser atribuído a operadores que ainda não realizaram essa atualização de software.

“Os nós que ainda não foram atualizados terão inatividade e afetarão a rede”, disse o desenvolvedor Marius Van Der Wijden ao Decrypt.

Em outras palavras, quanto mais operadores de nós houver que ainda não atualizaram seu software, mais isso acionará blocos perdidos na cadeia de PoS. De acordo com a Ethernodes, 25,2% dos nós da Ethereum ainda precisam atualizar seu software.

A tarefa de fazer com que todos os operadores de nós atualizem seus softwares tem sido uma prioridade dos principais desenvolvedores do Ethereum há meses. “Acho que o maior problema que temos agora é que precisamos educar os usuários”, disse Van Der Wijden.

Especificamente, isso significa garantir que todos os operadores de nós saibam que devem atualizar seus softwares e executar os clientes da camada de consenso e da camada de execução; caso contrário, eles serão inicializados fora da rede na Fusão.

Pior cenário

O pior cenário a esse respeito, no entanto, parece já ter sido evitado. Se menos de 66% dos operadores de nós atualizassem seus softwares, a Fusão não seria finalizada na próxima semana; esse número, no entanto, já está acima de 74%.

De acordo com Van Der Wijden, os 9% de blocos perdidos podem ser atribuídos a uma combinação de nós que não tinham software atualizado (5%) e nós que foram parcialmente atualizados, mas não conectados a uma camada de execução (4%).

Apesar dessas estatísticas, que destacam em que ainda pode ser necessário alcançar mais usuários para operadores de nós, Van Der Wijden diz que ficou satisfeito com os eventos desta manhã.

“É uma coisa muito boa que nem todos tenham atualizado, já que sabem agora das consequências e atualizarão antes da Fusão real”, disse ele.

Van Der Wijden chegou a dizer que o grau em que a rede Ethereum foi impactada esta manhã por operadores de nós não atualizados foi muito menos problemático do que o esperado.

“Achei que haveria ainda mais pessoas não atualizando”, disse Van Der Wijden. “Estou muito surpreso que tenha sido tão bom”.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.co.

Esse é o melhor momento da história para investir em cripto! E agora, você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Inscreva-se aqui

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store