Coin News

Ethereum Classic (ETC) bate novo recorde de preço com migração de mineradores

5 Sep, 20223 min readMining
Ethereum Classic (ETC) bate novo recorde de preço com migração de mineradores

Enquanto os dias de mineração por placas de vídeo do Ethereum (ETH) estão chegando ao fim, o Ethereum Classic (ETC) está recebendo tais mineradores de braços abertos. Nesta semana, seu hash rate atingiu sua máxima histórica, chegando a 48,7 TH/s.

Contudo, as notícias não são boas para os mineradores. Afinal, os lucros com a mineração de ETC são de apenas 56% em relação à mineração de ETH no momento. Para complicar, estes lucros devem diminuir ainda mais já que muitas máquinas ainda estão em pools de Ethereum.

Para quem está interessado em comprar uma placa de vídeo, as próximas semanas devem ser marcadas pela queda de preços das mesmas. Afinal, muitos mineradores ainda estão aproveitando os últimos dias antes do The Merge.

Hash rate do Ethereum Classic atinge topo histórico

Segundo dados do 2miners, o hash rate do Ethereum Classic (ETC) atingiu um novo recorde nesta semana. Tal valor, de 48,7 TH/s, é quase o dobro de quando o ETC chegou a ser negociado por US$ 176 em maio do ano passado.

Embora este alto hash rate seja ótimo para a segurança do Ethereum Classic, que já sofreu ataques de 51% no passado, uma maior competição enquanto seu preço está 80% abaixo de seu topo histórico não é bom para os mineradores.

Dados do WhatToMine apontam que enquanto quem está minerando Ethereum (ETH) está ganhando US$ 1,34 por dia com uma RTX 3070, o valor cai para apenas US$ 0,73 na mineração de ETC, com o mesmo equipamento. Ou seja, estes últimos estão ganhando apenas 56% do que estariam ganhando com o ETH. Isso sem descontar gastos de energia.

Mineradores não devem minerar Ethereum até o último momento caso sua pool use PPLNS

Para quem deseja aproveitar os lucros da mineração de Ethereum até o último momento antes da migração, programada para o próximo dia 15, deve estar atento ao sistema de pagamento da pool utilizada.

Segundo anúncio da NiceHash, pools que utilizam PPLNS (Pay Per Last N Shares) só realizam pagamentos após um bloco ser encontrado, como é o caso da Ethermine, maior do setor. Portanto, o recomendado é ficar em uma pool que use PPS (Pay Per Share) ou então migrar para outra moeda com antecedência.

Contudo, vale lembrar que algumas moedas utilizam mais energia do que outras. Portanto, cuidado para não sobrecarregar sua fonte ao migrar para outras moedas como RavenCoin (RVN) e Ergo (ERG).

Preço das placas de vídeo deve despencar

Embora muitos mineradores já tenham migrado para outros algoritmos, o hash rate do Ethereum ainda está bem alto. No total, a rede está com 919 TH/s no momento, valor equivalente a 15 milhões de RTX 3070 da NVIDIA.

Conforme a migração para outras moedas, como ETC, causará mais concorrência e ainda menos recompensas para cada minerador, é provável que muitos mineradores vendam seus equipamentos. Sendo assim, podemos esperar que o preço das placas de vídeo caia ainda mais nas próximas semanas.

Por fim, a migração do Ethereum para Proof-of-Stake está programado para a próxima semana, dia 15 de setembro, sendo um dos eventos mais importantes da indústria dos últimos anos.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store