Coin News

ETH desaba 7% após implementação do The Merge: a “euforia” acabou?

15 Sep, 20223 min readEthereum
ETH desaba 7% após implementação do The Merge: a “euforia” acabou?

A rede Ethereum recebeu a atualização The Merge com sucesso nesta quinta-feira (15). No entanto, o preço do Ether (ETH) experimentou uma forte virada ao longo do dia. Embora tenha aberto em alta, o ETH cai 6,7% no momento da escrita deste texto e está cotado a US$ 1.498 (R$ 7.853).

O resultado indica que muitos investidores “venderam no fato”, isto é, venderam ETH logo após a implementação do The Merge. Como resultado, o ETH agora luta para manter o suporte de US$ 1.500 e não enfrentar uma correção ainda maior.

Análise ETH. Fonte: TradingView.

ETH busca fechamento acima de US$ 1.500

Agora que o The Merge é página virada, o mercado parece estar de olho em outro evento importante. Mas dessa vez, não tem nada a ver com criptomoedas e sim com a economia, já que entre os dias 20 e 21 de setembro haverá a reunião do comitê de política econômica do Federal Reserve (Fed).

A reunião definirá a taxa básica de juros dos Estados Unidos, e o mercado espera uma nova alta agressiva do Fed. Nas apostas, a maioria espera um novo aumento de 0,75%, mas o mercado não descarta um aumento ainda mais forte, de 1%.

Isso, aliado com o fim das expectativas do The Merge, colocou mais força vendedora no mercado. No entanto, de uma perspectiva mais ampla, o preço do ETH não mudou muito. De fato, a criptomoeda está sendo negociado em uma faixa de negociação de curto prazo de US$ 1.580 e US$ 1.780 desde julho.

A princípio, o ETH fez uma pausa nas correções de sua máxima histórica e se estabilizou em US$ 1.600. Desde a queda em 29 de agosto, o ETH formou um fundo de curto prazo de US$ 1.423. A partir daí, o preço subiu mais de 20%.

Com isso, o preço recebeu um bom suporte da linha de tendência de suporte do canal de aumento, conectando todas as mínimas de oscilação recentes, de um movimento de impulso de US$ 1.426 (Início) para US$ 1.788 (Fim).

Compra vs venda

De acordo com o indicador “Perfil de Volume”, há uma briga entre os compradores e os vendedores nos níveis atuais, conforme mostrado nos gráficos. Essa briga envolve justamente o suporte dos US$ 1.600 descrito anteriormente

Se o preço for capaz de se sustentar acima de US$ 1.650, o ETH tentará novamente testar a marca de nível de US$ 2.000. No entanto, uma quebra abaixo desse padrão de, com bons volumes, trará mais vendas e prenderá os compradores, acumulando nesses níveis.

A forma como os gráficos estão se desenvolvendo após a fusão, parece que os grandes players estão prendendo os compradores em fugas falsas de curto prazo, enquanto acumulam lentamente perto de níveis mais baixos.

O indicador de média móvel (MACD) permanece neutro, porém com um viés negativo. Nesse sentido, uma quebra abaixo de US$ 1.500 ampliaria a correção até o suporte de US$ 1.420. Uma pressão de venda sustentada levaria os vendedores a testar novamente a região de US$ 1.356.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store