Coin News

“Estou com US$ 160 mil em cripto presos na FTX e não consigo sacar”, relata empresário brasileiro

8 Nov, 20223 min readBitcoin
“Estou com US$ 160 mil em cripto presos na FTX e não consigo sacar”, relata empresário brasileiro

Um empresário brasileiro, dono de um OTC, está com US$ 160 mil em criptomoedas presos na corretora FTX e vem tentando sacar desde a manhã desta terça-feira (08) — sem sucesso. Com a corrida de saques que se abateu sobre a exchange, muitos clientes ficaram na mesma situação.

“Fiz duas tentativas hoje por volta das 7h de hoje. Uma de US$ 5 mil e outra da US$ 155 mil”, contou.

O negociante, que pediu para não ter o nome revelado, disse que tentou sacar pela rede TRON, porque seria mais rápido. Ele mostrou as duas transações na tela do celular para a reportagem em uma conversa presencial durante a conferência Criptorama, que ocorre em São Paulo nesta terça.

“Ambos estão processando mas nenhum saiu. Antes, o saque vinha em questão de minutos”, afirmou.

O empresário de Barueri (SP), de 28 anos, acredita que ainda vai conseguir sacar, mas caso demore muito ou ele perca o dinheiro, ele terá que cobrir o prejuízo do cliente.

Pela Criptorama, evento que uniu muitos representantes do mercado brasileiro, a compra da FTX pela Binance pegou a todos de surpresa. Nos grupos de Whatsapp no mercado cripto, onde o FUD criado pelo CEO da corretora chinesa, Changpeng “CZ” Zhao, muitos traders do mercado brasileiro não conseguiram acreditar o desfecho seria esse: a vitória da Binance e a morte da FTX.

“Um tweet do CZ matou um maiores concorrentes do mercado. Quem diria que seria tão frágil”, disse o empresário brasileiro com dinheiro preso.

Curiosamente, há alguns meses era a FTX que estava comprando diversas empresas insolventes como a Voyager e a Blockfi. E negociavam a aquisição da Celsius, que também havia quebrado. Agora eles que estão com o problema que buscavam solucionar.

Binance x FTX

Nos bastidores, a disputa entre as duas empresas vinha se desenrolando há alguns meses. O problema veio a público no domingo, quando CZ afirmou que iria liquidar todo o estoque que possuía da FTT, a moeda da corretora FTX. O total era de mais US$ 500 milhões.

Isso gerou uma pressão de venda contra o token que acabou se revelando mortal para a empresa de Sam Bankman-Fried. O criador da Binance havia farejado sangue dias depois de uma reportagem do Coindesk revelar que a FTT representava um terço do balanço da Alameda, braço de investimentos da FTX.

Na prática, isso mostrava que o caixa da empresa estava indefeso contra um ataque especulativo, pois não havia tanto dinheiro ‘de verdade’ no caixa, mas sim uma grande quantidade de FTT cujo valor fora inflado artificialmente pela FTX.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store