Coin News

Estoque de Bitcoin da FTX vale o mesmo que os 840 mil BTC da Mt. Gox antes do hack

53 min ago3 min readBitcoin
Estoque de Bitcoin da FTX vale o mesmo que os 840 mil BTC da Mt. Gox antes do hack

Se a FTX está provocando novas mínimas do mercado de baixa do Bitcoin (BTC), a ação do preço do BTC deve cair ainda mais para corresponder à Mt. Gox.

Dados da empresa de análise on-chain Glassnode confirmam que o “o mercado de baixa da Mt. Gox” há quase uma década ainda supera as mínimas de 2022.

FTX vs. Mt. Gox: o mesmo, mas diferente

Com as consequências do escândalo da falência da FTX ainda em andamento, ainda restam dúvidas sobre quantas grandes entidades cripto serão afetadas e quão grandes serão as perdas da indústria.

BTC/USD caiu mais de 25% na semana passada quando as ramificações se tornaram conhecidas e não conseguiu recuperar muito do terreno perdido.

Ao mesmo tempo, surgiram várias comparações com a Mt. Gox: alegada má administração, segurança deficiente e atividade de negociação com informações privilegiadas foram citadas como exemplos.

Os dados brutos, no entanto, revelam alguns números adicionais interessantes a serem considerados.

A Mt. Gox implodiu como resultado de um hack gigante de 840.000 BTC em fevereiro de 2014. Apenas alguns meses antes, o Bitcoin havia visto uma máxima histórica nova de por volta de US$ 1.000, com a Mt. Gox tendo aproximadamente 70% de toda a atividade de negociação.

Nos meses que se seguiram, o Bitcoin perdeu até 85% de seu valor em relação a essa máxima, chegando ao fundo em janeiro de 2015 - quase um ano após o hack.

Este ciclo se tornou o primeiro mercado de baixa do Bitcoin testemunhado em larga escala por hodlers, e demorou até dezembro de 2017 para outro recorde histórico surgir.

Avançando para 2022 e em sua última mínima de dois anos, o BTC/USD caiu 77% em pouco menos de um ano, contra seus últimos recordes de US$ 69.000.

Com os prazos semelhantes entre FTX e Mt. Gox, a questão que os analistas enfrentam é se a ação do preço do BTC adicionará outros 10% à sua redução em relação ao pico anterior - ou pior.

Conforme relatado pelo Cointelegraph, os pedidos de retorno aos US$ 10.000 já estavam em vigor antes mesmo do episódio da FTX. Enquanto isso, a falência de cisne negro, alertaram outros, atrasou a indústria de criptomoedas vários anos.

O que há em um apagamento de US$ 400 milhões?

Comparar a FTX com um evento cisne negro semelhante de quase dez anos atrás pode parecer descabido. No entanto, os números envolvidos são estranhamente semelhantes em alguns aspectos.

Gox perdeu 840.000 BTC, no valor na época de cerca de US$ 460 milhões. Antes de cair, a FTX tinha um saldo de Bitcoin de 20.000, de acordo com dados da plataforma de análise on-chain CryptoQuant - também valendo pouco mais de US$ 400 milhões.

Como uma fração do valor de mercado, no entanto, as perdas deste ano são insignificantes em comparação com o rebaixamento de 2014.

O valor de mercado do Bitcoin no início de março de 2014 era de US$ 6,9 bilhões, em comparação com os US$ 320 bilhões atuais. O valor total do mercado cripto hoje é de US$ 834 bilhões, confirmam os dados do CoinMarketCap.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store