Coin News

Empresa que se beneficiaria de atualização do Ethereum demite 25% dos funcionários sem dar explicações

2 h ago5 min readEthereum
Empresa que se beneficiaria de atualização do Ethereum demite 25% dos funcionários sem dar explicações

No mesmo dia em que a atualização Merge (Fusão, em português) do Ethereum (ETH) elevou drasticamente a importância dos validadores na blockchain, uma operadora de validadores da rede, que deveria se beneficiar no novo cenário, decidiu reduzir sua base de funcionários.

Segundo pessoas familiarizadas com o assunto, mais de 25% da força de trabalho da empresa Stakefish, especializada no negócio de validação do Ethereum, foi demitida ou renunciou. Entre os desligamentos estão dois executivos seniores, incluindo o head de estratégia e operações Jun Soo Kim e o head de protocolos Daniel Hwang.

O CoinDesk conversou com quatro funcionários atuais e ex-funcionários, todos os quais se mostraram contrários à forma como foram feitas as demissões. Um dos funcionários pediu para não ser identificado porque assinou um acordo de confidencialidade.

Ao todo, oito funcionários foram demitidos e mais três se demitiram da empresa, justo quando ela poderia surfar grandes recompensas com o novo consenso de prova de participação (proof-of-stake, ou PoS), que substitui os mineradores na rede Ethereum.

De acordo com esses funcionários e mensagens internas analisadas pelo CoinDesk, os trabalhadores não foram informados de que seriam demitidos da Stakefish até alguns dias antes da data de rescisão, 15 de setembro. Esse também foi o dia da atualização Merge do Ethereum – precisamente o evento para o qual a Stakefish passou anos se preparando.

Quando questionado via Telegram, Chun Wang, o CEO e fundador da Stakefish escreveu: “É normal em um mercado em baixa reduzir o tamanho da equipe e otimizar os custos”. “Apenas pessoas de cargos não técnicos foram demitidas. Ainda estamos trabalhando duro para contratar mais desenvolvedores e desenvolvedores”, completou.

Desligamento de executivos

A renúncia de Kim, em particular, pode representar a maior perda para a Stakefish, que oferece aos clientes a capacidade de ajudar a proteger blockchains de prova de participação, como a recém-reformada Ethereum, em troca de recompensas.

De acordo com ex-funcionários, Kim, cuja renúncia entrará em vigor em outubro, era visto como um possível substituto para Wang e atuava como uma espécie de CEO interino sempre que o fundador da empresa estava ausente. Ao CoinDesk, Kim disse que decidiu sair para iniciar seu próprio negócio.

Hwang, o único membro da liderança sênior da Stakefish a ser incluído nas demissões, optou por renunciar em vez de aceitar um pacote de indenização de duas semanas, que ele disse ao CoinDesk que considerava “um insulto”.

Outro funcionário que falou com o CoinDesk relatou ter recebido a mesma oferta. Para efeitos de comparação, a Coinbase, a exchange de criptomoedas que demitiu 18% de sua força de trabalho no início deste ano, ofereceu a seus funcionários no mínimo de 14 semanas de indenização.

Hwang disse que foi avisado de que seria demitido por Andrea “Dimi” Di Michele, um de seus subordinados diretos. Dimi, que foi nomeado substituto de Hwang e era um dos funcionários mais antigos da stakefish, renunciou alguns dias depois.

“Eles avisaram com, tipo, dois dias de antecedência”, disse Dimi ao CoinDesk. “Eu não quero falar mal da Stakefish – não é minha intenção – mas acho que não é justo o que está acontecendo”, disse ele. “Em geral, a Stakefish tinha uma grande oportunidade de fazer algo grande”, acrescentou. “Estou muito desapontado.”

Leia também

Esperada para setembro

O que a atualização “Merge” do Ethereum significa para os mineradores

Pools de mineração permanecem divididos sobre para onde irão quando não puderem mais minerar na blockchain Ethereum

Quem é Stakefish?

A mudança do Ethereum na semana passada substituiu os mineradores por validadores, que fazem staking de ETH, a moeda nativa da rede, enviando-a para um endereço em blockchain onde não pode ser comprada ou vendida.

A Stakefish cria validadores em nome de seus clientes e controlava cerca de 2% de todo o ETH em staking até o momento. É também uma importante validadora em outros ecossistemas, incluindo Cosmos (ATOM), Polkadot (DOT), Polygon (MATIC) e Solana (SOL).

Sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, a empresa tem espaços de coworking em Palo Alto, Califórnia e Seul. A maioria de sua equipe trabalha remotamente.

Wang, fundador da Stakefish, cofundou a F2Pool, o terceiro maior pool de mineração de Bitcoin (BTC). Os funcionários disseram ao CoinDesk que as duas empresas frequentemente colaboram e compartilham recursos.

Demissões

À medida que as notícias sobre as demissões se espalhavam pela Stakefish, vários funcionários foram à plataforma de mensagens Slack da empresa para expor suas queixas sobre como as informações foram comunicadas aos funcionários.

“Tenho que dizer que essa demissão foi feita de uma forma horrível”, escreveu um funcionário. “Todo o silêncio sobre isso faz com que as palavras da administração não sejam mais confiáveis. Isso só reduz a moral da empresa e aumenta a incerteza dos funcionários com o que vem a seguir – o que pode fazer com que mais pessoas decidam ir embora. Talvez esse seja o objetivo.”

“Eu entendo a decisão, mas a forma como ela foi executada pelo RH foi, por falta de uma palavra melhor, terrível”, respondeu outro funcionário. “Deixar as pessoas saberem de forma escalonada que vão ser demitidas, com dois dias de antecedência, como se rumores não chegassem a todos na empresa, é absolutamente inacreditável.”

Este funcionário relatou ter ouvido sobre as demissões em uma ligação com sua equipe. “Ao pressionar ainda mais, descobrimos que as pessoas naquela ligação ainda não sabiam que seriam demitidas”, escreveram.

“Até hoje, um membro da equipe de marketing ainda não foi contatado por ninguém para ser demitido amanhã”, respondeu um terceiro funcionário.

Cadastre-se e descubra como surfar o Boom do Metaverso e transformar essa evolução tecnológica em excelentes oportunidades de investimentos

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store