Coin News

Mais duas corretoras travam saques de criptomoedas

13 Nov, 20223 min readOther
Mais duas corretoras travam saques de criptomoedas

Mais duas corretoras de criptomoedas interromperam saques para seus clientes neste final de semana. Os anúncios de paralisações foram enviados para usuários neste domingo (13), quando as plataformas pararam de funcionar.

Apesar do colapso recente da exchange FTX, ambas as plataformas deixaram claro que não possuem relação com a empresa. Ou seja, a suspensão de suas atividades é um novo problema para o mercado.

As duas corretoras possuem sede em Hong Kong e possuem um grande volume de negociações e investimentos de grandes empresas.

Duas grandes corretoras suspendem saques de criptomoedas

Uma das corretoras que suspendeu seus saques para clientes neste domingo é a BitCoke, uma plataforma conhecida com sede em Hong Kong.

Em seu comunicado feito em chinês, a corretora deixou claro por meio de seu Telegram que não tem relação com a FTX. Assim, a suspensão dos saques será realizada até o dia 18 de novembro.

“Pedimos desculpas pelo inconveniente causado a você pela suspensão dos saques. A BitCoke tomará medidas para resolver a transferência ou troca de ativos.”

Entre os serviços oferecidos pela plataforma estão os de trade de criptomoedas no mercado à vista e de contratos futuros. A corretora prometeu esclarecer o que causou os problemas na segunda-feira (14).

Corretora AAX, entre as 20 maiores em volume, também suspendeu retiradas

Outra corretora que suspendeu os saques, também com sede em Hong Kong, é a AAX, uma das 20 maiores em volume no mundo.

A plataforma patrocina o site Etherscan, um dos maiores exploradores de blocos da blockchain do Ethereum.

Por meio de sua página na internet, a AAX disse que não tem relação com a FTX. Em seu comunicado, ela afirmou que a hora para suspender os saques não é a melhor, visto que o setor está abalado.

Contudo, uma grave vulnerabilidade foi encontrada em sua plataforma, sendo a pausa para manutenção exigida. A expectativa é que os saques sejam normalizados entre 7 e 10 dias.

“A AAX programou uma atualização do sistema que ajudará a proteger nossos usuários dos vários ataques maliciosos que observamos durante esse período vulnerável. Devido à falha de nosso parceiro terceirizado, os dados de saldo de alguns usuários foram registrados de forma anormal em nosso sistema. Assim, limitando nossos serviços para evitar maiores riscos, a equipe técnica teve que revisar e restaurar manualmente o sistema para garantir a máxima precisão dos acervos de todos os usuários.”

O colapso da FTX, até então a terceira maior corretora de criptomoedas do mundo, abalou a confiança dos investidores, assim, usuários estão acompanhando de perto a liquidez das corretoras, cada vez mais pressionadas a comprovar que possuem fundos.

Aos investidores de criptomoedas, a recomendação de sacar para carteiras seguras está sendo divulgada por especialistas do setor.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store