Coin News

Dono de corretora de criptomoedas é preso e pode pegar 40 mil anos de...

30 Aug, 20223 min readOther
Dono de corretora de criptomoedas é preso e pode pegar 40 mil anos de...

Acusado de um golpe de US$ 2 bilhões (R$ 10 bi), Faruk Fatih Ozer fugiu da Turquia no início do ano passado, deixando cerca de 390 mil clientes no prejuízo. Quase um ano e meio depois, o fundador da corretora de criptomoedas Thodex foi preso na Albânia nesta terça-feira (30).

Antes de ser considerada uma fraude, a Thodex era uma das maiores exchanges da Turquia, país afetado por uma forte inflação de sua moeda local, a lira turca.

Na acusação, responsáveis pelo caso pedem que Ozer e outros envolvidos sejam sentenciados a mais de 40.000 anos de prisão. Além de diversas acusações de crimes financeiros, a mais pesada envolve a lavagem de dinheiro pelo mesmo.

Fundador da corretora Thodex fugiu para a Albânia

Procurado desde abril do ano passado por lesar 390 mil clientes — que em sua maioria viam uma alternativa nas criptomoedas para fugir da inflação — Faruk Fatih Ozer foi detido em Vlora, cidade litorãna da Albânia que fica há cerca de 1.110 km de Istambul, maior cidade da Turquia.

Segundo fontes locais, testes biométricos confirmaram a identidade do fundador da corretora de criptomoedas Thodex. Em seguida, ministros dos dois países conversaram, dando início a um processo de extradição do acusado para seu país natal.

Investigações apontam que Ozer causou um prejuízo de US$ 2 bilhões (R$ 10 bi) aos seus antigos clientes. Tal golpe teria começado após sua corretora distribuir 4 milhões de dogecoins (DOGE) para quem criasse uma conta na mesma. Contudo, muitos reclamaram que tais criptomoedas nunca foram creditadas em suas contas e, poucas semanas depois, a corretora quebrou.

Sendo assim, é possível que a Thodex estivesse insolvente e tal bônus fosse uma forma de atrair novos clientes para que conseguisse honrar pedidos de saques de outros clientes com possíveis novos depósitos.

Pena de 40.562 anos

No momento, o processo está mirando em 21 pessoas. Destas, seis já estão detidas por diversas acusações de crimes financeiros. Também citando lavagem de dinheiro, a promotoria quer que os réus cumpram uma pena de 40.562 anos.

Quanto aos clientes lesados da corretora Thodex, é difícil imaginar que os mesmos voltem a ver suas criptomoedas mesmo com a prisão de Fatih Faruk Ozer. Afinal, é bem provável que este dinheiro já tenha sido gasto indevidamente pelo mesmo.

Sendo assim, a Thodex entra para uma extensa lista de corretoras que aplicaram golpes em seus clientes. Sendo este mais um lembrete para que investidores mantenham seus saldos sob sua própria custódia, sem depender da honestidade de terceiros.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store