Coin News

Dogecoin puxa alta de criptos e dispara 15% com expectativa de Musk fechar compra do Twitter; Bitcoin pode ir a US$ 21.400

27 Oct, 20224 min readAltcoins
Dogecoin puxa alta de criptos e dispara 15% com expectativa de Musk fechar compra do Twitter; Bitcoin pode ir a US$ 21.400

Mesmo com queda de mais de 2% na Nasdaq ontem, Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) sustentam os ganhos dos últimos dois dias, negociados a US$ 20.615 e US$ 1.549 às 7h de hoje, e abrem margem para um rali em criptomoedas menores.

O setor avança nesta quinta-feira (27) puxado principalmente pela Dogecoin (DOGE), que dispara 15% em meio à expectativa de que Elon Musk finalize em breve a compra do Twitter.

O bilionário fez a primeira oferta de compra da rede social em abril, e retomou a proposta após meses tentando cancelar o processo de compra. Segundo analistas, o CEO da Tesla (TSLA) voltou atrás e decidiu prosseguir com o negócio apenas para evitar decisão da Justiça que o obrigaria a fazê-lo.

Logo em seguida, um juiz do Tribunal de Delaware, nos Estados Unidos, proferiu decisão dando prazo até esta sexta-feira (28) para Musk concluir a aquisição. Na quarta-feira (26), ele visitou a sede do Twitter em San Francisco e, segundo informações da Bloomberg, disse que não demitiria 75% dos funcionários, como havia afirmado anteriormente.

O empresário, vale lembrar, é um conhecido apoiador da Dogecoin, criptomoeda criada originalmente a partir de um meme, mas que ganhou força a partir do final de 2020, principalmente depois que o bilionário passou a twittar sobre a moeda – ele já afirmou, por exemplo, que possui “alguns Doges”. Na comunidade, cresce a expectativa de que o ativo digital possa ter algum papel na plataforma.

O desempenho da criptomoeda só perde hoje para o da Klaytn (KLAY), que alimenta uma blockchain focada em entretenimento, como jogos e metaverso, que anunciou recentemente o corte de recompensas para validadores, algo visto como indicativo de menor oferta do token no mercado. Em dois dias, o preço do ativo já dobrou de preço – apenas nas últimas 24 horas, a alta é de quase 27%.

Analistas de criptomoedas, no entanto, ainda adotam cautela e não apostam em uma retomada sustentada do setor, mesmo com a demonstração de força nesta semana quando comparado ao desempenho de Wall Street.

A atenção recai principalmente sobre o Bitcoin, que volta aos poucos a ser analisado sob a ótica da proposta tecnológica, de escassez programada, mas ainda apresenta riscos ao investidor menos cuidadoso, afirma Israel Buzaym, executivo da corretora brasileira Bitpreço.

“No geral, continuamos otimistas para o curto e médio prazo, mas acompanhando o preço do Bitcoin com cautela. O mercado cripto funciona 24/7 e existe um alto nível de alavancagem, o que pode gerar quedas repentinas”, pontua Buzaym.

Assista: Argentinos usam dólar digital para driblar inflação; vale a pena pro turista brasileiro?

Indicadores técnicos também começam a soar o alarme para a possível insustentabilidade da alta das criptos.

“Tecnicamente, tanto o BTC quanto o ETH superaram as métricas tradicionais de “sobrecompra” em seus gráficos de 1 hora – e, desde então, recuaram”, avalia o analista cripto Glenn Williams, ressaltando que os níveis de força relativa de ambas as criptomoedas “ficam bem fora da faixa de movimento normal”, e que, por isso, o rali tende a esfriar neste momento.

“Os níveis diários atuais de RSI para BTC e ETH são aproximadamente 71. Tradicionalmente, 70 é usado como referência para condições de sobrecompra, portanto, ambos estão próximos de atingir esses níveis. No entanto, um ativo ‘sobrecomprado’ pode permanecer assim por longos períodos sob as condições certas”, explica.

Segundo Williams, o volume de negociações deverá exercer papel determinante para a continuidade da subida que vem desde terça-feira. Se a alta continuar, o analista aposta que o Bitcoin tem mais espaço para subir, com alvo de curto prazo em US$ 21.400. Já o Ethereum teria força para ir apenas até a região dos US$ 1.600.

(Mais informações em breve)

Cadastre-se e descubra como surfar a Terceira Onda das Criptomoedas e entenda por que você deveria olhar agora para esse tipo de investimento

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store