Coin News

Dados on-chain de Tether vs. USD Coin revelam duas stablecoins muito diferentes

2 h ago4 min readAltcoins
Dados on-chain de Tether vs. USD Coin revelam duas stablecoins muito diferentes

A USD Coin (USDC), uma stablecoin emitida pela Circle Financials Ltd, com sede nos EUA, está assumindo a liderança sobre sua principal rival, Tether (USDT), quando se trata de adoção institucional, de acordo com dados on-chain.

Os volumes de transferência diária do USDC são maiores

A capitalização de mercado dos tokens USDC em circulação chega a cerca de US$ 44 bilhões, contra US$ 65,42 bilhões do USDT. No entanto, o valor de transferência diária do USDC na blockchain Ethereum tem sido consistentemente maior do que o USDT ao longo de 2022, mostram dados da Glassnode.

Por exemplo, em 22 de novembro, a transferência diária do USDC era de cerca de US$ 14 bilhões, em comparação com os US$ 5 bilhões do USDT.

Em outras palavras, os usuários do USDC se envolvem em transferências de capital relativamente maiores em comparação com os usuários do USDT, sugerindo que o USDC é cada vez mais a stablecoin preferida entre entidades de alto patrimônio líquido, incluindo baleias institucionais, fundos de hedge, escritórios familiares, exchanges de criptomoedas etc.

Além disso, o USDC lidera o USDT em termos de peso de fornecimento em contratos inteligentes em 22 de novembro. Notavelmente, o primeiro representou 33,75% do fornecimento total de stablecoin bloqueado em pools de staking. Em comparação, a oferta do USDT é de cerca de 12,50%.

Mas a maior contagem diária de transações em relação ao USDC sugere que o Tether é mais provavelmente usado para trade de varejo e transferências, como remessas.

Por outro lado, o USDC parece ser a melhor escolha de stablecoin para traders institucionais com experiência em tecnologia que bloqueiam seus fundos em contratos de staking para obter rendimento.

Isso se reflete ainda mais na contagem de endereços ativos diários mais baixos do USDC de 40.245 contra 73.000 do USDT, conforme registrado em 21 de novembro.

Além disso, as plataformas de negociação de criptomoedas que implementam a chamada "prova de reservas" após o colapso da FTX parecem ter mais Tether do que o USD Coin, sinalizando ainda que o USDT provavelmente é mais popular entre os traders de varejo.

Essas exchanges incluem Binance, KuCoin, BitFinex, ByBit, OKEx e Huobi. As reservas da Crypto.com são a exceção com mais USDC do que USDT.

O valor de mercado do Tether cai após o colapso da FTX

A capitalização de mercado do USDT caiu quase US$ 4 bilhões após o colapso da bolsa FTX há quase duas semanas.

O motivo pode ser devido ao Tether desviar brevemente de sua paridade de US$ 1, atingindo 96 centavos em 10 de novembro, depois de congelar US$ 46 milhões em tokens USDT associados à FTX.

Curiosamente, o valor de mercado do USDC aumentou quase US$ 2 bilhões após 10 de novembro, quando o fiasco da FTX começou.

O Tether tem um histórico de quebrar sua paridade com o dólar durante o estresse extremo do mercado, embora em menor grau nos últimos anos.

Por exemplo, o token caiu abaixo de 95 centavos durante a liquidação do mercado cripto em maio, coincidindo com um aumento no valor de mercado do USDC. Isso sugere que alguns investidores mudaram seu capital de Tether para USD Coin, pois o primeiro perdeu sua paridade com o dólar, conforme mostrado abaixo.

No entanto, o Tether voltou à paridade do dólar em alguns dias, afirmando que os tokens em circulação são respaldados 100% por reservas e indexados 1 para 1 com dólares.

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo movimento de investimento e negociação envolve riscos, e os leitores devem conduzir suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.

VEJA MAIS:

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store