Coin News

Crypto.com se compromete com Prova de Reservas após interromper saques e depósitos de USDC e USDT na Solana

10 Nov, 20224 min readAltcoins
Crypto.com se compromete com Prova de Reservas após interromper saques e depósitos de USDC e USDT na Solana

Kris Marszalek, CEO da exchange de criptomoedas Crypto.com, tornou-se o mais recente executivo da indústria a prometer a adoção do mecanismo de “provas de reservas auditadas” para garantir a segurança dos ativos sob gestão da empresa em meio à queda da exchange rival FTX.

“Compartilhamos a crença de que é necessário que as plataformas de de negociação de criptomoedas compartilhem publicamente provas de reservas”, disse Marszalek, acrescentando que a Crypto.com “publicará prova de reservas auditada.”

We share the belief that it should be necessary for crypto platforms to publicly share proof of reserves and will be publishing our audited proof of reserves.— Kris | Crypto.com (@kris) November 10, 2022

Compartilhamos a crença de que deve ser necessário que as plataformas de criptomoedas compartilhem publicamente provas de reservas e a Crypto.com publicará sua prova de reservas auditada.

— Kris | Crypto.com (@kris)

A ideia de empresas de criptomoedas publicarem suas Provas de Reservas ganhou força após a crise de liquidez da FTX. Em 8 de novembro, o CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, também prometeu implementar um sistema de auditoria de Prova de Reservas para fornecer ao público informações sobre o estado dos ativos sob gestão da exchange.

Os comentários do CEO da Crypto.com vieram à tona apenas algumas horas depois que, em 9 de novembro, a exchange suspendeu temporariamente saques e depósitos de USDC e USDT na rede Solana.

Em um e-mail enviado para os usuários da plataforma em 9 de novembro que circulava no Twitter, a Crypto.com notificou os usuários de uma “suspensão imediata de depósitos e saques em UDSC e USDT na Solana.”

No e-mail, a exchange garantiu a seus clientes que eles ainda poderiam sacar USD Coin (USDC) e Tether (USDT) a qualquer momento usando outras redes compatíveis, como Cronos e Ethereum, sugerindo que estas redes não haviam sido afetadas pelos "recentes eventos do setor”.

When suspends all deposits and withdrawals via #Solana is clear something is not right... #cryptocrash #SOL — The Black Tie Report (@BlackTieReport) November 9, 2022

Quando a Crypto.com suspende todos os depósitos e saques via #Solana fica claro que algo não está certo... #cryptocrash #SOL

— The Black Tie Report (@BlackTieReport)

O Cointelegraph entrou em contato com a Crypto.com, que confirmou que as notícias que circulavam nas mídias sociais sobre a suspensão de saques e depósitos de USDC e USDT na rede Solana eram verdadeiras.

A exchange acrescentou que “quaisquer depósitos não recebidos desses dois tokens via rede da Solana serão reembolsados sem cobrança de taxas adicionais pelas próximas duas semanas”. No entanto, eles se recusaram a fornecer mais detalhes sobre o assunto.

Nas últimas 96 horas, os mercados de criptomoedas entraram em estado de alerta e frenesi devido ao colapso da exchange de criptomoedas FTX.

Em 6 de novembro, o CEO da Binance, CZ, anunciou planos para liquidar integralmente suas participações do FTX Token (FTT), o token nativo da exchange rival FTX, o que levou a uma corrida bancária e à queda vertiginosa do preço do FTT.

Uma reviravolta surpreendente ocorreu em 8 de outubro, quando o CEO da Binance divulgou que havia “assinado uma Carta de Intenção não vinculativa, com a intenção de adquirir totalmente a FTX.com e ajudar a cobrir a crise de liquidez” enfrentada pela rival.

O CEO acrescentou que nada estava definido, pois eles estavam “avaliando a situação em tempo real” e tinham a opção de “sair do acordo a qualquer momento”. Menos de 48 horas depois, o CEO anunciou que havia desistido completamente do acordo.

O desenrolar destes últimos acontecimentos tem causado um efeito cascata nos mercados, em particular nos ecossistemas que têm ligações mais próximas com a FTX e as suas empresas relacionadas.

Em 9 de novembro, o Cointelegraph informou que a Solana (SOL) estava prestes a registrar seu pior desempenho diário em todos os tempos, já que o preço da SOL caiu mais de 40% devido à sua associação com Sam Bankman-Fried, fundador do fundo de hedge focado em criptomoedas Alameda Research e da exchange de criptomoedas FTX.

Em meio ao desenrolar dos acontecimentos, o cofundador do Solana Labs, Anatoly Yakovenko, compartilhou uma publicação no Twitter sugerindo que a Solana não havia sido afetada pelos acontecimentos. Ele afirmou: “A Solana Labs, uma empresa dos EUA, não tinha nenhum ativo na ftx.com, então ainda temos toneladas de reservas e, felizmente, ainda uma equipe pequena”.

Solana Labs, a US corp, didn’t have any assets on , so we still have tons of runway, and luckily still a small team.— toly (@aeyakovenko) November 9, 2022

No momento da publicação deste artigo, o SOL estava sendo negociado a cerca de US$ 14,09, registrando uma queda de 25,4% nas últimas 24 horas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store