Coin News

Crise da FTX pode estender o inverno cripto até o final de 2023, sugere relatório da Coinbase

16 Nov, 20222 min readOther
Crise da FTX pode estender o inverno cripto até o final de 2023, sugere relatório da Coinbase

A crise da FTX abalou a confiança dos investidores e criou uma crise de liquidez no mercado que pode muito bem estender o inverno cripto até o final de 2023, de acordo com um novo relatório publicado pela exchange de criptomoedas norte-americana Coinbase.

O relatório analisa as consequências do colapso da FTX no ecossistema cripto e conclui que a implosão da terceira maior exchange global de criptomoedas criou uma crise de liquidez que pode contribuir para um prolongado inverno cripto.

Muitos investidores institucionais da FTX ficaram seus investimentos presos na plataforma depois que a exchange deu entrada a um pedido de falência em 11 de novembro. A implosão da FTX também incentivou investidores e grandes compradores a se afastarem do mercado de criptomoedas. A Coinbase destacou que a dominância das stablecoins atingiu uma nova alta de 18%, indicando que a crise de liquidez pode se estender pelo menos até o final do ano.

A dominância das stablecoins avalia o percentual relativo desta classe específica de ativo digital dentro do ecossistema cripto em comparação com capitalização total do mercado. À medida que a dominância das stablecoins aumenta, isso sugere que os participantes do mercado estão vendendo outros criptoativos para assumir posições em ativos digitais atrelados ao dólar.

O relatório previu que, embora a possibilidade de um contágio mais amplo seja limitada agora, já que a exchange entrou com pedido de falência, o mercado de criptomoedas pode ver “efeitos de segunda ordem” de contrapartes que podem ter concedido empréstimos ou interagido com a FTX ou a Alameda Research:

“Os eventos infelizes em torno da FTX, sem dúvida, abalaram a confiança dos investidores na classe de ativos digitais. A correção levará tempo e, muito provavelmente, isso poderá estender o inverno cripto por mais alguns meses, talvez até o final de 2023, em nossa opinião.”

O colapso da FTX afetou fortemente o mercado de criptomoedas, especialmente em um momento em que os mercados financeiros tradicionais registraram uma recuperação significativa após a divulgação de dados de inflação ao consumidor abaixo do esperado. Muitos acreditavam que, se não fosse pela crise autoinfligida em curso, o mercado cripto teria reagido de forma semelhante.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store