Coin News

Quando as criptomoedas voltarão a subir, de acordo com a maior corretora dos EUA

25 Aug, 20223 min readOther
Quando as criptomoedas voltarão a subir, de acordo com a maior corretora dos EUA

A recente tendência de baixa das criptomoedas assustou diversos investidores, e nomes importantes acreditam que esse ciclo não está tão prestes a acabar e será necessário ainda mais paciência para quem quer recuperar as perdas dos últimos meses.

Durante uma entrevista à CNBC, o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, disse acreditar que o inverno de criptomoedas pode durar até 2023. Durante a entrevista, Armstrong falou sobre a atual situação do criptomercado e que espera que a situação não mude tão cedo.

Inverno cripto pode durar até 18 meses

O famoso bilionário revelou que espera que os preços das criptomoedas permaneçam nesse movimento por um longo período até que reverta a tendência e comece a recuperar o valor perdido nos últimos meses, um sentimento que, segundo ele, é compartilhado pelos outros funcionários e especialistas da Coinbase.

Todos nós esperamos que seja de 12 a 18 meses antes de uma boa recuperação, mas obviamente você tem que se planejar para mais do que isso e é assim que nos preparamos.”, disse Armstrong

Armstrong ressalta que esse momento é um ciclo, como muitos outros anteriormente, e que não há motivos para a Coinbase ficar preocupada com a queda duradoura, considerando que eventualmente isso aconteceu, na verdade, o criptomercado já presenciou pelo menos quatro ciclos assim.

“Obviamente, estamos em um pequeno ciclo de baixa aqui, mas não é incomum para nós. Já passamos por quatro ciclos como este. Como empresa, temos apenas 10 anos” , acrescentou.

A verdade é que momentos de baixa são esperados por quase todos os investidores. A situação agora é um pouco mais complicada devido ao colapso da Terra Luna e de outras empresas importantes, o que derrubou consideravelmente a confiança dos investidores, algo que ainda tem preocupado.

“Nunca é tão bom quanto parece, nunca é tão ruim quanto parece”

A CNBC perguntou ao bilionário sobre qual seria o motivo da recente queda, se havia alguma ligação com a inflação crescente ao redor do mundo ou se a situação política no Leste Europeu possa ter alguma influência.

Para Armstrong, estamos apenas vendo o mesmo cenário se repetindo como no passado, novamente, um ciclo.

“(…) Quando a criptomoeda cai, todo mundo fica muito pessimista e outros temem [ou] se distraem. Eles passam a investir em outras coisas e, quando a criptomoeda está em alta, eles passam a achar que cripto é tudo, e há uma exuberância racional, e nenhuma delas é verdadeira. Nós temos esse ditado internamente… nunca é tão bom quanto parece, nunca é tão ruim quanto parece.”

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store