Coin News

3 criptomoedas registram alta de até 98% em meio à expectativa do aumento da taxa de juros nos EUA

26 Jul, 20224 min readAltcoins
3 criptomoedas registram alta de até 98% em meio à expectativa do aumento da taxa de juros nos EUA

Na manhã desta terça-feira (26), o mercado de criptomoedas iniciou o dia com as marcas da tensão que antecede a reunião de política do Federal Reserve Sustem (Fed), o banco central dos Estados Unidos, que desperta expectativas nada otimistas na maioria dos analistas, que esperam um aumento de 75 pontos na taxa de juros com tentativa de contenção da alta da inflação, estimada em 9,1% no país da América do Norte. A reunião acontece entre terça e quarta (27), quando também deverá ser divulgada a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) referente ao segundo semestre da maior economia do planeta.

Com um volume de US$ 967 bilhões, a capitalização total de mercado de criptomoedas operava em baixa de 4,65%, o que representava o recuo do nível psicológico de US$ 1 trilhão, que o setor havia recuperado no último dia 18 de julho. O Bitcoin (BTC) operava em baixa de 4,38% e era trocado de mãos pouco acima de US$ 21 mil, queda que influenciou para baixo a maioria dos preços das altcoins.

O Ether (ETH), a maior das altcoins em capitalização de mercado, registrava uma retração diária de 8,55%, praticamente o mermo percentual do acumulado semanal, e era negociado pouco acima de US$ 1,4 mil segundo o que apresentava o monitoramento do CoinMarketCap.

O percentual é semelhante ao da rede blockchain Solana (SOL), negociada a US$ 35,65, cuja baixa era de 8,74%, embora a perda semanal da rival da Ethereum fosse de 21,43%. Entre as outras dez principais altcoins por capitalização total de mercado, com exceção das stablecoins, as quedas giraram em torno de 5%.

Outras concorrentes da rede Ethereum apresentavam perdas maiores nas últimas 24 horas. A rede Polygon (MATIC), por exemplo, registrava baixa diária de 9,29% e de 17,32% no acumulado semanal, sendo negociada pouco acima de US$ 0,75. Já a Avalanche (AVAX) operava em queda de 7,39% nas últimas 24 horas e era negociada por US$ 20,67, embora apresentasse baixa semanal de 13,62%.

Pelo mapeamento era possível visualizar algumas altcoins fora do radar de baixa das últimas 24 horas que que abateu o mercado de criptomoedas. Entre elas estava o Conun (CON), cotado pouco acima de US$ 0,018, que parecia sustentar a alta dos últimos dias ao imprimir uma alta diária de 5,73% e de 98,27% no acumulado semanal. O projeto se apresenta como uma plataforma de construção de um sistema compartilhado de armazenamento de poder computacional supostamente capaz de alavancar o poder computacional ocioso de computadores pessoais e smartphones.

Gráfico de sete dias do par CON/USD. Fonte: CoinMarketCap

Outro destaque apresentado era o Marlin (POND), trocado de mãos por quase US$ 0,017 e que imprimia alta diária de 33,48%. Pelo que apresentava o monitoramento, o token da plataforma criada pelos mesmos desenvolvedores do Ziliqa (ZIL), que fornece infraestrutura de rede programável de alto desempenho para aplicativos de finanças descentralizadas (DeFi) e Web3, imprimia um movimento de recuperação, uma vez que o ganho semanal era de 25,55%.

Gráfico de sete dias do par POND/USD. Fonte: CoinMarketCap

O protocolo de código aberto direcionado à criação de aplicativos descentralizados (DApps) Radicle (RAD) era outra altcoin que se apresentava fora do movimento de baixa das últimas horas ao ser negociado por US$ 2,41 e imprimir valorização de 21,03% nas últimas 24 horas além de um ganho semanal de 29,12%.

Gráfico de sete dias do par RAD/USD. Fonte: CoinMarketCap

Na última segunda-feira, enquanto o Bitcoin ainda lutava para manter o suporte de US$ 22 mil, três criptomoedas registravam alta de até 123%, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store