Coin News

Criptomoeda que ‘vai do céu ao inferno’ bate novo recorde, oscila 31.224% em 3 dias e coloca o mercado em alerta

20 Aug, 20223 min readOther
Criptomoeda que ‘vai do céu ao inferno’ bate novo recorde, oscila 31.224% em 3 dias e coloca o mercado em alerta

As oscilações repentinas e estratosféricas do “lunático” SafeMoon (SAFEMOON) andam deixando desconfiados os observadores mais atentos do universo cripto, já que o token, que na tradução em português significa “lua segura”, registrou uma variação de 31.224% entre o máximo registrado na madrugada do último dia 17 e o mínimo mapeado na madrugada deste sábado (20) pelo CoinMarketCap.

Gráfico de sete dias do par SAFEMOON/USD. Fonte: CoinMarketCap

O que à primeira vista pode ser uma oportunidade para um investidor desafisado não condiz com os comentários publicados na página de monitoramento, em que diversos relatos acusam o projeto de rug pull (puxada de tapete).

De acordo com os líderes do projeto, entre eles o fundador John Karony, os rug pulls seriam impossíveis de acontecer com o SafeMoon, porque o pool de liquidez estaria bloqueado. Argumento que não convence um dos maiores acusadores do projeto, o youtuber Coffeezila. Isso porque, a alegação de Karony se apoia no fato de que o Safemoon é um fork do projeto BEE, que também é objeto de suspeita de puxada de tapete e que, segundo a investigação de Coffeezila, só serve para deixar o Safemoon ainda mais no olho do furacão.

Quem andou apostando e perdeu 94% de seus investimentos foi o fundador da plataforma de mídia esportiva Barstool Sports, Dave Portnoy, que, além de ver seu investimento no SAFEMOON despencar de US$ 40 mil para US$ 2,37 mil, ainda estaria sendo processado por dar à empresa “uma aparência ruim e uma representação injusta.”

Mas os possíveis problemas de Portnoy com a Justiça, por causa de suas supostas “ofensas” ao token, não devem ser maiores do que o que os criadores do Safemoon podem enfrentar nos tribunais, já que eles são alvo de uma terceira ação coletiva que alega fraude em investimentos por elevação artificial do preço do criptoativo, por meio de declarações supostamente fantasiosas a respeito da segurança financeira do SAFEMOON.

No rol dos processos, além dos desenvolvedores do projeto, algumas celebridades devem prestar contas à justiça em dois outros processos de fraude de valores mobiliários de ação coletiva, registrados no início deste ano no tribunal federal de Los Angeles, pela promoção da memecoin “sensação de 2021.” Isso porque os detentores do token alegam que perderam “centenas de milhões de dólares” depois de oferecerem acusações contra os fundadores do SafeMoon de que propaganda enganosa.

Entre as celebridades e influenciadores acusados de promover o token, que se apresenta como uma combinação de tokemonics Reflect Finance (RFI) e um protocolo de geração de liquidez automática, estão o rapper Lil Yachty, o YouTuber KEEMSTAR e o boxeador Jake Paul, com promoções chamativas e promessas de riquezas “seguras.” O que acabou em um processo nos Estados Unidos movido contra as celebridades, acusadas por investigadores de darem golpe pump and dump com o SAFEMOON, que em julho subiu 13.000% em cinco minutos, ‘desenhou um par de chifres’ e derreteu os 13.000%, 24 horas depois, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store