Coin News

Crescimento da rede Polygon é destaque da Uniswap em 2022; confira análise completa sobre a corretora descentralizada

1 May, 202225 min readDeFi
Crescimento da rede Polygon é destaque da Uniswap em 2022; confira análise completa sobre a corretora descentralizada

A Uniswap facilita a negociação de tokens na rede Ethereum junto com soluções de escalabilidade, como Optimism, Arbitrum e Polygon.

O protocolo é considerado como um pioneiro dentre as corretoras descentralizadas (ou DEXs, na abreviatura em inglês).

Primeiro, popularizou a fórmula x * y = k (quantidade de um token específico em um pool de liquidez multiplicada pela quantidade de um outro ativo igual à constante fixa), que é a curva constante de precificação de produtos para a liquidez alocada em sua segunda versão (ou V2).

Segundo, é conhecido por sua liquidez concentrada e suas funcionalidades escalonadas para taxas de negociação na terceira versão (ou V3).

O modelo de liquidez concentrada e os diferentes níveis de taxa continuam relativamente ímpares dentre aplicações de DEXs.

Resumindo, formadores automatizados de mercado (ou AMMs) unem tokens em pools equilibrados pelo algoritmo mencionado acima. Fornecedores de liquidez (ou LPs) podem depositar fundos nesses pools de liquidez, em que traders negociam ao converter tokens — na prática, negociando com o pool.

Por fornecerem liquidez, LPs recebem taxas de transação pagas pelos traders.

Novidades

Atualizações importantes do protocolo, feitas no primeiro trimestre de 2022, incluem o rápido crescimento da atividade de negociação na blockchain proof of stake (ou PoS) da Polygon.

Apesar de a Polygon ter sido a última solução de escalabilidade a ser lançada na Polygon em 2021, o volume transacionado pela V3 da Uniswap rapidamente ultrapassou outras DEXs importantes na Polygon, como SushiSwap, QuickSwap, Balancer, em termos de frações do valor total bloqueado (ou TVL) para outras DEXs.

No primeiro trimestre, também houve algumas importantes propostas de governança: o lançamento da V3 na Gnosis Chain e Celo passaram por verificações e estarão sujeitas à votação em breve. Espere por mais propostas de expansão durante este ano.

Após um quarto trimestre volátil em 2021, 2022 representa uma oportunidade de normalização. Métricas trimestrais de referência vão esclarecer como a Uniswap e LPs respondem a preocupações sobre um mercado de baixa. No fim desta análise, é apresentado um apêndice dos dados trimestrais.

Síntese desta análise

– O volume total negociado, bem como as taxas concedidas a fornecedores de liquidez, caíram no primeiro trimestre de 2022 conforme o aumento no interesse por criptoativos e tokens não fungíveis (ou NFTs), registrado no quarto trimestre de 2021, caiu.

– Na Polygon, a Uniswap encontrou um crescimento orgânico e sua V3 se tornou a principal plataforma também utilizada fora do Ethereum, apesar de ter sido a última rede a ser integrada; outros incentivos de “liquidity mining” neste segundo trimestre devem continuar direcionando o crescimento.

– A comunidade está explorando áreas de expansão para Celo e Gnosis Chain.

– O Uniswap Grants Program (ou UGP) concedeu a maior série de bonificações em sua História na Wave 6, que inclui um misto de propostas de bonificação apresentadas no fim de 2021.

Panorama macro

Durante o primeiro trimestre de 2022, o volume total negociado pela Uniswap foi 53,5% menor do que no quarto trimestre de 2021. Essa diminuição corresponde ao mercado cripto global que, no quarto trimestre, havia atingido sua maior capitalização de mercado a US$ 3 trilhões e, desde então, caiu para US$ 2 bilhões.

Quando o preço de tokens sobe, o volume negociado geralmente aumenta à medida que investidores do varejo ficam mais interessados nesses ativos. Já quando o preço de tokens diminui, investidores do varejo perdem o interesse em cripto.

Diferente do quarto trimestre, em que houve tanto o ressurgimento de NFTs e altas recordes do bitcoin (BTC) e do ether (ETH), a atividade de negociação no primeiro trimestre está mais moderada.

A liquidez total de mercado caiu no primeiro trimestre, mas a um nível menor do que a queda no volume. A V2 foi a única rede a registrar uma queda de 25,7% na liquidez ao longo do trimestre enquanto todas as outras registraram aumentos nominais em menor escala.

Já que a segunda versão inclui pares de tokens de cauda longa, uma queda na liquidez da V2 coincide com um volume menor de negociação pelo varejo.

Nesse intervalo, a liquidez de mercado realmente brilhou com chamadas soluções de escalabilidade na Uniswap — principalmente a Polygon, que disparou quase 81,7% em comparação ao quarto trimestre, quando tinha acabado de ser lançada.

As consequências da grande vitória da Polygon serão revisitadas ao longo desta análise. A Arbitrum e a Optimism também passaram por crescimentos de 72,9% e 34,7%, respectivamente.

And its LIVE !! As promised @Uniswap v3 liquidity mining now live on @0xPolygon and @ArrakisFinance . Special shoutout to @hilmarxo @kassandra_eth and team to champion this for the community. ❤️ — Hamzah Khan 💚 (@_khanhamzah) April 6, 2022

O crescimento de liquidez da Polygon é bastante impressionante dada a falta de incentivos de liquidez para usuários no primeiro trimestre.

Quando a proposta inicial de governança foi apresentada, cerca US$ 15 milhões foram reservados pela equipe da Polygon para fins de “liquidity mining” — processo em que holders emprestam ativos a uma DEX em troca de recompensas — e outros US$ 5 milhões foram preparados para fornecer suporte ao ecossistema.

Esses incentivos já foram implementados na primeira semana de abril. Apenas o tempo dirá quanto impulsionamento darão ao atual sucesso da Polygon.

As taxas diárias concedidas a fornecedores de liquidez (LPs) caíram 36,2% no primeiro trimestre após dispararem 54% no quarto trimestre, resultando em números trimestrais similares aos registrados no fim do terceiro trimestre de 2021.

Os números do quarto trimestres se distinguem por conta da popularidade dos NFTs e das altas recordes no preço tanto do bitcoin como do ether. No setor fora do Ethereum de soluções de escalabilidade, a Arbitrum é uma grande competidora da Polygon enquanto a Optimism fica para trás.

Esses dados sugerem que a Polygon registra mais negociação de grandes partes de tokens (e, por isso, menores taxas) enquanto os populares pares na Arbitrum são negociados a taxas de níveis mais altos.

O total negociado em mercados continuou subindo, em comparação ao quarto trimestre, entre todos os produtos da V2 no Ethereum para cada uma das redes de segunda camada do Uniswap. A V2 continua compondo a grande maioria dos mercados totais disponíveis.

A V3, no Ethereum e na Polygon, compõe 11% dos mercados ativos enquanto continua com uma porcentagem irrelevante na Optimism e na Arbitrum.

Em relação à liquidez de mercado, a Polygon registrou o crescimento mais rápido, disparando quase 300% do trimestre anterior. Devido a todos os dados, é evidente que a Uniswap encontrou seu lar na Polygon.

Panorama micro

Mercados na V3, embora em quantidade menor, continuam negociando pares com os principais tokens. A atividade de negociação na V3 continua aumentando trimestralmente.

Os principais pools na V2

Durante o primeiro trimestre de 2022, os quatro principais mercados mais ativos na V2 foram os seguintes pools:

– USDC/WETH;– USDT/WETH;– SAITAMA/WETH;– FXS/FRAX.

Juntos, os quatro pools representam menos de 0,001% dos mercados negociados e disponíveis na V2, mas compõem 19,4% do valor total negociado.

USDC/WETH

Dados do par USDC/WETH mostram a contínua queda no volume após o lançamento da V3. O volume na V2 no primeiro trimestre só representou 3,2% do volume total — apenas 1/10 do volume na V2 durante o segundo trimestre de 2021.

Um total de US$ 2,7 bilhões foi negociado no pool da V2 no primeiro trimestre — uma queda de 24,5% em relação ao quarto trimestre de 2021. A eficiência de capital na V3 sugere a possibilidade de a atividade de negociação do par USDC/WETH na V2 continuar caindo e dar espaço para outros aumentos de volume na V3.

O gráfico acima representa a metodologia da Messari para rastrear lucros/prejuízos por LPs. Três contextos foram avaliados para comparar a rentabilidade de fornecimento de liquidez a esse pool: um usuário que oferece liquidez durante 30, 90 ou 180 dias.

Esses períodos foram registrados durante o último ano para comparar a rentabilidade dessas ações ao longo do tempo. Para cada período de tempo, a perda impermanente correspondente, causada pela variação de preço no primeiro e no último dia do período, foi subtraída do rendimento equivalente gerado pelas taxas de negociação.

O resultado é a métrica móvel de lucro líquido mostrada acima.

O par USDC/WETH é um ótimo mercado para realizar o staking de liquidez dado o alto volume de trades facilitados pelo pool.

Já que a maioria das oscilações de preço seria protegida pelas taxas de negociação recebidas por LPs, é possível esperar retornos decentes a qualquer momento.

Poucos dias até resultariam em um prejuízo para LPs de curtíssimo prazo: para fornecimentos de liquidez por 30 dias, a perda impermanente total teria excedido as taxas durante apenas 45 dias do ano e apenas 12 dias para aqueles que fornecem liquidez por 90 dias.

Apenas no primeiro trimestre, o desempenho melhorou. Todas as posições de fornecimento de liquidez por 90 e 180 dias, ao longo de 90 dias, teriam gerado um lucro positivo. No fornecimento de liquidez por 30 dias, cada posição teria realizado lucro, exceto entre os dias 22 e 27 de janeiro e no dia 5 de março.

FXS/FRAX

FXS e FRAX, os dois tokens no pool final da V2, são tokens usados pelo Frax Protocol, protocolo de stablecoins algorítmicas desenvolvido em um modelo híbrido de “seigniorage” — em que um token é “queimado” (“destruído”) para a emissão de outro token.

FRAX é a stablecoin lastreada ao dólar americano; FXS é o token de governança e de captação de valor usado como garantia parcial da FRAX. Por ser um modelo híbrido, a garantia de FRAX é composta tanto pelo token FRAX como por uma fração de outra stablecoin.

À medida que a porcentagem da garantia, composta por FRAX e USDC ou outra stablecoin, é determinada pela proporção de garantias, que varia de acordo com a demanda por FRAX. Se a oferta de FRAX estiver expandindo, menos stablecoins são necessárias. Se FRAX está diminuindo, uma proporção mais alta de garantia é necessária.

É importante saber que o protocolo Frax possui um programa de recompra (chamado de “FXS1559”) de garantias excedentes. Isso acontece quando retornos são obtidos pela garantia da stablecoin do protocolo, fazendo com que a garantia total aumente acima da proporção de garantias necessárias.

O Frax utiliza capital extra para emitir novos tokens FRAX e comprar tokens FXS excedentes.

Além disso, o volume negociado no pool FXS/FRAX da Uniswap é movido pelo programa de recompra FXS1559 e deve se manter relativamente estável contanto que FRAX continue mantendo seu lastro no dólar americano.

Sua ascensão como um dos três pares mais negociados no trimestre recente reflete essa estabilidade enquanto outros pools voláteis passaram por quedas drásticas em seu volume negociado. No total, a atividade de negociação no primeiro trimestre de 2022 aumentou para 6,9% após ter subido 243,1% no quarto trimestre de 2021.

Outro fator que influenciou a alta na negociação foi o burburinho em torno de um “airdrop” pendente: a distribuição do futuro token FPI. Em 20 de fevereiro, foi feito um “snapshot” (registro do estado da blockchain a uma altura específica de blocos) dos usuários que haviam feito o staking de tokens FXS ou eram fornecedores de liquidez no pool FXS/FRAX.

Aqueles que ficaram sabendo sobre a elegibilidade do airdrop podem ter contribuído para a atividade de mercado ao negociar tokens FXS ou para o pool de liquidez.

Infelizmente, para LPs, o pool FXS/FRAX apresenta resultados variados. As taxas de negociação não eram sólidas antes da implementação do FXS1559 enquanto o preço do token oscilou bastante. A combinação resultou em enormes perdas nos três intervalos de tempo.

Quando o programa de recompra foi iniciado, o volume negociado aumentou significativamente. Apesar de a volatilidade de preço do FXS não ter sumido, as taxas adicionais de negociação, obtidas por fornecedores de liquidez, começaram a neutralizar a perda impermanente, tornando positivo o total de taxas para LPs.

SATAMA/WETH

No quarto trimestre de 2021, a Messari descreveu a ascensão do pool SAITAMA/WETH como um beneficiário da alta na negociação em novembro. SAITAMA é um token dentre outros projetos similares à dogecoin (DOGE), tão populares entre investidores do varejo, mas seu contínuo sucesso superou as expectativas.

SAITAMA/WETH não apenas foi um mercado de ótimo desempenho no quarto trimestre como também continuou assim no primeiro trimestre. Isso tudo aconteceu enquanto o preço da SAITAMA caiu mais de 75% ao longo do trimestre.

Fornecedores de liquidez que mantiveram seu capital no pool podem tê-lo feito por diversos motivos, incluindo a possibilidade de obter mais taxas ou esquecer de encerrar sua posição de “market-making” — que compra e vende ativos para si.

Fornecedores de liquidez que contribuíram liquidez ao pool SAITAMA/WETH receberam um misto de retornos positivos e negativos ao longo dos intervalos de 30, 90 e 180 dias. Alinhada às expectativas, grande parte dos retornos positivos surgiu durante ou após o quarto trimestre de 2021, quando o volume negociado começou a ganhar força.

Quase 66% (ou 62 dos 90 dias do trimestre) resultou em retornos positivos para fornecedores de liquidez ao longo do período de 30 dias. O número de dias positivos aumentou 82% para qualquer um que havia fornecido liquidez ao longo de 90 dias, mas caiu 32% para fornecedores de liquidez durante 180 dias.

Os principais pools na V3

Como era de se esperar, grande parte dos mercados ativos na V3 são USDC/WETH, USDC/USDT e WBTC/WETH, que contribuíram 61% do volume na V3.

Cada mercado envolve uma parte diferente do ecossistema cripto: 1) a atividade no Ethereum, o pilar das redes de contratos autônomos; 2) mercados de stablecoins; e 3) a relação entre os dois maiores criptoativos.

USDC/WETH

O mercado USDC/WETH é o par da principal stablecoin com o ether, além de ser o melhor indicador da atividade de negociação no Ethereum. É importante mencionar que o par USDC/WETH também é bem ativo na Uniswap. Na verdade, é o segundo mercado mais ativo.

A demanda por esses tokens é bastante alta na Uniswap, pois grande parte dos trades são denominados nesses ativos, o que torna esses pools no ponto central de roteamento para a atividade do mercado.

No primeiro trimestre, o volume total transacionado em USDC/WETH na V3 totalizou US$ 81,5 bilhões — um aumento de 6,3% em comparação ao quarto trimestre. Grande parte desse aumento veio da taxa de nível 0,05%, que disparou de US$ 65,8 bilhões para US$ 73,2 bilhões.

O aumento foi parcialmente ofuscado pela queda na negociação na taxa de nível 0,30%. Essa tendência destaca quão competitiva são as corretoras. No quarto trimestre de 2021, o capital competia com capital por taxas e, assim, direciona trades para taxas de níveis menores.

A divisão das taxas totais por cada dólar de liquidez destaca os rendimentos que um fornecedor de liquidez pode obter. Uma rápida e ótima comparação do retorno sobre ativos do pool USDC/WETH na V2 e V3 demonstra a superioridade na eficiência de capital da V3. V2 concede US$ 0,12 para cada dólar (ou 12%).

Note que isso não vale para a liquidez concentrada de cada fornecedor de liquidez na V3, mas sumariza, de forma holística, a capacidade da V3 em gerar um retorno três vezes maior sobre sua liquidez.

Apesar de a Polygon ter tido bastante sucesso no primeiro trimestre, a Arbitrum possui uma quantidade significativa de liquidez disponível para USDC/WETH na V3.

A Arbitrum possui US$ 16,2 milhões, ou seja, 28,3% mais liquidez do que a Polygon, com US$ 12,6 milhões. Já que a Arbitrum existe há mais tempo, a liquidez da Polygon cresceu a uma velocidade maior diariamente — e será ainda rápida quando o programa de “liquidity mining” da Polygon for lançado no próximo trimestre.

USDC/USDT

A Uniswap não era uma grande competidora no mercado de stablecoins em DEXs até a implementação de sua taxa de nível 0,01%. Após essa implementação, a Uniswap conseguiu chamar a atenção de traders que queriam pagar as menores taxas por pares de stablecoins de alta correlação. O gráfico acima mostra exatamente quando isso aconteceu.

Trades de stablecoins no mercado USDC/USDT dispararam 60% em relação ao quarto trimestre de 2021. Seguiu um aumento de 114,1% em comparação ao quarto trimestre, mais do que triplicando em nove meses.

Não é surpreendente que 87,3% do volume negociado, ou cerca de US$ 8,5 bilhões, veio da taxa menor de 0,01%. Enquanto isso, a liquidez só aumentou 11,2% durante o trimestre.

Na análise do quarto trimestre de 2021, a Messari mencionou a decisão de implementar a taxa de 0,01% para impulsionar o volume negociado de stablecoins. Pela análise dos dados acima, a Uniswap agora parece estar competindo mais com a Curve como consequência dessa potencializada eficiência de capital.

Antes do lançamento da V3, a Uniswap registrava uma mediana de 8,54% do volume combinado entre Uniswap e Curve. Após o lançamento da V3, mas antes da implementação da taxa de 0,01%, a negociação de stablecoins na Uniswap, tanto na V2 como na V3, operou a dominância média de negociação entre 30% a 33%.

Essa proporção mediana agora está em 48,3%, praticamente em paridade ao Curve. A participação da Uniswap no volume combinado entre as duas DEXs até atingiu uma alta de 71,4%. Dada a importância de stablecoins no ecossistema DeFi, os ganhos da Uniswap, nesse setor, são interessantes de acompanhar.

WBTC/WETH

O volume negociado com o pool WBTC/WETH caiu 20,2% em comparação ao quarto trimestre de 2021. O volume no pool com a taxa de 0,05% caiu 28,9% enquanto o volume com a taxa de 0,30% foi o mais consistente nos trimestres recentes. A liquidez no pool com a menor taxa subiu 57,3% enquanto a taxa mais alta só se moveu 13,7%.

Já que o sentimento de investidores esfriou, alguns podem estar escolhendo uma posição de fornecimento de liquidez que gere rendimentos, obtendo juros com esses ativos principais (e mais estáveis) e reavaliando o estado do mercado quando melhores oportunidades surgirem.

Nos bastidores, o Ethereum continua demonstrando sinais de perda de sua dominância completa sobre a negociação na V3. Nos últimos quatro anos, a participação da atividade de transação que acontece no Ethereum passou de 100% para 99,8%, 98,4% e, por fim, para 96,4% no primeiro trimestre de 2022.

Novamente, a emergente vencedora do trimestre continua sendo a Polygon. O nível de dominância de protocolos sobre WBTC/WETH na Polygon mostra que a rede começou em cerca de 5% de todas as atividades de negociação e atingiu um auge de 10% na metade do trimestre.

No total, o ganho de 3,6% da Polygon e de outras blockchains não é algo tão impressionante, mas será algo a acompanhar à medida que usuários continuam em busca de soluções de escalabilidade mais baratas.

Programa de bonificações

A Uniswap aprova bonificações quase toda semana mas, vez de publicar um artigo para cada novo financiamento, bonificações são agrupadas em “waves” (ou “levas”). No primeiro trimestre de 2022, a Uniswap concedeu as Waves 6 e Wave 7 de seu Uniswap Grants Program (ou UGP).

O trimestre em que as agrupações são divulgadas não está necessariamente correlacionado com o trimestre em que foram distribuídas (ou seja, algumas bonificações das levas podem ter sido financiadas no quarto trimestre de 2021).

O destaque no trimestre é o financiamento total de bonificações distribuídas na Wave 6. O recorde anterior havia acontecido na Wave 5, com US$ 946 mil. A Wave 6 registra um aumento de mais de 2,5x do nível anterior, totalizando US$ 2,4 milhões de financiamento.

Mais de US$ 1 milhão foram dedicados à categoria “RFP & Challenges” (ou “Solicitações de Propostas & Contestações”). Abaixo, estão listadas algumas das bonificações de destaque nas Waves 6 e 7.

“Other Internet” (Experimentos de governança): US$ 1 milhão

O projeto “Other Internet” recebeu uma bonificação de US$ 1 milhão do UGP para avançar sua pesquisa da governança aberta na Uniswap. No verão de 2021, “Other Internet” finalizou uma pesquisa inicial sobre governança fora do blockchain, que acontece em canais no Discord do protocolo.

Outros financiamentos vão apoiar uma série de propostas voltadas para a ação, a fim de fortalecer práticas de governança — muitas poderão ser implementadas em todo o setor cripto.

Resultados específicos incluem um redesign do processo de governança, um novo comitê para o UGP e percepções sobre o tesouro do protocolo. A expectativa é que o dinheiro dessa bonificação dure até o próximo ano.

“Unigrants Community Analytics Program”: US$ 250 mil

US$ 250 mil foram reservados para financiar vencedores de um novo programa com foco em análises. O objetivo do programa é conceder recompensas com tokens UNI a contribuidores que produzirem análises para o protocolo.

O propósito desse programa é utilizar essa análise para avançar a integração de novos usuários à comunidade. Um comitê de cinco pessoas, que varia entre membros do UGP e analistas independentes, foram escolhidos para revisar candidatuas e selecionar os vencedores do programa.

Team Secret: US$ 112,5 mil

O UGP decidiu continuar sua parceria com o Team Secret na primeira metade do ano fiscal de 2022 após a classificação de terceiro lugar do time no The International, o maior campeonato global de DOTA.

Conforme anunciado em junho de 2021, a parceria inclui a criação de conteúdo educacional em torno da Uniswap e a organização de futuros lançamentos tecnológicos. O objetivo era — e continua sendo — o alcance de novos públicos, principalmente aqueles que estão na comunidade de jogos digitalmente nativa.

Art Basel (Integração cripto): US$ 68,5 mil

O financiamento foi concedido para a criação de um estande no Art Basel, em dezembro de 2021. Em Miami, o estande foi instalado para ajudar participantes do evento a se integrarem a cripto.

Havia pessoas para auxiliar participantes curiosos na criação de sua primeira carteira, resgatando seu primeiro token POAP, aprendendo como interagir com NFTs e mais. O resultado? Mais de 300 pessoas foram integradas a cripto e ao ecossistema DeFi.

O que é o Community Analytics Program?

O programa foi criado para encorajar mais análises para fomentar o crescimento da comunidade Uniswap. Diversas rodadas de recompensas já aconteceram, do momento em que a bonificação foi aprovada até o fim do primeiro trimestre de 2021:

– 1ª recompensa: Uniswap na Polygon — Comparação da implementação da V3 da Uniswap à Polygon com suas métricas no Ethereum. Inclui outras DEXs na análise. O produto final deve apresentar o crescimento em um painel de fácil visualização.

– 2ª recompensa: Comportamento de fornecedores de liquidez na V3 da Unsiwap — Criação de um painel, analisando o comportamento de fornecedores de liquidez na V3 da Uniswap. Dada a eficiência de capital do produto, a Uniswap queria entender melhor os níveis de taxa, o volume e as preferências de liquidez dos fornecedores.

– 3ª recompensa: V2 vs. V3 da Uniswap (divididas por L1s) — Ao longo de um intervalo de tempo selecionado, fornecer análises, destacando métricas fundamentais entre o uso da V2 em comparação à V3. Os Indicadores-Chave de Performance (ou KPI) da V3 devem ser divididos por rede de primeira camada (ou L1s) para que a Uniswap possa compreender melhor quais são os direcionadores responsáveis pela adesão de seus mercados.

– 4ª recompensa: Governança no Uniswap — Pontos de estudo da descentralização para a Uniswap Governance, incluindo todos os procedimentos de votação dentro e fora da blockchain. Essa recompensa foi garantida ao selecionar três pontos de dados específicos e conduzir uma análise de todos os fatores relevantes de governança.

O Community Analytics Program vai continuar com a Rodada 3, que está acontecendo agora. Propostas poderiam ser enviadas até o dia 1º de abril e os vencedores foram anunciados no dia 8.

Atualizações de governança

A decisão de aprovar a Hermes DeFi com uma bonificação do uso do código-base da V3 da Uniswap foi rejeitada por não atingir o quórum mínimo. A ideia proposta permitiria que outra DEX alternativa usasse o código da Uniswap para criar um formador automatizado de mercado (ou AMM) no Harmony.

Por sua vez, a Uniswap iria receber inúmeros benefícios, incluindo a governança do token Hermes, faixas de negociação, um pool de negociação perpétua na AMM e mais.

As preocupações da comunidade foram centradas em como esse não seria um lançamento nativo na Uniswap, em comparação a outras propostas de “Implementação da Uniswap à XYZ Blockchain”.

No entanto, já que o sentimento foi, em sua maioria, positivo, a decisão de lançar no Harmony — seja via um terceiro ou de forma nativa — poderia ser revisitada caso um quórum seja atingido.

O mecanismo de ativação de taxas da Uniswap é um grande assunto de debate. O cerne da questão é quando e como a Uniswap irá implementar seu famoso ativador de taxas para redistribuir a receita do protocolo para holders do token UNI. Essa proposta sugeria a criação de um fundo para supervisionar a aplicação do mecanismo de ativação de taxas tanto para pools da V2 como para pools da V3, mas foi rejeitada pela comunidade.

Proposta no quarto trimestre de 2021, a decisão de fornecer ao Voltz Protocol a bonificação de uso do código-base foi executada com sucesso em março de 2022.

O código-base concedido nessa votação será usado para o novo primitivo DeFi do Voltz para a negociação de conversões alavancadas para taxas de juros.

Em troca da aprovação dessa medida de governança. Voltz concordou em conceder 1% do fornecimento de seu token à Uniswap; se o protocolo tiver sucesso ao atrair liquidez, tanto a Uniswap como o Voltz vão se beneficiar.

Um interesse na medição de temperatura para a implementação da V3 na Celo, a blockchain com foco ambiental e em dispositivos móveis, foi aprovada em março.

Caso a proposta seja aprovada, incluirá US$ 10 milhões em incentivos financeiros e ⅓ será direcionado para ativos sustentáveis, como créditos de carbono tokenizados. Ao aprovar a medição de temperatura, a Uniswap e a Celo Foundation esperam realizar uma votação final em breve.

A comunidade votou a favor de outra medição de temperatura em relação à implementação da V3 da Uniswap na Gnosis Chain.

Recentemente, a Gnosis Chain passou por uma iniciativa de reformulação de xDai Chain em uma tentativa de fomentar o uso da rede. Parte dessa proposta inclui um financiamento da equipe da Gnosis Chain na forma de US$ 10 milhões concedidos pelo fundo do ecossistema Gnosis DAO.

O dinheiro recebido pela organização autônoma descentralizada (ou DAO) será alocado para um programa de “liquidity mining” sob medida para atrair usuários. Uma votação final deve seguir o mesmo cronograma, como o necessário para aprovar o lançamento da V3 na Celo.

O futuro da Uniswap

Para a Uniswap, o primeiro trimestre de 2022 foi bastante marcado pelo crescimento orgânico na rede Polygon, explorando formas de expandir a V3 para outras redes e a correção da negociação total pelo amplo mercado cripto.

Este último pode preocupar membros da comunidade: Se menos atividades de negociação acontecerem, isso não irá prejudicar a Uniswap?

A resposta é uma combinação de “sim” e “não”. Corretoras sempre querem registrar um volume saudável de negociação, mas a realidade é que a Uniswap está bem-posicionada para lidar com qualquer correção nos mercados cripto.

O fato de que usuários podem abrir posições de fornecimento de liquidez e obterem rendimentos sugere que uma interação com o protocolo irá continuar.

Entender a forma como o protocolo responde a um mutável ambiente de investimentos macro será fundamental ao longo do ano.

*Confira a versão em PDF deste relatório com um apêndice repleto de dados trimestrais.

**Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Messari Hub.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store