Coin News

Craques da Copa do Mundo FIFA Qatar 2022 preferem investir em imóveis e hotéis do que em Bitcoin e criptomoedas

19 Oct, 20224 min readBitcoin
Craques da Copa do Mundo FIFA Qatar 2022 preferem investir em imóveis e hotéis do que em Bitcoin e criptomoedas

Embora grande parte dos jogadores das principais seleções do mundo tenham algum envolvimento com o mercado de criptoativos, as criptomoedas não são sua principal escolha na hora de realizar seus investimentos, com aponta um levantamento realizado por João Victorino, administrador de empresas e especialista em finanças pessoais.

Segundo Victorino a preferencia dos atletas esta principalmente no setor imobiliário e hoteleiro. De acordo com o levantamento, Robert Lewandowski, centroavante do Barcelona e da seleção Polonesa, possui um patrimônio da ordem de 85 milhões de dólares e, entre salários e patrocínios, receba anualmente mais de US$ 30 milhões.

Já o patrimônio acumulado por Lionel Messi, camisa 10 da seleção Argentina e parceiro de ataque de Neymar, ao longo de sua vitoriosa carreira, está próximo dos US$ 400 milhões. O craque recebe, atualmente, mais de 115 milhões de dólares por ano, entre salários e patrocínios.

O astro português Cristiano Ronaldo não fica atrás. Com patrimônio estimado em US$ 500 milhões, o número 7 de Portugal recebe, anualmente, 104 milhões de dólares entre salários de clube e patrocínios.

Por sua vez, o craque brasileiro Neymar recebe, anualmente, 70 milhões de dólares do PSG, além de US$ 25 milhões por ano com patrocínios. Seu patrimônio está estimado em torno de 200 milhões de dólares.

Já o jogador do Paris Saint Germain, Kylian Mbappé, possui um patrimônio de 140 milhões de dólares. Após a renovação de seu contrato com o PSG, em maio de 2022, além do bônus, o atleta francês receberá do clube mais de 63 milhões de euros por ano até 2025.

Karim Benzema, que acaba de receber o prêmio Bola de Ouro, como o melhor jogador do mundo em 2022, atacante do Real Madrid, possui um patrimônio líquido da ordem de US$ 75 milhões. Além disso, seu salário com o clube espanhol é de 24 milhões de dólares por ano.

Como investem os craques

De acordo com o especialista, os imóveis aparecem com alguma frequência nas escolhas de investimento dos jogadores. “Não só na compra simples e na espera de que se valorizem, como também na construção de novos empreendimentos imobiliários, que é o caso de Lewandowski da Polônia”, diz.

Outros craques também investem em imóveis, mas de maneira indireta, aportando seu capital no segmento de hotelaria, como Messi e Cristiano Ronaldo.

“A hotelaria é, tradicionalmente, um investimento que apresenta bons retornos aos investidores. Por exemplo, as férias, os feriados, os momentos de lazer e de turismo corporativo são responsáveis por uma parcela considerável da riqueza criada nos países que são destinos turísticos, e devem continuar crescendo muito nos próximos anos”, completa Victorino.

Ainda segundo o especialista, imóveis são investimentos tradicionais desde a idade média, e estão no portfólio da maioria das pessoas ricas. Também são reconhecidos como protetores contra a inflação.

“No momento atual, essa proteção é muito necessária. E porque protegem contra a inflação? Porque os preços dos imóveis tendem a acompanhar a inflação - e até vencê-la ao longo do tempo. Claro, depende de que seja um bom imóvel, esteja em uma boa localização, etc”, conclui.

Ainda segundo o levantamento, Mbappé e Vinicius Jr e Benzema também investem em imóveis próprios e alocam parte de seus recursos no setor imobiliário, mas ainda não há informações mais detalhadas a respeito dos empreendimentos, em específico, escolhidos pelas equipes de gestão de patrimônio dos atletas.

Outros investimentos

Outros investimentos levantados são em participação de empresas em vários setores. Neymar, por exemplo, investe em empresas de cultura e entretenimento. O jogador também se aventurou na onda de criptoativos e NFTs e anunciou a compra de um BAYC.

Ja Cristiano Ronaldo, possui uma clínica de tratamento capilar, é uma marca de moda, vestuário e perfumaria com o próprio nome, além de participação societária com ações de grandes empresas. Por fim, segundo João Victorino, muitos deles estão se dedicando a estudar novos segmentos de negócios, aprofundar conhecimento e se cercam de pessoas profissionais para ajudá-las na tarefa de cuidar de suas novas carreiras e do seu dinheiro.

“Hoje, eles podem servir de exemplo para quem investe, já que diversificar é sempre importante, investir sempre no que você conhece, e nunca deixar de aprender. Essas atitudes vão ser um belo gol para suas finanças”, finaliza.

NFTs

Recentemente ​​​​​​a FIFA inaugurou uma nova era dos clássicos álbuns de figurinha, incorporando áudio, vídeo e colecionáveis digitais sob o formato de NFTs, ao lançar o primeiro lançamento da plataforma Fifa+ Collect.

O Genesis Drop já pode ser adquirido através da plataforma baseada na blockchain da Algorand (ALGO) FIFA+ Collect ao custo de US$ 4,99 (aproximadamente R$ 26, na cotação atual). O primeiro NFT oficial da FIFA está disponível aos colecionadores em 532.980 pacotes contendo momentos marcantes aleatórios de quase 100 anos de história da Copa do Mundo.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store