Coin News

Cotação do Bitcoin hoje 26/10/2022: Bitcoin volta para US$ 20 mil mas grande destaque é o Ethereum que subiu 14%

26 Oct, 20226 min readBitcoin
Cotação do Bitcoin hoje 26/10/2022: Bitcoin volta para US$ 20 mil mas grande destaque é o Ethereum que subiu 14%

A principal criptomoeda do mercado, o Bitcoin, está cotado na manhã desta quarta-feira, 26/10/202, em R$ 109.356,47. Depois de semanas negociando lateralmente na faixa de US$ 19 mil os touros conseguiram romper a resistência e levar o BTC novamente para US$ 20 mil, depois de uma alta de mais de 6%.

No entanto, quem roubou a cena foi o Ethereum (ETH) que subiu mais de 14% e voltou a ser negociado em US$ 1.500. A alta do ETH reforçou que em uma retomada de um movimento altista as altcoins tendem a se recuperar antes que o BTC e, entre elas, soluções de layer 1 como o Ethereum podem liderar o mercado.

Ontem o dia que havia começado com pequenas oscilações nos principais criptoativos, terminou com o bitcoin subindo 3,88% e o ether 8,65%. Hoje o dia também começa no positivo para ambos. No entanto, esse movimento não foi intrínseco ao mercado cripto, mas uma resposta ao que aconteceu nos mercados de risco tradicionais, que ontem tiveram um rally durante o pregão. Nos dados on-chain vemos mais 5 mil bitcoins adicionados às mãos dos investidores de longo prazo (LTH) e um novo recorde atingido na métrica", afirma Andre Franco, Head da área de Research do Mercado Bitcoin.

Portanto, o preço do Bitcoin em 26 de outubro de 2022 é de R$ 109.356,47.

US$ 25 mil é o próximo alvo

Como apontou o analista Fernando Pereira, gerente de conteúdo da Bitget, dados gráficos indicavam um rompimento do BTC e um retorno para a faixa de US$ 20 mil. Agora, segundo ele, há uma via aberta para os touros elevarem o Bitcoin para um novo teste em US$ 25 mil.

"Ressaltei ontem a importância do BTC sair da região entre 19k e 19.8k, e comentei sobre a maior probabilidade de ele escapar para cima, devido ao padrão de triangulo descendente formado no gráfico, e que segundo Thomas Bulkowski em seu livro “Encyclopedia of Chart Patterns”, havia 53% de chance de rompimento pra cima. No mesmo livro, Thomas Bulkowski afirma que após o rompimento ascendente, temos 63% de chance de um movimento mais forte de alta, e essa é nossa probabilidade atual de atingirmos regiões de preço próximas de 25 mil dólares", disse.

Segundo Pereira outro ponto que merece destaque é o baixíssimo número de “logins” e novos cadastros em corretoras atualmente.

"Como podemos ver no gráfico abaixo. Historicamente essa baixa movimentação do varejo pode indicar um fundo de curto prazo", disse.

NFTs em baixa

Enquanto isso, um levantamento realizado pelo Yubb, a variação de preços no mercado de NFTs, entre janeiro e outubro deste ano, chegou a mais de 85% em alguns casos. A queda brusca pode ser observada, por exemplo, no The Sandbox (SAND), que em janeiro deste ano valia US$ 5,842, enquanto em outubro está com o seu valor em US$ 0,075, obtendo uma variação de -86.73%.

De acordo com Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb, o mercado acompanha o cenário de quedas das criptomoedas, assim como o setor econômico mundial.

“Os investimentos, em todos os setores, diminuíram. Por diversos fatores econômicos mundiais que atravessamos atualmente, os investidores estão retraídos, investindo menos e com mais cautela. O mercado de NFTs, assim como o de criptomoedas, vem passando por constantes variações, e, por consequência, menos os tokens passam valer”, explica.

Pascowitch orienta ainda para que o investidor siga com cautela em suas ações e procure guardar o dinheiro. “

O mercado, no último ano, vem se deteriorando fortemente, por isso devemos usar o momento para apertar os cintos e guardar o dinheiro. Existem momentos na vida de um investidor onde você deve aportar, comprar, investir, existem outros que você deve vender e realizar lucro. Existem ainda, momentos em que você deve simplesmente guardar dinheiro e esperar pelas oportunidades. Já que estamos vivendo um período com juros altíssimos e risco gigantesco, devemos optar pela cautela e segurar o dinheiro”, finaliza.

O que é Bitcoin?

O Bitcoin (BTC) é uma moeda digital, que é usada e distribuída eletronicamente. O Bitcoin é uma rede descentralizada peer-to-peer. Nenhuma pessoa ou instituição o controla.

O Bitcoin não pode ser impresso e a sua quantidade é muito limitada – somente 21 milhões de Bitcoins podem ser criados. O Bitcoin foi apresentado pela primeira vez como um software de código aberto por um programador ou um grupo de programadores anônimo sob o codinome Satoshi Nakamoto, em 2009.

Houve muitos rumores sobre a identidade real do criador do BTC, entretanto, todas as pessoas mencionadas nesses rumores negaram publicamente ser Nakamoto.

O próprio Nakamoto afirmou ser um homem de 37 anos que vive no Japão. No entanto, por causa de seu inglês perfeito e seu software não ter sido desenvolvido em japonês, há dúvidas razoáveis sobre essas informações. Por volta da metade de 2010, Nakamoto foi fazer outras coisas e deixou o Bitcoin nas mãos de alguns membros proeminentes da comunidade BTC.

Para muitas pessoas, a principal vantagem do Bitcoin é sua independência de governos mundiais, bancos e corporações. Nenhuma autoridade pode interferir nas transações do BTC, impor taxas de transação ou tirar dinheiro das pessoas. Além disso, o movimento Bitcoin é extremamente transparente - cada transação única é armazenada em um grande ledger (livro-razão) público e distribuído, chamado Blockchain.

Essencialmente, como o Bitcoin não é controlado como uma organização, ele dá aos usuários controle total sobre suas finanças. A rede Bitcoin compartilha de um ledger público chamado "corrente de blocos" (block - bloco, chain - corrente). Esse ledger contém todas as transações processadas. Os registros digitais das transações são combinados em "blocos".

Se alguém tentar mudar apenas uma letra ou número em um bloco de transações, também afetará todos os blocos que virão a seguir. Devido ao fato de ser um ledger público, um erro ou uma tentativa de fraude podem facilmente ser detectados e corrigidos por qualquer pessoa.

A carteira do usuário pode verificar a validade de cada transação. A autenticidade de cada transação é protegida por assinaturas digitais correspondentes às dos endereços de envio.

Devido ao processo de verificação e, dependendo da plataforma de negociação, pode levar alguns minutos para que uma transação BTC seja concluída. O protocolo Bitcoin foi projetado para que cada bloco leve cerca de 10 minutos para ser minerado.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store