Coin News

'Corrida bancária' da FTX drena reservas de Bitcoin da exchange e preço do BTC atinge mínimas de 2 semanas

8 Nov, 20224 min readBitcoin
'Corrida bancária' da FTX drena reservas de Bitcoin da exchange e preço do BTC atinge mínimas de 2 semanas

O Bitcoin (BTC) e o mercado de criptomoedas caíram fortemente em 8 de novembro, à medida que o contágio do desastre da FTX se espalha.

Analistas descartam temores de insolvência da FTX

Dados do Cointelegraph Markets Pro e da TradingView mostram que o par BTC/USD caiu para US$ 19.351 no Bitstamp - seus níveis mais baixos desde 25 de outubro.

O par, juntamente com altcoins grandes e pequenas, já havia começado a mostrar sinais de fraqueza à medida que os movimentos da Binance para eliminar sua exposição ao FTX Token (FTT), token nativo da exchange concorrente FTX, foram confirmados pelo CEO Changpeng Zhao.

Em um thread no Twitter publicado em 7 de novembro, Zhao defendeu sua decisão, enquanto o CEO da FTX, Sam Bankman-Fried tentou tranquilizar os mercados afirmando que a sua plataforma de negociação era solvente.

“Houve perguntas sobre um grande depósito de FTT (US$ 580 milhões) na Binance, e fomos transparentes sobre o fato de estarmos fechando nossa posição de FTT”, dizia parte de uma publicação de Zhao.

O apelo de Bankman-Fried, enquanto isso, parecia não surtir efeito. Da noite para o dia, a FTX registrou um aumento nos saques de clientes, com recursos de monitoramento on-chain até mostrando até mesmo saldos negativos de BTC para algumas carteiras da exchange.

Dados da plataforma de análise on-chain CryptoQuant estimam a redução do saldo de BTC da FTX em 7 de novembro em -19.956 BTC.

Suas reservas de Bitcoin eram de apenas 7,1 BTC no momento da redação deste artigo, mostraram outros dados, potencialmente devido a mudanças no gerenciamento da carteira.

“FTX, a exchange de criptomoedas nº 2 do mercado, está passando por uma corrida bancária”, Jack Niewold, fundador do boletim informativo Crypto Pragmaist, escreveu em um thread investigativo no Twitter e afirmou em seguida:

“Empurrada à beira do precipício por uma crise de dívida e um anúncio de seu concorrente nº 1, aproximadamente US$ 1 bilhão sangrou da plataforma nos últimos dias.”

Em outra das muitas reações à turbulência em andamento, Dylan LeClair, analista sênior da UTXO Management, argumentou que, embora a FTX possa não estar financeiramente liquidada, a transparência de suas operações era motivo de preocupação.

“Não acho provável que a FTX esteja insolvente, mas acho que as preocupações da Alameda são notáveis, se nada mais”, afirmou em parte de seus comentários no Twitter.

“Não acho que a FTX vá sucumbir. Pode ser, mas acho que não”, escreveu Michaël van de Poppe, fundador e CEO da plataforma de negociação Eight:

“A Binance simplesmente quer vender suas posições pelos motivos apresentados, e a venda foi iniciada. Um pouco diferente dos casos do $LUNA e da Celsius, mas também há semelhanças.”

Bitcoin perde suporte de US$ 20.000

Para o Bitcoin, as perspectivas permaneceram nubladas, pois os pessimistas tomaram conta do sentimento do mercado.

O par BTC/USD recuperou apenas US$ 400 em relação às mínimas diárias no início desta terça-feira, deixando US$ 20.000 fora de alcance.

Enquanto isso, mais volatilidade se avizinhava no horizonte, com as eleições de meio de mandato nos EUA marcadas para hoje, combinadas com a divulgação dos dados do Índice de Preços ao Consumidor (CPI) prevista para 10 de novembro.

“$FTT afundando fortemente, enquanto também o Bitcoin e o resto dos mercados mostram alguma fraqueza”, resumiu Van de Poppe.

Por sua vez, o FTT conseguiu encenar um retorno modesto intradiário de pouco depois de cair para mínimas mais de US$ 15.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store