Coin News

Corretora de criptomoedas que travou saques processa cliente para tentar recuperar liquidez

11 Jul, 20223 min readBitcoin
Corretora de criptomoedas que travou saques processa cliente para tentar recuperar liquidez

A plataforma para a negociação de criptomoedas CoinFLEX deu detalhes sobre sua estratégia em combater a atual crise de liquidez da empresa que, há quase três semanas, impede que usuários saquem seus fundos.

Em uma publicação divulgada no sábado (9), os cofundadores Sudhu Arumugam e Mark Lamb anunciaram que a empresa se submeteu a uma arbitragem jurídica em Hong Kong para recuperar prejuízos de US$ 84 milhões de um “enorme cliente individual” que, em junho, a CoinFLEX afirmou ser o grande defensor do bitcoin cash (BCH) Roger Ver.

O cliente em questão supostamente deixou de pagar uma enorme posição em junho e falhou em honrar um contrato com a CoinFlex que exigia que ele lidasse com qualquer saldo negativo em sua conta. Anteriormente, a CoinFLEX havia afirmado que essa falha de um só cliente em cobrir sua dívida forçou a empresa a congelar saques em toda a plataforma no fim de junho.

Arumugam e Lamb esperam que o veredito sobre o caso demore até 12 meses. Já que a responsabilidade em questão é de caráter pessoal, os dois estão otimistas que o caso resulte em uma recuperação significativa para a CoinFLEX.

“O individual é pessoalmente responsável pelo pagamento da quantia total”, Arumugam e Lamb, “então nossos advogados estão muito confiantes que possamos executar a sentença”.

Apesar de a publicação de sábado não ter se referido ao nome de Ver, Lamb havia afirmado abertamente que Ver — um antigo investidor e defensor de bitcoin, conhecido por muitos como “Jesus do Bitcoin” — era o cliente em questão. Em seguida, Ver negou as acusações, afirmando que a CoinFlex, na realidade, devia dinheiro a ele.

Anteriormente, a CoinFLEX havia afirmado que o déficit derivado dos prejuízos de Ver totalizaram US$ 47 milhões mas, no sábado, Arumugam e Lamb atualizaram essa quantia para US$ 84 milhões.

De acordo com os cofundadores, quando a CoinFLEX liquidou as enormes posições de ver em FLEX, o token nativo da empresa, os prejuízos da CoinFLEX quase duplicaram. FLEX perdeu 66% de seu valor no dia 23 de junho após a notícia do congelamento de saques na CoinFLEX e, desde então, tem problemas para se recuperar, segundo dados do site CoinMarketCap.

A suposta inadimplência de Ver acabou impactando a empresa duas vezes: primeiro, forçando o saque de saques em toda a plataforma; depois, gerando enormes prejuízos quando as enormes posições em FLEX de Ver foram vendidas para cobrir o prejuízo.

De acordo com a CoinFLEX, as duas partes se comunicaram constantemente durante semanas, mas Ver continuou não cumprindo com as promessas em pagar suas garantias, forçando a CoinFLEX a se submeter à arbitragem: “Durante todo o processo, mantivemos o indivíduo completamente informado e ele havia cooperado conosco e prometido pagar ou aumentar a garantia para cobrir o déficit mas, no fim, a promessa era vazia”.

Além de anunciar sua arbitragem, a empresa disse que, em certo momento nas próximas semanas, espera disponibilizar 10% dos saldos de clientes para saque. No entanto, a CoinFLEX precisará vender todos os ativos não nativos bloqueados na plataforma em troca de USDC. Também será necessário que a empresa pause temporariamente toda a negociação e encerre todas as posições de futuros.

A empresa também afirmou que visa arrecadar “uma quantia significativa de fundos” de investidores e que, no momento, está conversando com múltiplos e “enormes” clientes da CoinFLEX sobre converter seus depósitos em fundos.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store