Coin News

Corretora de criptomoedas desiste de cobrar 10 euros por mês de clientes com contas inativas

6 Jul, 20222 min readBitcoin
Corretora de criptomoedas desiste de cobrar 10 euros por mês de clientes com contas inativas

(Esta reportagem foi atualizada com o recuo da empresa sobre a cobrança da taxa)

A corretora de criptomoedas Bitstamp, com sede em Londres, no Reino Unido, anunciou nesta quarta-feira (6) que desistiu de cobrar mensalmente uma taxa de 10 euros de clientes com contas inativas a partir do dia 1º de agosto, como havia anunciado inicialmente.

“Ouvimos a resposta de nossos clientes sobre a Taxa de Inatividade. Levamos em consideração as preocupações de todos e decidimos cancelar essa taxa”, informou JB Graftieaux, CEO da Bitstamp.

“O objetivo da Bitstamp sempre foi ser uma plataforma de negociação segura e confiável que fornece serviços líderes do setor, e não pretendemos nos desviar do nosso caminho”, complementou.

Mais cedo, a Bistamp havia anunciado que a nova taxa serviria para cobrir custos da plataforma e iria afetar apenas os clientes que não negociaram nos últimos 12 meses e que mantiveram saldo abaixo de 200 euros no período.

Os clientes ativos quanto os que mantêm saldo acima de 200 euros não seriam cobrados, qualquer que fossem o saldo; a nova taxa também não afetaria os clientes da empresa nos Estados Unidos.

“A maioria dos clientes da Bitstamp não é afetada pela Taxa de Inatividade. Ninguém gosta de taxas (nós também não!), mas manter contas inativas nos livros é um custo, e para que possamos continuar prestando ótimos serviços a todos os nossos clientes, tomamos a difícil decisão de implementar a Taxa de Inatividade”, dizia o comunicado da sexta-feira (01).

Receita em queda

Um levantamento feito pelo site The Block mostra que os volumes nas exchanges caíram de US$ 2,2 trilhões em maio de 2021 para aproximadamente US$ 622 bilhões em junho. Portanto, a receita da maioria das exchanges caiu com o inverno cripto, pois elas dependem fortemente dessas taxas de negociação, que formam a principal fonte de renda.

Um ponto a observar é que muitas exchanges que dizem ter milhões de clientes provavelmente têm uma minoria de traders que negociam diariamente. Por isso, grandes exchanges como Coinbase e Binance, por exemplo, criam outros produtos para gerar receita.

A Coinbase, por exemplo, comenta o The Block, está testando um novo serviço de assinatura chamado Coinbase One, enquanto outras exchanges como Kraken se expandiram para staking, comenta o site.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store