Coin News

Corretora de criptomoedas começa cobrar ‘mensalidade’ e clientes se revoltam

7 Jun, 20223 min readBitcoin
Corretora de criptomoedas começa cobrar ‘mensalidade’ e clientes se revoltam

Na última mudança em seus termos de serviços, a Bitstamp, uma das mais antigas corretoras de Bitcoin e criptomoedas do mundo, adicionou uma nova taxa aos seus clientes. Funcionando como uma espécie de mensalidade, alguns usuários criticaram o comportamento da empresa.

Chamada “taxa de inatividade”, o encargo terá uma tarifa de 10 euros mensais, equivalentes a R$ 52, a todos clientes que tiverem saldo inferior à 200 euros (R$ 1.040) e não usaram a plataforma nos últimos doze meses. Em outras palavras, um saldo de 200 euros desaparecerá em menos de dois anos.

Sem surpresa, alguns membros da comunidade se indignaram com a atitude da Bitstamp, expressando sentimentos parecidos com os que tiveram após a Coinbase anunciar que caso venha a falência, as criptomoedas dos seus clientes podem ser tomadas.

Bitstamp começa a cobrar taxa de inatividade

Embora não seja recomendado manter saldo em corretoras, muitos investidores acabam optando pela comodidade ao invés da segurança e não mantém suas criptomoedas sob sua própria custódia.

Agora, além dos riscos de hack e falência, os usuários de uma das mais respeitadas exchanges de Bitcoin, a Bitstamp, precisam se preocupar com outro detalhe: a taxa de inatividade.

Segundo documento da própria Bitstamp, publicado nesta segunda-feira (6), seus clientes que possuem saldo inferior a 200 euros (R$ 1.040) e que não realizaram ações na plataforma nos últimos 12 meses precisarão pagar uma mensalidade de 10 euros (R$ 52).

“Reservamo-nos o direito de cobrar uma taxa de inatividade caso o saldo da sua conta seja inferior a 200 EUR (o saldo é avaliado na totalidade em EUR) e nenhuma transação (ou seja, depósito, retirada ou negociação) iniciada por você ou outras atividades que gerem recompensas (por exemplo, recompensa de staking) ocorreu nos últimos 12 meses (em moeda fiduciária, ativos virtuais ou ativos digitais).” Aponta o novo termo de serviço da Bitstamp.

Sem surpresa, a comunidade reagiu negativamente ao anúncio, afirmando que isso foi uma jogada burra por parte deles. Enquanto alguns afirmam que estarão fechando suas contas, outro compara a corretora à Netflix.

“Isso significa que a Bitstamp se tornará a próxima Netflix. Um serviço baseado em assinatura.”

Quem não concordar, pode fechar a conta

Ainda no documento, a corretora afirma que tal taxa não resultará em saldos negativos. Contudo, vale notar que tais taxas mensais conseguem diminuir um saldo de 200 euros a zero em apenas 20 meses, ou seja, menos de dois anos.

Sem delongas, a Bitstamp também afirma que os clientes que não concordarem com as atualizações podem encerrar as suas contas. Parecendo que a mesma não possui interesse em clientes que usam a plataforma com pouca frequência.

“Caso você não concorde com essas alterações, você tem o direito de encerrar sua conta Bitstamp a qualquer momento sem custos.”

Por fim, este é mais um lembrete que exchange não é carteira. Portanto, sempre mantenha seus bitcoins e outras criptomoeda sob sua posse caso não queira passar por situações desagradáveis.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store