Coin News

Coreia do Sul pede que Interpol entre na caçada ao criador da criptomoeda LUNA

19 Sep, 20223 min readBitcoin
Coreia do Sul pede que Interpol entre na caçada ao criador da criptomoeda LUNA

As buscas das autoridades sul-coreanas pelo fundador das criptomoedas LUNA e UST, Do Kwon, ganharam um novo capítulo nesta segunda-feira (19). De acordo com o Financial Times, procuradores da Coreia do Sul pediram que a Interpol emitisse um “aviso vermelho” contra o empresário, que supostamente está morando em Singapura.

Esse mecanismo da organização internacional representa um aviso máximo de busca em todo o mundo contra um foragido, pedindo que autoridades locais prendam provisoriamente uma pessoa com ação legal pendente como forma de garantir a aplicação da lei.

A Procuradoria do Distrito Sul de Seul revelou nesta segunda-feira que solicitou ao Ministério das Relações Exteriores do país que cancelasse o passaporte de Kwon, alegando que ele estava “obviamente fugindo”.

O pedido chega uma semana depois das autoridades sul-coreanas emitirem uma ordem de prisão contra Do Kwon, citando uma suposta violação das regras do mercado de capitais. Junto com ele, outros cinco empresários, que também se mudaram para Singapura, também foram alvos da ordem de prisão.

Na visão das autoridades, Do Kwon demonstra não ter intenção de voltar ao seu país natal para ser interrogado nas investigações que apuram a responsabilidade do empresário, bem como da sua empresa Terraform Labs, no grande colapso do ecossistema Terra em maio deste ano.

Por esse motivo, a Promotoria disse que deu início ao procedimento “de colocá-lo na lista vermelha de avisos da Interpol e revogar seu passaporte”.

“Estamos fazendo o nosso melhor para localizá-lo e prendê-lo. Ele está claramente fugindo, pois os principais funcionários financeiros de sua empresa também partiram para o mesmo país durante esse período”, disse um porta-voz da Promotoria, se referindo a partida de Do Kwon para Singapura.

O empresário dissolveu a unidade sul-coreana da Terraform Labs no final de abril, semanas antes das criptomoedas da empresa entrarem em colapso, deixando milhares de investidores ao redor do mundo no prejuízo.

Do Kwon nega estar em fuga

Neste final de semana, Do Kwon foi ao Twitter contrariar a Promotoria da Coreia do Sul, negando estar fugindo da polícia.

“Não estou ‘fugindo’ ou algo parecido — para qualquer agência governamental que tenha demonstrado interesse em se comunicar, estamos em total cooperação e não temos nada a esconder. Estamos em um processo de nos defendermos em várias jurisdições — nos mantivemos em um nível extremamente alto de integridade e esperamos esclarecer a verdade nos próximos meses”, escreveu ele no sábado (17).

I am not “on the run” or anything similar – for any government agency that has shown interest to communicate, we are in full cooperation and we don’t have anything to hide— Do Kwon (@stablekwon) September 17, 2022

Apesar disso, o paradeiro do empresário segue desconhecido. Primeiramente, acreditava-se que ele estava em Singapura. Porém no final de semana, a polícia do país disse que Kwon não estava atualmente na cidade-estado, mas que ajudaria as autoridades sul-coreanas a localizá-lo.

Maior Exchange da América Latina, no MB você negocia tokens, DeFi, renda fixa digital, NFTs e, claro, criptomoedas. E tudo no painel de negociação mais seguro do mercado. Abra sua conta gratuita!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store