Coin News

Comunidade da criptomoeda Solana quer confiscar fundos de baleia

20 Jun, 20223 min readOther
Comunidade da criptomoeda Solana quer confiscar fundos de baleia

Os constantes travamentos da rede Solana são alvos de irritação por sua comunidade nos últimos meses e, para evitar um novo episódio, os fundos de uma baleia serão confiscados. Essa situação gerou uma polêmica para o projeto, que temeu ser liquidado.

Tudo começou após uma baleia ingressar com fundos na plataforma de empréstimos Solend, com um depósito de 5,7 milhões em Solana (SOL). Automaticamente, ela se tornou o maior usuário a utilizar essa plataforma.

Nos últimos anos, se tornou comum em projetos supostamente descentralizados congelarem baleias, principalmente após problemas nos projetos.

Projeto confisca fundos de baleia com medo de travar rede Solana

Uma nova votação em uma comunidade de um projeto empréstimos chamado Solend, que foi criado pela comunidade DeFi da Solana, foi possível ver que os fundos de uma baleia serão confiscados em breve.

Isso porque, a equipe por trás do projeto tentou contato com a baleia várias vezes, inclusive lhe enviando mensagens onchain, mas nunca obteve retorno. O projeto então tem buscado com sua comunidade confiscar os fundos do grande usuário.

“Apesar de nossos esforços, não conseguimos fazer com que a baleia reduzisse seu risco ou mesmo entrar em contato com ela. Com a forma como as coisas estão tendendo com a falta de resposta da baleia, é claro que ações devem ser tomadas para mitigar o risco.”

O medo da equipe Solend é que a cotação da Solana despenque até US$ 22 por unidade, quando um caos poderia ocorrer com liquidações no projeto, tudo por conta de uma baleia.

Segundo os donos da plataforma, “na pior das hipóteses, Solend pode acabar com dívidas incobráveis e isso pode causar caos, sobrecarregando a rede Solana“.

Nas últimas 24 horas, a Solana valorizou 10% e chegou a cotação de US$ 35 por unidade, o que não impediu a comunidade de votar para tomar medidas contra a baleia.

Primeira proposta da plataforma recheada de polêmica

A primeira proposta pública da Solend a ser aprovada com sua comunidade tem relação com a baleia que assusta os usuários. Assim, eles deveriam votar pelo “Sim” se quisessem que atitudes fossem tomadas contra a baleia, ou “Não” caso quisessem deixar tudo quieto.

Mas com 97% dos votos, a comunidade Solend mandou ações serem tomadas contra a baleia. Uma das possíveis ações seria a equipe desse projeto assumir a conta da baleia, atitude nunca vista no mercado de criptomoedas.

“Conceda poder de emergência ao Solend Labs para assumir temporariamente a conta da baleia para que a liquidação possa ser executada OTC e evite levar Solana ao seu limite. Isso seria feito por meio de uma atualização de contrato inteligente. Os poderes de emergência serão revogados assim que a conta da baleia atingir um nível seguro.”

Vale lembrar que em 2021, uma baleia do projeto JUNO também sofreu represálias e as moedas retiradas de seu endereço acabaram perdidas pela equipe que deveria resolver o problema.

No caso da Solend, nesta segunda-feira (20), a equipe disse que invalidou a votação da primeira proposta com uma segunda. Dessa forma, a terceira deverá ser apresentada com a mesma pauta, contudo, com um prazo de 24 horas de votação ao invés de 6 horas.

Governance proposal SLND2 has passed.SLND1 has been invalidated and governance voting time has been increased from 6 hours to 1 day. — Solend (we're hiring!) (@solendprotocol) June 20, 2022

Nos comentários da votação, nem todos se mostraram felizes com isso, criticando até a suposta “descentralização” da Solend.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store